Cerca de 50 estudantes de engenharia Civil da FESP participaram da Feira Internacional da Construção Civil (FEICON), realizada no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. De acordo com a organização do evento, a feira recebeu pelo menos 130 mil visitantes que puderam conferir as mais de mil marcas nacionais e estrangeiras que apresentaram as novidades do setor. Os estudantes foram acompanhados pelo professor orientador Gilberto Pimenta de Andrade.

A FEICON é o maior salão da construção da América Latina, com 21 anos de tradição em apresentar os principais lançamentos e tendências para todo o setor da construção civil. O evento, de foco comercial, reuniu grandes líderes do segmento em uma exposição de produtos e serviços diversos do ramo, além de ter sediado conferências, palestras e debates de renomados profissionais nacionais e internacionais.

De acordo com o professor Gilberto Pimenta de Andrade um dos destaques deste ano foi o avanço tecnológico no uso de novos materiais e soluções para construção. “Um bom exemplo é a proposta de estações de tratamento de esgoto que utiliza um sistema modular e compacto permitindo o tratamento de efluentes sanitários e o reúso da água em atividades que não demandam água potável”, avalia. 

O professor também destacou o grande número de empreendedores chineses expondo seus produtos, como uma oportunidade para os alunos de interagir com empresários e outros profissionais da área da Engenharia. “Este contato é importante, pois, serão eles (os alunos) os projetistas que recomendarão os produtos e serviços, muitas vezes inovadores, que geralmente são apresentados nesses eventos”, ressalta Gilberto.

Para o coordenador do curso de Engenharia Civil da FESP, professor Ivan Francklin Junior, a participação de estudantes e docentes em eventos com novidades do setor é fundamental para mantê-los atualizados. “Nossos alunos têm a possibilidade de conhecer e vislumbrar o que há de mais moderno relacionado a produtos e processos praticados no mercado da Construção Civil”, afirma.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG