O curso de Serviço Social da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) promove na noite desta segunda-feira (16) uma mesa-redonda em comemoração ao Dia do Assistente Social que acontece anualmente no dia 15 de maio. O evento vai debater o tema “A prática profissional do Assistente Social: trocando experiências” e contará com professores do curso e profissionais ligados ao setor. O início está previsto para as 19h no Auditório Professor Armando Righetto, no Bloco 8 da FESP.

Todos os anos o curso de Serviço Social comemora o dia 15 de maio que é motivo de debates e reflexões pelo crescimento que vem tendo esta área de trabalho ao longo dos anos. Este ano como a data caiu em um domingo, o evento será realizado um dia após o dia exato da comemoração.

De acordo com a coordenadora do curso de Serviço Social, Carla Alessandra Pimentel Caixeta de Melo, a profissão passou por várias lutas e movimentos pra se firmar e conquistar seu espaço profissional. A comemoração deste ano vai fazer uma homenagem às Encíclicas Papais Rerum Novarum e Quadragesimo anno, que mostravam as normas de condutas sociais impostas pela Igreja Católica.  “O Serviço Social tem suas raízes ligadas ao movimento da ação católica frente às questões sociais vigentes através dos tempos”, lembra Carla.

A Rerum Novarum  que em português significa “Das coisas novas”, foi publicada pelo Papa Leão XIII em 15 de maio de 1891. A carta, aberta a todos os bispos, debatia as condições das classes trabalhadoras. A Quadragesimo anno, por sua vez, foi publicada em 15 de maio de 1931 pelo Papa Pio XI, versando sobre a restauração e aperfeiçoamento da ordem social em conformidade com a Lei Evangélica no 40º aniversário da encíclica Rerum Novarum. A comemoração do Dia do Assistente Social em Passos, também destaca as conquistas e os avanços alcançados com o Movimento de Reconceituação do Serviço Social. O movimento aconteceu em alguns paises latinoamericanos – Chile, Argentina, Peru e Uruguai –, nas décadas de 70 e 80 e consistiu em um movimento de crítica ao positivismo e ao funcionalismo e à fundamentação da visão marxista na história e estrutura do Serviço Social.

Para Carla, o evento do Dia do Assistente Social é muito importante pois “vem fortalecer os acadêmicos do curso, docentes e profissionais da área através da discussão de temáticas enriquecedoras para a profissão e consequentemente para o benefício de seus usuários”.

Fonte: Agência Escola