Será no próximo dia 20 de abril, às 9h00 durante a Praça Viva, na Praça Monsenhor Messias Bragança (praça da Matriz), a abertura da Campanha de Desarmamento Infantil, um projeto da Editora Abril em convênio com a Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP) e Folha da Manhã.  Com o lema ‘Troque uma arma de brinquedo’ por revistas da Editora Abril, a campanha é direcionada a crianças de seis a 12 anos de idade, matriculados nas escolas públicas e particulares de Passos.

A campanha foi apresentada aos diretores de diversas escolas de Passos e a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer pela jornalista e professora da FESP, Arlete Porto Soares, e o representante da Editora Abril, Donizette Jacinto em reunião no auditório da FESP.  

O presidente do Conselho Curador da FESP, Professor Fabio Pimenta Esper Kallas ressaltou a relevância da Campanha pontuando que pela educação e cultura fica mais fácil chegar até as crianças e adolescentes com novas ideias e uma nova forma de encarar o mundo. “Estamos propondo novas formas de brincar, incentivando o lúdico, a imaginação. E mesmo que as crianças não tenham uma arma de brinquedo para trocar, eles vão perceber a mensagem, entender que não vale a pena ter uma arma, mesmo que de brinquedo. Ou seja, o objetivo é formar jovens com cultura, com informação e não com a força, armamento ou discórdia”, afirmou.

Carlos Antônio Parreira, diretor da Folha da Manhã, confia na adesão em grande número das escolas e alunos à Campanha que, segundo ele, é de suma importância porque vai falar de algo ainda maior que o desarmamento: a cultura de paz e a questão da não violência nas escolas. “Esperamos que a iniciativa alimente o sonho, trocando a brincadeira da violência pelas belas histórias, brincadeiras e o saber, tão importante para o crescimento saudável”, defende.

Cronograma e ações

Durante o período da campanha, serão distribuídos postos para coleta dos brinquedos em cada escola participante, assim como no prédio principal da FESP (Avenida Juca Stockler, nº 1130), Jornal Folha da Manhã (Rua 2 de Novembro) e nas Bancas de Revistas de Passos - Praça Geraldo da Silva Maia (Rosário) e Praça Monsenhor Messias Bragança (Matriz). 

Alunos de Educação Física, do Centro Acadêmico, coordenadores e demais envolvidos na campanha estarão durante dois dias em cada escola – com datas agendadas anteriormente - para motivar as crianças a uma maior participação.

Conforme foi apresentada aos diretores das escolas, a Campanha de Desarmamento Infantil pretende estimular uma “cultura de paz”, tendo como ponto de partida a doação de uma arma de brinquedo e ainda, oportunizará também aos pais que, a partir de agora, reflitam na hora de escolher um brinquedo para os seus filhos.

“Sem dúvida, além do combate à violência, a campanha trabalhará um outro ponto também fundamental que é o incentivo à leitura. Esta, com certeza, nos salva,  nos abre os horizontes”, reforçou Arlete Porto na apresentação da campanha.

Donizette Jacinto relatou que a Editora Abril vem realizando esta campanha desde 2001, em várias cidades do país, sempre com muito sucesso. “Esperamos que em Passos haja a adesão do máximo de escolas. É um momento de reflexão, cultura e entretenimento entre escola, família e comunidade”, ponderou. 

Uma coisa é certa: se depender do entusiasmo das professoras e diretoras que compareceram ao auditório da FESP para a última reunião, a campanha já pode se considerar bem sucedida. Todas elas garantiram organizar números artísticos para apresentação na praça, na manhã da abertura. Os brinquedos recolhidos nos postos de coleta serão enviados à reciclagem.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG