Desde 2007 a FESP apoia o atleta Carlos Alberto Ribeiro em competições de Mountain Bike. A parceria começou com ele e depois se estendeu a outros esportistas, que formaram uma equipe dedicada a competir em diversos campeonatos no Brasil.

“Levei a proposta para e FESP porque já tinha percebido que a Fundação incentivava muito a prática esportiva. Sugeri a formação da equipe, que a princípio era somente eu e, com o decorrer dos anos, entraram novos atletas. Hoje em dia é muito difícil ver empresas patrocinando outro esporte que não seja o futebol, e a FESP é pioneira nesse quesito aqui na região. Depois que a FESP entrou no Mountain Bike, com apoio a atletas e com a promoção de competições, triplicou a quantidade de praticantes da modalidade. Com certeza este foi um marco no nosso esporte”, conta Carlos.

O atleta participou de competições em níveis regional, estadual e nacional, sendo Campeão Brasileiro Master em 2011 e Vice Campeão Brasileiro Master em nas edições de 2008, 2009, 2010, 2012 e 2013. Além disso, Carlos esteve no pódio de todas as etapas da Copa Internacional MTB desde 2007.

De acordo com Carlos, os bons resultados se justificam pela dedicação nos treinamentos e pela responsabilidade e seriedade com que trata o esporte, acabando por ser um exemplo a ser seguido. “Acredito que somente duas coisas mudaram o Brasil: educação e o esporte. A FESP faz as duas coisas. Nos esportes individuais você tem que se dedicar muito nos treinamento, alimentação e descanso. Se o jovem estiver praticando uma atividade física de nível competitivo, com certeza não terá tempo para fazer coisas erradas”, avalia.

A parceria com o competidor continua e nos seus próximos planos estão as 4 etapas da Copa Internacional de MTB. A primeira delas será realizada em Araxá (MG), no próximo dia 21. Na agenda ainda estão: o Campeonato Panamericano de MTB, que acontecera em Barbacena (MG) no dia 28 de março; o Campeonato Brasileiro XCO em julho; o Campeonato Brasileiro de Maratona em setembro; e a prova tradicional de XCO que a FESP organiza todos os anos.

“A FESP é fundamental para que eu possa participar das competições em todo Brasil, pois ela me dá suporte para que eu possa me dedicar mais aos treinos, e também cobre os custos de viagem, alimentação e inscrição nas competições. Estou preparado e espero fazer um bom trabalho neste ano”, finaliza.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



O aluno do Curso de Engenharia Ambiental, Eridano Valim dos Santos Maia, retornou à FESP no dia 10 de fevereiro de 2014, após intercâmbio do Programa Ciência sem Fronteiras nos Estados Unidos. O estudante esteve participando do programa no exterior durante 1 ano e 6 meses desenvolvendo graduação, na Universidade americana, Bowling Green State University, na cidade de Bowling Green - Ohio. O período de estudo acadêmico foi de agosto - 2012 a fevereiro - 2014. 

Antes de retornar ao país, no dia 01 de fevereiro de 2013, Eridano participou de uma reunião com o embaixador brasileiro, Mauro Vieira, na cidade de Columbus, capital de Ohio, em Ohio State University, representando os alunos brasileiros do programa Ciência sem Fronteiras.  Durante a reunião argumentaram o quanto seria importante à participação do embaixador brasileiro em Bowling Green State University para que através de palestras e workshop pudesse despertar o interesse dos alunos americanos em conhecerem melhor a cultura brasileira, e assim aumentar o fluxo de jovens americanos vindo estudar nas universidades brasileiras. 

Estiveram presentes na embaixada Mauro Vieira, embaixador do Brasil na cidade de Columbus - Ohio, a Dra. Marcia Salazar-Valentine, Diretora executiva do Departamento de Alunos Internacionais em Bowling Green State University (Executive Director at Bowling Green State University's Continuing & Extended Education da Bowling Green State University), o aluno do Programa Ciência sem Fronteiras, Eridano Valim dos Santos Maia, a aluna de mestrado, Ana Clara Martins e Rafael Tosti, Segundo Secretário do Setor Cultural e Educacional.

A embaixada brasileira, Embassy of Brazil in Washington, DC, em Washington publicou em sua rede social (fanpage) o encontro - confira a publicação na íntegra: link (http://migre.me/hPtKs).

A coordenadora do Programa Ciências sem Fronteiras na FESP, Marisa da Silva Lemos pode avaliar o perfil do aluno que saiu da FESP a quase dois anos atrás e o aluno que voltou. “São duas pessoas. A pessoa que voltou está mais consciente de sua posição no mundo que vive. Seus estudos foram na área ambiental e ele traz na sua bagagem não só conhecimentos específicos, mas, também para sua formação geral no que se refere a comportamento e maneira de atuar diante de problemas e tomadas de decisão. O que ele adquiriu é realmente o que o mercado procura em um profissional de alto nível; conhecimento técnico aliado a competências de um líder. A FESP deseja ao Eridano muito sucesso na sua vida profissional e acredita que seu esforço de passar por esta experiência no exterior vai ser reconhecido na sua vida futura.”

A Fundação de Ensino Superior de Passos informa que já retornaram do exterior 4 alunos que participaram do Programa Ciência sem Fronteiras, 7 estão realizando o intercâmbio de graduação e em 2014 a instituição enviará  2 alunos no primeiro semestre (maio/2014) e outros 2 já estão aprovados e homologados para intercâmbio previsto para o segundo semestre em agosto de 2014.

Eridano afirma que “participar do programa ‘Ciência sem Fronteiras’ foi além da realização de um sonho, um grande aprendizado com resultados que fogem muito da expectativa de aprender uma segunda língua. Através do intercâmbio em uma universidade americana, eu pude vivenciar e conhecer um pouco da cultura de diversos países. Aprendi a lidar com as diferenças que encontramos no dia a dia e aumentei a minha percepção para com os diferentes problemas globais que enfrentamos hoje no mundo. Aprendi que um bom dia, com licença ou obrigado nunca são demais mesmo que tenham que ser ditas diversas vezes ao dia. Abrir a porta para quem está vindo atrás nunca foi tão comum, e a cada sorriso ou palavra de agradecimento as forças são renovadas para uma próxima porta que irá se abrir”.

“Tendo em vista que o programa “Ciência sem Fronteiras” visa o engrandecimento pessoal, acadêmico e profissional do aluno participante, posso garantir sem sombra de dúvidas que minha missão no programa foi cumprida. A participação em um programa de intercâmbio fez com que eu exercitasse algumas das qualidades mais buscadas em um profissional nos dias de hoje sendo uma boa comunicação, trabalho em equipe, resolução de problemas e liderança. Fui para os Estados Unidos com a expectativa de aprender uma segunda língua, porém após 16 meses vejo que a transformação foi muito maior. Uma experiência imensurável e inigualável, uma viagem sem fim, com lembranças e aprendizados que me faz hoje um homem, amigo, filho e profissional muito melhor do que antes”.

A Coordenação de Pesquisa e Extensão da FESP – CPEX é responsável pelo Programa Ciência sem Fronteiras na instituição e conta com a assessoria institucional do funcionário da CPEX o Jornalista, Étory Zaghi, para acompanhar os alunos neste processo.  

Os interessados em se candidatar nos editais do programa deverão entrar em contato com a CPEX para auxiliá-los no processo de candidatura. Local: Rua Doutor Carvalho, nº1147 – Bairro: Belo Horizonte / Passos - Telefones para contato: CPEX: (35) 3529 – 6033 \ (35) 9811 – 8085.

TEXTO ESCRITO POR: COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO DA FESP – CPEX




Os alunos do 1º período do curso de Ciências Biológicas da FESP receberam na última terça-feira (04) o ex-aluno Fábio Gonçalves de Lima Oliveira - graduado em 2010 pela Fundação - para uma palestra agendada pela professora Odila Rigolin de Sá, coordenadora do curso.

O Egresso concluiu recentemente seu Mestrado em  Entomologia no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), localizado em Manaus (AM), e começa em breve o Doutorado na USP de Ribeirão Preto (SP), também na área de Entomologia. Fábio foi aprovado, em ambos os processos seletivos, em primeiro lugar e que teve na FESP a base para trilhar esse caminho de desafios e sucesso. “Entrei na FESP em 2007 e estou satisfeito com a graduação que fiz. Na maioria das minhas demandas, a FESP tem dado suporte através do empenho e iniciativa do corpo docente”, defendeu.

Os calouros de Ciências Biológicas tiveram na palestra a oportunidade de saber sobre as pesquisas desenvolvidas pelo entomólogo, que trabalha com animais pouco conhecidos: os colêmbolos, invertebrados que habitam a superfície do solo. “Este foi o tema da palestra. No entanto, aproveitei a exposição para falar sobre minhas experiências na pesquisa ao longo da graduação aqui na FESP, durante o mestrado, e as expectativas para o Doutorado” contou Fábio que demonstrou satisfação em estar de volta à Fundação. “Me senti bem! Acho que é gratificante você retornar à sua instituição de formação, dividir sua vida e também dar um retorno aos docentes com quem você muito aprendeu. Espero que tenham absorvido a mensagem de uma forma positiva”.

Carreira Acadêmica

Fábio é Mestre em Entomologia (ciência que estuda os insetos) pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, onde foi vinculado ao laboratório de "Biologia, Sistemática e Ecologia da Fauna do Solo". Segundo o especialista, este laboratório tem como principal objetivo conhecer a biodiversidade destes animais (colêmbolos) que vivem numa região superficial do solo, pouco acessada nas florestas. Posteriormente, o conhecimento alcançado é utilizado para conservar os demais ambientes das florestas amazônicas.

Casal de colêmbolos da ordem Symphypleona (Classe Collembola)“Trabalhei com a ecologia de uns animais minúsculos denominados colêmbolos (da classe Collembola). Trata-se de animais distribuídos por todo o mundo, mas que devido seus tamanhos e ambientes que habitam são pouco conhecidos. Como estes animais são extremamente sensíveis às mudanças no meio circundante, configuram-se como importantes ferramentas para prever e diagnosticar impactos em consequência da interferência humana. Assim, o principal objetivo alcançado foi ter localizado alguns dos fatores responsáveis por ditar a distribuição de uma comunidade de espécies de colêmbolos sobre a superfície do solo. Possivelmente, estes resultados serão aplicados em estudos de Conservação Ambiental. No Doutorado irei desenvolver um estudo que torne a identidade destas espécies conhecida. Para isso investigarei a fauna de solo de cada estado e domínio fitogeográfico do Brasil. Posteriormente irei descrever as espécies novas que eu encontrar”, explica.

A partir de suas experiências e novos conhecimentos que serão adquiridos, o quase doutorando pretende se firmar cada fez mais no cenário da pesquisa brasileira. 

“Pretendo me tornar um bom profissional atuante. Em relação à carreira acadêmcia, vejo por um ângulo positivo, acredito que estou no caminho certo. No entanto, ainda há muito chão para ser percorrido. Mas quem está reclamando? Eu gosto de desafios!”, comenta.

Fábio incentiva que os alunos da FESP busquem novos horizontes, já que a Fundação - segundo ele, especialmente a partir do corpo docente - oferece apoio para que conquistem cada vez mais espaço no universo acadêmico e mercado de trabalho. “A partir da minha ida para o INPA, considero que a melhor experiência e o que me trouxe a maior evolução humana foi ter saído da zona de conforto em que eu estava aqui em Passos. Isso é muito válido”, deixou o recado.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Na última quinta-feira (05), a FESP recebeu a estreia da nova produção da Trupe Ventania de Teatro, sob o comando de Maurílio Romão, o "Auto da Folia: Jesus, José e Maria", espetáculo popular, musical e regional, que segue o modelo dos autos medievais de teatro nos adros das igrejas.

A praça em frente ao prédio principal da Fundação acolheu o público que se emocionou com o nascimento de Cristo redesenhado pelo olhar do Congado, da Companhia de Reis e de Pastores, ideia nascida no seio da memória afetiva e do imaginário poético de tradições comuns desta terra. “Sempre ouvi o Congo chegando, os ternos louvando e isso sempre me fascinou”, conta Romão.

Veio de lá dos tempos médios a essência fundamental do itinerante e a Kombi da Trupe vem completar o conceito do “Auto da Folia”. Preenchido de cores, acordes, vozes e teatralidade afiados. Outros nove espaços da cidade receberão o espetáculo neste dezembro, incluindo Igrejas, a Avenida da Moda e Palácio da Cultura. Tantas datas dispostas no intuito de dar a chance à população de ver o estandarte carregado pelo “Auto da Folia” em homenagem póstuma ao Senhor Jerônimo dos Santos, Capitão do Terno da Coroa do Menino Jesus, grande motivo de exaltação da cultura popular em Passos. Para o diretor, significa um renascimento, aos olhos dessa nova geração, de uma tradição de mais de 150 anos. “Um pertencimento que está entranhado em nossa antropologia social. Temos que restaurar a alegria dessas manifestações populares e espontâneas”.

A peça é de personagens que não seguem um padrão naturalista e que, na rua, ganham multi dimensão, sendo mais exagerados, ora caricatos, ora ultrarromânticos. Apesar de seguir textos bíblicos, a dramaturgia viaja na contemporaneidade e ultrapassa a linha do tempo.   Depois de cinco meses de trabalho esmerado com oficinas de canto, instrumento e interpretação, a Trupe Ventania ganha as ruas e a plateia leva pra casa essa energia e beleza das serestas, louvores de reis e batidas de congo dentro de uma atmosfera lúdica, que dá um tom especial ao nascimento do menino Deus.

No elenco estão Juliana Mota, Thales Di Carmo, Valdony Amorim, Paulo Cardoso, Maria Beatriz Oliveira, Nelma Silva, Pedrão Dias, Talles Fraga, Rodrigo Oliveira, Guilherme Gomes, Lui Freitas, Thiago Rodrigues, Maria Angélica Freire e Viviane Di Marco. Os figurinos são de Luciana Silva e Clau Ribeiro e adereços de Viviane Di Marco, Thales Di Carmo, Valdony Amorim e Thiago Rodrigues. Os arranjos foram preparados por Talles Fraga que também fez a preparação vocal junto de Viviane Di Marco. A maquiagem é de Thales Di Carmo. O backstage a cargo de Fernanda Menezes e o designer gráfico é Allan Aldebram. Produção interna de Lucas Eduardo e Kívia Oliveira, também consultora em comunicação. Produção executiva realizada por Isabella Vieira e Vânia Ságio. Encenação, cenário, dramaturgia e direção de Maurílio Romão.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG


Representantes projeto Passos Futsal Feminino e o professor do curso de Educação Física da FESP, Vicente de Paulo Campeiz, estiveram no Conselho Curador da Fundação para agradecerem o apoio concedido pelo presidente Fabio Kallas.

Durante a visita as estudantes e atletas trouxeram alguns dos troféus conquistados nas últimas competições, incluindo a Taça Eptv/Sesi de 2012 (Terceiro Lugar), 2011(Vice Campeã), 2010 (Terceiro Lugar) e 2009; da Liga Sul mineira nas categorias adulto e sub 17 de 2011, 2012 e 2013, quando foram seguidamente campeãs; da Copa Regional Itaú de Minas, na categoria sub 15 deste ano, onde também foram campeãs; além dos troféus dos Jogos da Juventude (Jojuninho) 2013 e Campeonato Mineiro sub 17 em 2013.

Na equipe estão jovens de Passos e região, distribuídas em categorias sub 12 até a adulto. A FESP oferece transporte e alimentação às atletas em algumas competições. “Extremamente importante este apoio, pois muitas das vezes são estas despesas que inviabilizam a nossa participação nestes eventos, e aí a FESP entra com a sua ajuda e possibilita a nossa participação. As meninas enxergam o esporte como uma prática importante para a melhora da saúde delas e também como uma possibilidade de conseguir bons estudos, como bolsa em escolas e faculdades, viagens para competições e novas amizades. Agradeço muito ao professor Fábio Kallas pelo apoio ao nosso projeto, e também agradeço à coordenadora do curso de Educação Física, professora Cláudia Arouca, que sempre se mostrou solícita em nos ajudar”, declarou o responsável Vicente Campeiz.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  março 2020  >>
seteququsedo
2425262728291
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
303112345