01/12/2017

Texto: Lucas Alves, 6º período de Jornalismo
Fotos: Rogério Silva, 6º período de Jornalismo


Toda terça-feira é dia de “Intervalo Cultural” nos corredores do Bloco Principal da UEMG Unidade Passos. Idealizado pelo professor Anderson Jacob Rocha e outros dois alunos do curso de Letras. O projeto de extensão tem feito sucesso e tem agradado docentes e discentes da universidade que têm a oportunidade de assistir artistas da comunidade acadêmica e não acadêmica. O espetáculo desta semana foi a banda Saudade da Zona, que atua em Passos e região há mais de 10 anos com um repertório recheado de música popular.

O professor Anderson Jacob Rocha explica que o projeto foi elaborado pensando em qualquer tipo de arte. “O mais comum que tem aparecido é a música, mas pode ser uma fotografia, um desfile, quadro, artesanato, pode ser qualquer tipo de arte”.

Rocha ressalta ainda que o Intervalo Cultural é voltado para toda a  universidade e também para ex-alunos  e pessoas da comunidade.“Ele é voltado para a comunidade acadêmica, tanto alunos quanto funcionários, professores e técnicos administrativos e no projeto também constam ex-alunos e pessoas da comunidade que queiram participar”, disse.

Quezia Lara Costa, aluna do 2º período de Letras e uma das idealizadoras do projeto, destaca a importância do evento para os artistas e alunos da universidade: “O projeto acrescenta à universidade porque muita gente tem algum talento, mas não tem oportunidades. Aqui eles têm condições de mostrar esse talento e os alunos a possibilidade de conhecer”, destaca.

Para Ayummy Lima, aluna do 6º período de Pedagogia o Intervalo Cultural veio para preencher os intervalos de suas aulas. '”Sempre nos intervalos, nós não tínhamos nada para fazer, hoje em dia nossas terças-feiras são diferentes, sempre vem alguém novo, diferente, com músicas e poesias”, afirmou. Ainda segundo Ayummy, a iniciativa enriquece a universidade. “Temos muita cultura, e isso enriquece, tudo que é cultura enriquece”, salienta.



PASSOS