Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) e Santa Casa de Misericórdia Passos assinaram na noite de sexta-feira (7) a Carta de Intenções para criação da “Cidade do Saber e da Saúde”, um grande complexo arquitetônico que vai concentrar toda a área da saúde da FESP - cursos de graduação, pós-graduação, cursos tecnológicos e projetos de pesquisa e extensão – juntamente com um Hospital-Escola da Santa Casa de Misericórdia de Passos. O documento constitui uma Sociedade Parceira de Apoio Mútuo entre as duas entidades para a construção da obra que será um marco histórico para Passos e região.  A FESP disponibilizou uma área de 540 mil metros quadrados localizada na Rodovia MG 050 (no km 202) dos quais 200 mil serão de área construída. 

A ideia surgiu por meio da articulação entre a FESP e Santa Casa que já estão trabalhando juntas no projeto de criação do curso de Medicina da FESP. O alcance da Cidade do Saber e da Saúde se estende para todo o Estado de Minas Gerais e não só para a região.  “É um grande desafio que está sendo lançado. Todos que estiveram presentes sentiram a dimensão do projeto. É importante ressaltar que é um conceito e que sua concretização acontecerá ao longo dos anos e dentro desse prazo virão novas propostas de viabilização e novas tecnologias. É a união da Academia com a prática da saúde e a Cidade do Saber e da Saúde nasce com um vigor muito grande. Nossa cidade e região crescem com a responsabilidade ancorada no Ensino Superior e na Saúde. É a união de duas instituições e mais uma vitória de Passos”, destacou o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Kallas.

O provedor da Santa Casa, Vivaldo Soares Neto, destacou a importância do projeto para o atendimento de pessoas que vêm de toda a região para fazer tratamentos de saúde em Passos e também para estudar na FESP. “Recebemos e iremos aumentar o número de pessoas que vêm da nossa macrorregião para serem atendidas em Passos. Estamos diante de uma das mais ousadas iniciativas que marcarão a pesquisa como fonte do saber e da saúde. A Santa Casa passou por vários momentos históricos e esse é um deles. É uma felicidade para nós, terminarmos o ano com o lançamento desse projeto que tem o binômio FESP e Santa Casa, ambas trabalhando pela pesquisa e pelo desenvolvimento da cidade e região. Temos que ficar atentos e preparados, pois novas patologias, novas doenças, surgirão e serão estudadas pela Medicina. O otimismo e a esperança são necessários diante dessa constatação. A Cidade do Saber e da Saúde quer deixar um legado para as novas gerações de uma concepção inovadora, um legado de pesquisa e prática na busca incessante de soluções eficazes na promoção da qualidade de vida”,enfatizou Vivaldo.

Para o prefeito de Passos, José Hernani da Silveira esta é uma união que irá trazer frutos grandiosos para a cidade. “É o envolvimento de homens que querem o bem da nossa cidade. Aceitaram o desafio e de agora em diante temos que unir forças para que a Cidade do Saber e da Saúde possa acontecer o mais rápido possível para o bem das nossas gerações futuras”, disse o prefeito.

O promotor Cristiano Cassiolato fez parte da cerimônia solene e elogiou a parceria para a criação da Cidade do Saber e da Saúde. “Não só o conhecimento, mas a prática vai trazer novos horizontes para Passos e região. Hoje caminhamos muito menos para ter atendimento de saúde e educação de qualidade. Somos excelência na educação e na saúde. Em razão disso gostaria de parabenizar a FESP e a Santa casa e me colocar à disposição”, afirmou Cassiolato.

O projeto

O planejamento arquitetônico foi executado pelo arquiteto Ivan Vasconcelos que também participou da solenidade. Toda a estrutura é pensada de forma a contribuir para a sustentabilidade com a disposição de uma enorme área verde. Toda a comunidade terá acesso a Cidade, será um ambiente aberto, sem muros ou grades disseminando o conhecimento para todos. “O projeto foi trabalhado com muito empenho e tenho certeza que em breve poderemos dar início à execução dessa grandiosa obra”, frisou Ivan Vasconcelos.

