O Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Passos venceu pela 4ª vez o Festival de Vídeo Selton Mello, realizado anualmente pela FESP. “Fibonacci” recebeu o prêmio no valor de R$600,00 do júri técnico, na noite da última segunda-feira (25), quando aconteceu a Mostra Competitiva. O segundo lugar ficou com os alunos da Escola Estadual São José, pelo vídeo “O pendrive”, e a terceira colocação, além do prêmio especial de júri popular, foram para os estudantes da Escola Estadual Caetano Machado da Silveira, que produziram o curta “Identify Crisis”.

O vencedor foi uma aposta no gênero de suspense. Amanda Botelho, uma das integrantes da equipe produtora, explicou que a escolha foi inspirada em uma série de televisão que o grupo acompanha. “No começo a gente até pensou em outra história, mas a gente queria inovar, queria uma coisa diferente que não tinha acontecido em outros curtas ainda. Então a gente pensou em criar uma história baseada em um seriado que a gente conhece para causar o suspense do que aconteceria no final”, justificou. O colega Marco Aurélio Reis Nascimento comemorou dizendo que depois do esforço ter vencido foi a recompensa. “É gratificante porque nós batalhamos bastante, dedicamos bastante”, completa.

Um dos coordenadores do Festival, professor Paulo Henrique Baldan Vallim, defende que, nesta edição, as produções refletiram o cotidiano dos próprios estudantes envolvidos e reforça a oportunidade que projeto oferece para que estes jovens possam ter contato com a produção audiovisual. “Os vídeos expressam um pouco do sentimento dos alunos, da realidade dentro das escolas, a questão de ser aceito, de estar inserido dentro do ambiente escolar, a busca do jovem para se conhecer, de estar junto com o outro, a preocupação de ajudar. Eu acho que é válida a participação dos alunos dentro do projeto pela possibilidade de desenvolverem uma obra audiovisual independente deles irem ou não para a área da comunicação, do cinema. É uma oportunidade para quem gosta e está disposto a seguir esse caminho até como profissão. É uma sementinha, um início. O festival é uma forma de colocar esses jovens para pensar”, justifica.

O aprendizado e a chance de criação e produção artística é uma forma de aproximar os interesses dos alunos junto à proposta de ensino das escolas. É o que acredita o professor de língua portuguesa e inglesa da Escola Caetano Machado da Silveira. Para ele a própria escola está indo em direção aos alunos quando incentivam a participação deles em iniciativas como o Festival realizado pela FESP. “Estamos num ponto em que a arte dentro da escola está muito em voga. A temática de ensino pedagógico está trazendo música, teatro, cinema e isso é de extrema importância para que a escola seja uma presença contínua na vida do jovem. Nós como educadores temos que saber e avaliar a hora de encaminhá-los para a cultura, arte e contextualizar isso dentro do ensino”, declarou Luiz Carlos de Souza.

A mesma pontuação foi feita pelos alunos da Estadual São José. Um dos participantes, Deivid Aparecido Ferreira contou que apesar das dificuldades em relação à produção, atenção dada pelos organizadores do Festival foi determinante para que conseguissem concluir o vídeo. “Foi uma experiência muito boa, foi difícil, mas a gente aprendeu muito. Os coordenadores tiveram muita boa vontade para ensinarem a gente e foi maravilhoso! Valeu muito a pena”.

Em Abril deste ano, as oficinas - ministradas pelos professores responsáveis pela Mostra Competitiva - envolveram discussões sobre produção, direção de fotografia, roteiro, direção de áudio, direção geral, edição e finalização, dando início à 5ª edição do Festival Selton Mello de 2013. Segundo Diovany Rodrigues, também responsável pelo projeto, os alunos enviaram as ideias iniciais dos roteiros e durante as oficinas trabalharam para adaptar à realidade de produção de cada equipe. “Oferecemos todo o embasamento teórico para que eles pudessem produzir e tivemos também algumas aulas práticas. Foi possível ver alguns dos exemplos que passamos em aula. Não houve limitação criativa e o resultado foi muito bom”, ponderou o professor.

O também organizador do Festival, professor Diego Vasconcelos, fez a mesma avaliação dizendo que a Mostra é muito importante, contribuindo para a sensibilidade artística dos alunos participantes. “Tem grande abrangência e uma ótima repercussão. As expectativas para o próximo ano são sempre as melhores”, finalizou.

Confira abaixo os nomes dos integrantes das produções:

Colégio Tiradentes da Polícia Militar 

CURTA: Fibonacci 

ALUNOS: Amanda Botelho / Danielle Alves / Luiz Marques / Marco Reis / Stéfano Teixeira / Stéphanie Alves

E.E. São José 

CURTA: O pendrive 

ALUNOS: Cassia Lima / Daphine Aparecida / Deivid Ferreira / Driele Silva 

E.E. Caetano Machado 

CURTA: Identify Crisis 

ALUNOS: Rafaela Marinho / Igor Barbosa / Anelise Souza / Natália Reis / Gustavo Barbosa / Samara Ingryd

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG

Veja todas as fotos AQUI.



A FESP promove nesta segunda-feira (25) mais uma Mostra Competitiva do Festival de Vídeo Selton Mello FESP. A partir das 20h, o Auditório Professor Armando Righetto (Bloco 08 da Fundação) estará preparado para receber a torcida dos curtas que disputam o prêmio de R$600,00 nesta 5ª edição.

Patrono do Festival, o cineasta passense Selton Mello disse em depoimento na última visita a FESP que a Mostra é um meio de se incentivar e inserir a produção de audiovisual no ambiente escolar. “Essa parceria com a FESP não pode parar, isso é fundamental. Alguns vão despertar para a arte e outros, mesmo que decidam trabalhar em outras áreas, vão ter vivido esta experiência riquíssima do contato com a arte”, afirma Selton.

Os vídeos foram produzidos pelos alunos das escolas estaduais Caetano Machado, São José, e do Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Passos. Segundo um dos responsáveis pelo Festival, professor Paulo Henrique Vallim, os curtas trataram de temas relacionados à convivência e aceitação dos jovens no meio escolar e na sociedade.

Após a apresentação, o júri técnico, composto por professores e alunos do curso de Comunicação Social (Jornalismo e Publicidade e Propaganda) da FESP, vai avaliar os vídeos pelos critérios: fotografia, roteiro, produção e áudio, deliberando os vencedores que receberão troféus em primeiro, segundo e terceiro lugar, além do prêmio especial decidido por voto popular apurado com a plateia presente na apresentação dos curtas. Todos os participantes receberão medalha e certificado.

As oficinas, que prepararam os alunos para o desenvolvimento dos curtas, aconteceram no primeiro semestre de 2013 e envolveram discussões sobre produção, direção de fotografia, roteiro, direção de áudio, direção geral, edição e finalização. As aulas foram ministradas pelos coordenadores do festival, professores Diego Vasconcelos, Diovany Rodrigues e Paulo Henrique Vallim. O processo de gravação e edição dos filmes foi de total responsabilidade dos estudantes.

A entrada no evento é gratuita.

Confira os participantes:

E.E. Caetano Machado 

CURTA: Identify Crisis 

ALUNOS: Rafaela Marinho / Igor Barbosa / Anelise Souza / Natália Reis / Gustavo Barbosa / Samara Ingryd

 

E.E. São José 

CURTA: O pendrive 

ALUNOS: Cassia Lima / Daphine Aparecida / Deivid Ferreira / Driele Silva 

 

Colégio Tiradentes da Polícia Militar 

CURTA: Fibonacci 

ALUNOS: Amanda Botelho / Danielle Alves / Luiz Marques / Marco Reis / Stéfano Teixeira / Stéphanie Alves

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Na última quinta-feira, 23, um grupo de 16 estudantes do Colégio Imaculada Conceição (CIC) de Passos foram recebidos pelo presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas, em visita às obras do Novo Campus da Fundação de Ensino Superior de Passos, localizado no Centro Integrado de Recreação e Esportes (CIRE).

Os alunos do 2º ano do Ensino Médio se surpreenderam com a estrutura inovadora que está sendo aplicada na construção e enquanto caminhavam pelos prédios, os visitantes tiveram explicações não só de como será o Novo Campus da FESP concluído, mas também de como são utilizados os blocos de isopor que dão leveza à obra, sobre a escolha das paredes de gesso, e sobre os pisogramas de resíduos de concreto para pavimentos. 

De acordo com Juliana Castro Torres, administrativa da FESP que acompanhou a visita, os estudantes acharam interessante o fato de que muito do que é usado na obra é produzido pela própria FESP, como os pilares e os trilhos, por exemplo. Ainda segundo ela, “conhecer e entender uma obra grande, como a do Novo Campus, é fator relevante na escolha da profissão de engenheiro, dessa forma, o aluno que deseja se profissionalizar na área da engenharia tem a oportunidade de ver de perto como funcionam seus futuros encargos e analisar se esse é realmente seu desejo”, afirmou.

Assim como fizeram o grupo de alunos do CIC, toda comunidade está convidada a conhecer a Fundação de Ensino Superior de Passos. A visita institucional é coordenada pela relações públicas Paula Monteiro e procura apresentar a excelência de ensino e o trabalho desenvolvido pela FESP, além de sua estrutura e projetos. Os interessados podem agendar uma data entrando em contato pelo telefone (3529-6015) ou pelo e-mail: paula.monteiro@fespmg.edu.br

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG

Veja as fotos na Galeria de Imagens da FESP. CLIQUE AQUI.



O Centro de Ciências da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) está recebendo a visita de grupos de escolas de diversas cidades da região. Nos dias 30 de maio e 6 de junho visitaram o Centro de Ciências alunos da Escola Estadual General Carneiro, de São Roque de Minas.

O grupo chegou a Passos por volta de 9h visitaram o Centro, o planetário e o laboratório de História no período da manhã. O almoço aconteceu no Restaurante Comunitário da FESP e a partir das 14h os estudantes participaram de uma oficina no Laboratório de Genética com o Professor Marcelo Santos onde puderam fazer uma extração de DNA, por meio da mucosa bucal.

As turmas participantes da visita vão do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. O contato com o Centro de Ciências partiu da supervisora da escola Ednéia Machado.

Para o professor que acompanhou o grupo, Gustavo Souza, a visita foi muito interessante e o trabalho realizado pelo Centro de Ciências estimula o aprendizado dos alunos. “Saímos de sala de aula para ver de uma forma prática o que estudamos na teoria. Os monitores ajudaram bastante, desde cada experimento no Centro de Ciências, planetário até a ida ao refeitório”, disse Gustavo.

O professor contou que está trabalhando a temática do DNA com os alunos do 3º ano do ensino médio e a visita à FESP contribuiu para que os alunos aprendessem um pouco mais sobre o DNA e suas propriedades, que segundo Gustavo, foram bem explicadas pelo professor Marcelo Santos, o responsável pelo desenvolvimento da experiência. “Foi tudo muito interessante e a metodologia usada contribuiu para aproximar os estudantes do assunto. Desde os slides com imagens das células até o experimento, tudo foi muito proveitoso”, concluiu o professor.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



O projeto Visita Institucional da FESP recebeu na última quinta-feira, 31 de maio, uma turma de estudantes do curso de Formação Técnica Geral (FTG) do programa do governo federal ProJovem. O curso é desenvolvido no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do bairro Penha. Os alunos foram recebidos no Bloco 1 da FESP e tiveram uma tarde de palestras e atividades com professores e profissionais da instituição. Eles conheceram a estrutura de alguns cursos como Enfermagem e Ciências Biológicas e receberam orientações sobre o processo seletivo com a coordenadora do Setor de Vestibular, Silvia Maria Rodrigues.

A Relações Públicas da FESP, Paula Costa Monteiro, recepcionou o grupo. A Visita Institucional acontece uma vez por semana com convidados da comunidade de Passos e região que conhecem as unidades da FESP e os projetos. Para a turma do curso de FTG, como o objetivo era colocar os integrantes em contato com o mercado de trabalho e com os recursos que a FESP oferece para sua inserção, a visita foi diferenciada buscando oferecer aos participantes uma visão geral do que é uma escola de ensino superior.

De acordo com uma das palestrantes, a Professora MsC. Raquel Dully, dos cursos de Enfermagem, Biomedicina e Nutrição, o objetivo foi motivá-los sobre a importância da continuidade do ensino superior, já que atualmente fazem um curso técnico. “É importante incentivamos para que tenham uma perspectiva maior em suas vidas e falei hoje sobre os cursos da área da saúde que temos aqui na FESP para que eles possam se identificar e para que possam se programar para fazer o curso que desejam num futuro próximo”, comentou a professora.

Os alunos foram acompanhados da professora do FTG, Márcia Kruze. Segundo a professora, durante o curso são realizadas diversas visitas a empresas e instituições com o objetivo de mostrar aos alunos o funcionamento de um ambiente de trabalho. “A ideia de visitar a FESP foi de mostrar os cursos que são oferecidos e que os alunos podem ter à disposição aqui na cidade de Passos. É importante conhecer para saber o que eles gostam e com qual área eles sentem afinidade para seguir o seu futuro. Estamos inclusive, buscando parcerias para que os jovens possam ter mais contato com as empresas para que o jovem possam acompanhar de perto e vivenciar o trabalho”, disse Marcia.

Os alunos André Luiz da Silva e Amanda Aparecida de Souza ambos de 16 anos, estudantes do 3º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Tancredo Neves aprovaram a visita. “Foi importante para conhecer mais a área de trabalho, como se desenvolver, o que eu quero estudar mais pra frente. Gosto da área de tecnologia, mas ainda não decidi o curso certo. O curso de FTG é muito bom e nos propicia desenvolver um trabalho que a gente gosta e além de ser uma ocupação do nosso tempo”, disse André. Amanda, por sua vez, se identificou com o curso de Ciências Biológicas e também concorda com André sobre a importância de conhecer o ambiente acadêmico e profissional. “A visita foi importante para conhecermos as profissões. Gostei muito de Ciências Biológicas, da área de Genética. O convívio com os jovens e os facilitadores dentro do ProJovem é muito importante para nós. É a primeira vez que venho a uma universidade e foi muito legal”, concluiu a estudante.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  abril 2020  >>
seteququsedo
303112345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930123
45678910