Mais um Festival de Interpretação de Poesia, realizado pela FESP por meio das coordenadoras da UNABEM, acontece nesta sexta-feira a partir das 19h, no Bloco 08 da Fundação, localizado na Rua dos Funcionários, 388. Serão 18 representantes do Ensino Fundamental e Médio de escolas da cidade interpretando poesias de diversos autores brasileiros e portugueses.

De acordo com uma das organizadoras do evento, Sílvia Maria Oliveira Soares Maia, a iniciativa vem para despertar nos alunos o interesse pela poesia bem como incentivar o desenvolvimento da leitura oral, com foco na interpretação de texto. “Além disso, divulgamos a obra de grandes autores da nossa língua, valorizando a nossa cultura. É lindo ver as poesias sendo interpretadas pelos jovens alunos”, justificou a professora.

A professora também conta que a participação da escola junto ao seu representante traz uma emoção a mais para o concurso, que é competitivo, aumentando a expectativa em relação ao resultado final. “A torcida dos colégios que é um show particular que deixa a competição sadia. A cada ano as expectativas são maiores porque sentimos o crescimento dos alunos e o entusiasmo dos professores que os ensaiam. Temos sempre uma surpresa agradável”, disse Sílvia.

Dentre os autores estão Vinícius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade, Machado de Assis, Cecília Meireles, Cora Coralina e tantos outros. Os 9 jurados - professores, estudantes, formadores de opinião e profissionais envolvidos com arte e cultura na cidade – darão suas notas para as interpretações e os três primeiros colocados, tanto do Ensino Fundamental quanto do Médio, serão premiados em dinheiro. A entrada é gratuita e toda comunidade está convidada a assistir.

Confira abaixo a lista dos participantes:

Ensino Fundamental

1. E.E. Jair Santos - Castro Alves (As três irmãs do poeta) - Ana Carolina de Oliveira Melo

2. Colégio Objetivo - Elias José (O jogo da fantasia) - Lucas José de Souza Lopes

3. E.E. Polivalente - Patativa do Assaré (Eu quero) - Felipe da Silva Gonçalves

4. Colégio Del Rey - João Cabral de Melo Neto (Os três mal-amados) Luana Maria Amaral Cherain

5. E. E. N. S. da Penha - Cecília Meireles (Canção) - Isabella Cristina G. de Souza

6. Colégio Tiradentes - Mário Quintana (Se eu fosse um padre) - Jean Bruno Carvalho

7. E. M. Amélia Jabace - José Paulo Paes (Gato da China) - Gabriel da Silva Vilela.

8. E.E. Caetano Machado - Angélica Freitas (Família vende tudo) - Thais Marques Astolpho

9. Colégio Imaculada Conceição - Cora Coralina (Humildade) - Luma Pimenta Soares Maia

10. E.E. São José - Manoel de Barros (Árvore) - Tais Andrade Garcia

Ensino Médio

1. Colégio Imaculada Conceição - Arnaldo Jabor (Eu te amo não diz tudo) - Maria Paula Brasileiro Piassi 

2. E.E. Polivalente - Vinicius de Moraes (Pátria Minha) - Renata Cristiane Santos

3. Colégio Del Rey - Manoel Bandeira (Poética) - Lucas Ribeiro Fernandes

4. E. E. N. S. da Penha - Carlos Drummond de Andrade (E agora, José?) - Vinícius Ferreira Paterno

5. Colégio Tiradentes - Machado de Assis (Os dois horizontes, dois horizontes fecham a vida) - Gabriela Maria Torres Zambuzi

6. E.E. Caetano Machado - Gonçalves Dias (Seus olhos) - Cintia Maria Santos 

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



A Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) e o 12º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais (BPM-MG) promovem nesta sexta-feira (14) a terceira edição do Festival Hip Hop da Paz, um concurso de rap, dança de rua e grafite, que propõe a valorização das manifestações artísticas do movimento cultural em Passos e região. As apresentações serão hoje, a partir das 19h, na quadra do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), localizado à Rua Doutor Carvalho, 1395, com entrada franca. 

O Festival de Hip Hop da Paz nasceu da necessidade de se incentivar a expressão artística das periferias e de aproximar a população da Polícia Militar Comunitária e também do ambiente acadêmico da FESP. Desde que começou, em 2011, o festival ganhou espaço e neste ano terá a participação de várias outras cidades, entre elas: Monte Santo de Minas, Franca, São João Batista do Glória, Alpinópolis, Itaú de Minas e Três Corações. 

O presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas, ressalta que a ação conjunta entre a FESP e a PMMG tem como objetivo maior promover a valorização artística de todos os  grupos sociais. “Nossa intenção é fazer a inclusão social através da arte e da educação, é e aumentar a autoestima dos jovens, através da arte e, é claro, descobrir talentos neste movimento cultural que ainda é muito discriminado”, avalia o presidente da FESP. 

O evento é mais um dos festivais culturais da FESP, coordenados pelas professoras Leila Maria Suhadolnik Oliveira de Pádua Andrade e Silvia Maria Oliveira Soares Maia. “O Hip Hop é um movimento lindo, muito rico em criatividade e expressão de jovens que muitas vezes não tem espaço para divulgação de todo esse talento. Nosso objetivo com este festival é criar este espaço para que mais pessoas conheçam esses talentos que estão por aí, escondidos” avalia a professora Silvia. 

O III Festival de Hip Hop terá 13 apresentações divididas entre música e dança e, paralelamente, serão feitos os painéis em grafite. Todo o evento será registrado em vídeo pelo Departamento de Comunicação da FESP, que vai produzir um DVD do Festival de Hip Hop. A produção é realizada desde a primeira edição do evento, com o objetivo de ajudar a divulgar os talentos do movimento do Hip Hop na região. 

Prêmios

Todos os grupos candidatos receberão um troféu de participação e os três primeiros colocados das categorias de dança e música vão receber: uma caixa de som USB, para o 1° lugar; um Mini System, para o 2º lugar e um MP4 para o 3º lugar. Na categoria grafite os prêmios são: um Mini System para o 1º colocado e 05 cópias do DVD do Festival para o segundo. 

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Aconteceram, no último sábado (27), as primeiras oficinas teóricas do Festival de Vídeo Selton Mello FESP, realizado pelos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Fundação de Ensino Superior de Passos. Esta é a quinta edição do festival que já integra o calendário anual de eventos da FESP.

Com a nova possibilidade da participação de mais de uma equipe de estudantes por escola inscrita, mais de 30 alunos estiveram presentes na oficina de abertura do Festival discutindo suas ideias, aprofundando conceitos e tirando dúvidas acerca da área que abrange o audiovisual.

Tido como uma oportunidade de aproximar os alunos das escolas de ensino médio dos cursos da fundação, promovendo uma experiência de aprendizado diferente, o evento é popular entre os estudantes das escolas de Passos e este ano dá início às suas atividades com uma motivação extra: a conquista do primeiro lugar na Mostra Nacional do IV Festival Internacional Estudantil de Cinema de Barra do Piraí (RJ) alcançada pelo curta “O Anel”, produção feita por alunos da Escola Estadual São José para o Festival de Vídeo Selton Mello FESP.

No primeiro dia de trabalho os estudantes tiveram oficinas de Processo Criativo, Roteiro e Produção, ministradas pelos coordenadores do Festival, os professores Diovany Resende Rodrigues, Paulo Henrique Baldan Vallim e Diego Vasconcelos, respectivamente.

Além das exposições, foram exibidos os curtas “Dead Line” e “Gugu” - em homenagem ao artista passense Gustavo José Lemos (falecido em 2011) - produzidos pelos coordenadores do Festival de Vídeo Selton Mello FESP em edições anteriores.

Os vídeos desta edição serão exibidos durante a Mostra Competitiva do Festival, que terá início no dia 1º de Agosto. Até lá os alunos continuarão tendo oficinas teóricas, que os deixarão preparados para produzirem e editarem inteiramente os curtas com seus próprios equipamentos e recursos.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG

Veja as fotos na Galeria de Imagens da FESP. CLIQUE AQUI.



O presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas, entregou o prêmio de melhor curta estudantil para os alunos e professores da Escola São José. A produção “O Anel”, feita para o Festival Selton Mello de Vídeo da FESP, realizado em 2011 foi vencedor da Mostra Nacional do IV Festival Internacional Estudantil de Cinema de Barra do Piraí (RJ). Os alunos responsáveis pelo vídeo receberam troféu e cheque no valor de dois mil reais.  

Durante a cerimônia, na qual estiveram presentes os coordenadores do Festival Selton Mello de Vídeo FESP, Paulo Henrique Baldan Vallim e Diovany Resende Rodrigues, o presidente Fabio Kallas felicitou a conquista dos estudantes e ressaltou que a FESP desenvolve seus projetos com o objetivo de estreitar os caminhos entre ensino básico e superior, além de difundir a cultura e a educação fora do ambiente fechado das escolas. “A prática ensina muito e é bom destacar que a qualidade das produções feitas aqui tem sido extraordinária. Isso mostra que temos talentos nas nossas escolas e que somos competitivos. A Escola São José merece os parabéns por mostrar para nós que o talento está espalhado e nós precisamos oportunizar para que cresçam”, declarou Fabio.

O diretor da Escola Estadual São José, professor Fabiano Amorim Costa orienta projetos para o Festival Selton Mello de Vídeo da FESP desde sua primeira edição e afirmou que o festival, incentiva à criatividade abrindo horizontes para os alunos. “É muito bom porque os alunos podem sair da rotina da sala de aula, despertam para novas possibilidades, como seguir uma carreira profissional como cineasta, por exemplo. Nós da escola estamos muito orgulhosos. Este prêmio é muito importante e traz reconhecimento para o trabalho dos nossos estudantes”, afirmou.

Orgulho também foi o que sentiu o estudante Jean Maia, que dirigiu e produziu o curta “O Anel”. De acordo com Jean o prêmio foi uma surpresa recebida com muito entusiasmo.  “Comemoramos com muita emoção. Queremos que isso fique como um exemplo para a galera que está vindo agora. Que este prêmio seja um incentivo para os estudantes que vão participar do Festival Selton Mello de Vídeo em 2013, para eles saberem que tem coisas além do português e da matemática que tem na sala de aula”, reforçou Jean.

Os colegas Crislei Henrique Guimarães Silva e Jean Lucas, integrantes da equipe que produziu o vídeo vencedor também estavam orgulhosos. Crislei disse que a repercussão do prêmio é grande e que é um combustível para continuar a busca pelos seus sonhos. Jean Lucas manifestou sua gratidão pela Escola São José e deixou um recado para os atuais participantes do Festival Selton Mello de Vídeo. “Tentem, usem a criatividade e mostrem que Passos tem talento e potencial para cativar e conquistar as pessoas por meio do audiovisual”, incentivou orgulhoso.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG

Veja as fotos na Galeria de Imagens da FESP. CLIQUE AQUI.



A nona edição do Festival de Interpretação de Música Popular Brasileira – Canta FESP acontece na próxima sexta-feira, dia 26, no CIRE (Centro Integrado de Recreação e Esportes). O evento realizado anualmente pela Fundação de Ensino Superior de Passos terá início às 19 horas e receberá em seu palco intérpretes de 14 Escolas competindo pelo prêmio principal.

Já tradicional na cidade e região, o Canta FESP tem como objetivo difundir o conhecimento da MPB entre estudantes de escolas de ensino fundamental e médio, da rede pública e privada, contribuindo para o enriquecimento do repertório desse público e também revelar talentos estudantis.

Este ano, mais de 30 estudantes irão apresentar músicas de artistas como Roberto Carlos, Luiz Gonzaga, Belchior, Cazuza e Lulu Santos. O corpo de jurados, composto por pessoas da comunidade com notório conhecimento musical, vai avaliar com notas de 05 a 10 os seguintes critérios: qualidade de voz, afinação, interpretação e presença de palco. 

Serão concedidos prêmios aos sete primeiros colocados e todas as escolas participantes receberão troféus. Além disso, a torcida considerada mais alegre, numerosa, educada e criativa também será premiada com kit de informática e um banner de “Melhor Torcida do IX Festival de Interpretação 2013”.

As professoras Leila Maria Suhaldolnik Oliveira de Andrade e Sílvia Maria Oliveira Soares Maia, organizadoras do Canta FESP, esperam com entusiasmo mais uma edição do Festival que é sempre muito concorrido. “Nós sempre esperamos o melhor porque sabemos que existe uma carência deste tipo de evento na cidade. As escolas que participam têm muito a ganhar já que o objetivo é o incentivo à cultura, à arte, à cidadania, à política. Temos que pensar que a escola é um lugar de aprendizagem do ser humano no seu todo”, declarou Leila Maria Suhaldolnik Oliveira de Andrade.

A entrada para assistir ao Festival de Interpretação é gratuita e, no segundo semestre, a FESP realiza também o Festival de Composição, para canções inéditas. O Projeto Canta FESP é um incentivo à cultura, ao lazer e ao conhecimento da história musical brasileira.

 

Confira as escolas participantes: 

 

Núcleo Dercio Andrade - Educandário Educafro - Proibida pra mim (Zeca Baleiro)

E.M. Jalile Barbosa Calixto - Olhos Coloridos (Sandra de Sá)

Colégio São Francisco - Encontros e Despedidas (Milton Nascimento/Fernando Brant)

Colégio Tiradentes - Ainda Bem (Marisa Monte)

E.E. Júlia Kubitschek - Entre a Serpente e a Estrela (Zé Ramalho)

Colégio Del Rey - Disparada (Geraldo Vandré)

E.E. Caetano M. da Silveira - Meu Erro (Hebert Vianna)

E.E. Abraão Lincoln - Se Você Pensa (Roberto e Erasmo Carlos)

Colégio Objetivo - A Vida do Viajante (Luiz Gonzaga)

E.E. Tancredo Neves - Como Nossos Pais (Belchior)

E.E. Prof. Jair Santos - Malandragem (Cazuza)

E.E. São José - João de Barro (Leandro e Leo)

E.E. D. João VI (Alpinópolis) - Pra Você Guardei o Amor (Nando Reis)

Colégio Imaculada Conceição - Tempos Modernos (Lulu Santos)

 

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  outubro 2020  >>
seteququsedo
2829301234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678