O projeto prevê a construção de dezessete unidades: Hospital do Câncer; Hospital Geral; Reabilitação; UPA; Centro Comercial; Atendimento à Saúde; Centro Mais Vida; Pós-graduação; Cursos Tecnológicos; Graduação; Pesquisa e Extensão; Laboratórios; Biblioteca; Centro de Convenções; Teatro Arena; UNABEM; Vila da Maturidade além de ser acoplado ao Centro Integrado de Recreação e Esportes da FESP (CIRE).

Na parte acadêmica da FESP está prevista uma ampliação de 5 cursos de graduação para 11 cursos e de 10 pós-graduações para 29, além de 9 cursos tecnológicos e 3 mestrados até 2015 e muito mais no futuro. Para a diretora do Núcleo Acadêmico de Ciências Biomédicas e da Saúde, professora Tânia Maria Delfraro Carmo, o projeto que irá alavancar a preparação dos profissionais da saúde. “É um marco histórico para Passos e vai proporcionar ao aluno vivenciar em um mesmo local a prática profissional junto a novas tecnologias aplicadas à saúde e junto ao usuário para que possam praticar a futura profissão num ambiente extraordinário”, disse a professora.

Comunidade

A comunidade recebeu a notícia com grande entusiasmo e abraçou a causa. “Eu achei que esse projeto é coroamento de todo um investimento. É um projeto com o objetivo maior da saúde e da qualidade de vida. Toda a população de Passos está ganhando muito”, avaliou o oftalmologista Wesley Ribeiro Campos, membro da Irmandade da Santa Casa.

O evento marcou a união histórica entre duas instituições que propuseram um projeto ousado de grande mudança do perfil da saúde e da educação em todo o sul de Minas. Para o jornalista Carlos Antônio Alonso Parreira, diretor do Jornal Folha da Manhã, a parceria representa também a realização de um sonho. “Nós estamos em uma fase, eu diria, realizando um sonho! E o mais interessante é que estas iniciativas não estão partindo de nossos representantes políticos, mas sim destas ilhas de competências que existem na cidade. A classe empresarial faz da Avenida da Moda um shopping a céu aberto, que raramente se vê isso no interior do Brasil. Recentemente fizemos aquela promoção do Sucesso Empresarial e a gente estava ali realizando uma análise do que a FESP desenvolve, e, com convicção podemos afirmar que o poder público não faz nem dez por cento do que é feito ali. A Santa Casa de Misericórdia de Passos, que é a parceira deste evento, é um modelo estadual, tem um hospital do câncer que surgiu com uma mobilização incrível, algo que eu nunca tinha visto na minha vida. Então são estas ilhas de competência que eu quero e espero ver na Cidade do Saber e da Saúde”.

“Sem dúvida esse é um sonho que Passos quer tornar realidade. As duas instituições são de credibilidade. O momento é oportuno. E se Deus quiser, vamos conseguir concretizar esse projeto: Saber e Saúde juntos para tornar a qualidade de vida melhor”, completou o médico Wellington Venâncio Andrade.

O conhecimento e a saúde de mãos dadas propiciarão ainda um maior desenvolvimento econômico para a região. Para a professora Simone Ferreira acrescentou: “Eu achei fantástico, são duas grandes instituições, cheias de mérito, dirigidas por pessoas que querem o melhor para a cidade, que lutam por isso e estão empenhadas na realização de um objetivo maravilhoso, que é a realização deste projeto”.

A também professora Maria Antonia Mourão ressaltou a valorização do ser humano. “O mais bonito é o que o projeto significa. Como professora, acho que educação é o mais importante para o ser humano e pelo hospital também, o hospital do câncer que é seguramente uma das minhas grandes paixões, porque eu fiz parte da comissão e eu sou apaixonada, tanto pela comissão, pelas pessoas que representam e pelo trabalho que conduz este hospital, pela seriedade. Eu acho que neste século, este é o maior presente que Passos poderia receber!”, disse.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG