Professora Luciana Ricardino e Professor José de Paula coordenadora do CVT e Saúde e coordenador do CVT de Passos FESP.

O projeto “CVT e Saúde” é uma proposta de utilização da rede para difusão de conhecimento e informação, com palestras, entrevistas e exibição de reportagens produzidas pela equipe do programa de TV FESP em Ação, dirigido pela jornalista Selma Tomé, com a participação de estudantes de jornalismo e de publicidade e propaganda.

Além dos vídeos, foram realizadas videoconferências, mediadas pela jornalista Luciana Ricardino, com professores da FESP e participação de todas as 84 unidades da rede. “É um projeto muito interessante. Foi muito bom que o projeto fosse transmitido para todos os CVTs através da videoconferência, levando conhecimento à maior parte da população”, avalia o coordenador da Central de Projetos da Secretaria Estado Ciência Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Cícero Teixeira.

“O ponto forte do projeto foi a interatividade com a população que é chamada a participar das videoconferências. Estamos todos muito felizes com o resultado do projeto e com o reconhecimento de representar nosso núcleo regional entre os 7 melhores projetos”, avalia a professora Luciana Ricardino.

O coordenador do CVT da FESP, José de Paula Silva ressaltou a importância social do projeto. “A proposta do projeto é de alguma forma contribuir com a quebra do ciclo ‘pobreza-miséria-doença’, cujo CVT pode contribuir levando o mais importante: o conhecimento e o fundamental na participação dos alunos é que isto pode ser incorporado à prática porque podem conhecer uma ferramenta de comunicação importante que é a videoconferência. Para 2012 esperamos que o curso todo possa ser o parceiro através das atividades acadêmicas coordenando as ações e usando o CVT como um laboratório de prática de comunicação”, afirma. O projeto foi apresentado na semana passada, no Festival de Projetos da Rede CVT, em Belo Horizonte. “O Estado de Minas Gerais não sabe do potencial que tem com esta rede dos centros vocacionais tecnológicos que a gente chama de rede CVT. Nós somos a maior rede de CVT do Brasil pronta, preparada e situada em todo o estado”.

Fotos do evento AQUI na Galeria de Imagens da FESP

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Fabio Kallas assina lista de presença de eleição de Conselho Curador da FESP.

A chapa liderada pelo professor Fabio Pimenta Esper Kallas recebeu 87,9 % dos votos válidos da eleição para a escolha dos membros efetivos e suplentes do Conselho Curador da FESP, realizada nesta quinta-feira. A lista sêxtupla formada por Kallas, pelo engenheiro Manoel Reginaldo Ferreira, Vivaldo Silvério de Souza Filho, o professor Mário Gomes de Oliveira e pelos empresários Frank Lemos Freire e Renato Moallem Santiago como efetivos e como suplentes os professores José de Paula Silva, Anderson Jacob Rocha, Tânia Maria Delfraro, Darlan Esper Kallas, o coordenador do setor de atendimento ao estudante da FESP Márcio Antônio Valadão e Maurício Lemos Calixto Filho será encaminhada ao Governador Antônio Anastasia que fará a nomeação dos cargos. Dos 396 votos válidos, 348 foram para a Chapa Qualidade em Educação. “O resultado expressa o que a FESP é hoje, uma escola unida que tem foco o futuro, que entende que o Ensino Superior de qualidade é fundamental para o desenvolvimento da região”, comemora Fabio Pimenta Esper Kallas.

A gestão do presidente do Conselho Curador da FESP e subsecretário de Estado Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Fabio Pimenta Esper Kallas é responsável por notável crescimento e transformação da Fundação de Ensino Superior de Passos.

Desde que assumiu o cargo pela primeira vez, em 2004, a instituição triplicou o seu patrimônio e está se consolidando como uma referência em Ensino Superior. Segundo o coordenador do Departamento Contábil da FESP, Benedito Régis Teodoro, o patrimônio da FESP naquele ano era de R$ 6.831.209,00 e ao fim de 2010 este valor subiu para R$ 22.459.283,00. “Foi um crescimento de pelo menos 328%”, afirma.

Os bens em comodato também aumentaram em mais de 800%, um reflexo do crescimento do número de projetos de pesquisa e extensão que recebem recursos públicos e também da influência política da atual gestão, que possibilitou a captação de recursos de emendas parlamentares. “Este número subiu consideravelmente de R$ 115.501,95 em 2004, para R$ 957.064,83, ao fim do exercício de 2010, recursos públicos para aquisição de veículos, equipamentos, investimento em infra-estrutura de laboratórios, sempre para a execução de projetos acadêmicos”, explica o contador. Segundo ele, esses bens ficam à disposição da FESP e ao fim de cinco anos podem passar a incorporar o patrimônio da fundação através de doação.

A atuação do professor chamou a atenção do Governo do Estado e sua nomeação para a subsecretaria de Ensino Superior colocou a Fesp à frente do histórico processo de estadualização das unidades associadas à UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais), que está na agenda do governador Antônio Anastasia para ser concluído no ano de 2014.

Agradecimento

A aprovação também entre funcionários e professores resultou em 87,9 % dos votos válidos na eleição do conselho curador. “Estamos orgulhosos com o índice de participação e de aprovação. Agradeço o apoio, esforço e dedicação de cada um da comunidade FESP, tenho certeza de que colocaremos todos os nossos grandes projetos viabilizados e juntos conseguiremos alcançar este grande desafio de alavancar o desenvolvimento de nossa cidade e região através da Educação Superior de qualidade. A FESP cresceu extraordinariamente nos últimos anos, não só em estrutura, mas também no número de alunos e em geração de emprego. Vamos dar continuidade a este processo para que em breve possamos comemorar a aprovação de cursos importantes como engenharia de alimentos e mecânica, além do esperado curso de Medicina e dois mestrados. Em dezembro, vamos lançar as obras do novo Campus que terá três prédios com 24 salas cada um para preparar toda nossa estrutura para a tão sonhada estadualização”, afirma Fabio Pimenta Esper Kallas.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Começa nesta segunda-feira (24) o maior evento científico de Passos e região, o I FESP INOVA promovido pela Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) com o apoio do SINRURAL (Sindicato dos Produtores Rurais de Passos), Jornal Folha da Manhã e Revista FOCO. Até o dia 28 de outubro serão realizados diversos eventos que discutirão Ciência e Tecnologia na busca pelo desenvolvimento sustentável marcando a participação da FESP na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia que acontece em todo o Brasil.

Pesquisadores, docentes, estudantes e toda a comunidade poderão conhecer os projetos da FESP que podem contribuir para o desenvolvimento regional, em uma oportunidade para troca de experiência e conhecimento.

“Nós temos a expectativa de que a FESP estará a partir desse momento criando um ambiente de discussão e apresentação dos projetos de pesquisa e extensão que irão dar condições à construção de um novo tempo em nossa região”, afirma o presidente do Conselho Curador da FESP e subsecretário de Ensino Superior de Minas Gerais, professor Fabio Pimenta Esper Kallas.

O evento será aberto pelo subsecretário do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Arquimedes Ciloni que ministrará a palestra "Estratégia Nacional em Ciência, Tecnologia e Inovação", às 20h30 no Espaço Tropeiro, no Parque de Exposições Adolpho Coelho Lemos, que será palco de grande parte das atividades do FESP INOVA.

Conforme o diretor do Núcleo Acadêmico de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão, professor Eduardo Goulart Collares o grande diferencial é a integração de diversos eventos a serem realizados num mesmo período atraindo um público maior. “Até então, os eventos acadêmicos da FESP estavam disseminados por todo o ano letivo. Com a reunião dos eventos no FESP INOVA, poderemos dar maior visibilidade a cada um deles e atrair um novo público, ou seja, composto não somente por especialistas de cada área, mas por toda a comunidade regional”, destacou Collares.

Entre as semanas universitárias dos cursos da FESP estão as Semanas do Serviço Social, Jurídica, de Administração de Empresas e Ciências Contábeis, da Comunicação e da Engenharia.

Pesquisa e extensão

O 1º Seminário de Pesquisa e Extensão é um dos eventos mais esperados do FESP INOVA. A FESP conquistou um avanço significativo em pesquisa científica e atividades de extensão universitária, com grandes contribuições para a ciência e para o desenvolvimento regional. “O seminário será uma grande oportunidade de mostrarmos parte desse trabalho. Serão apresentados os nossos principais laboratórios e linhas de pesquisa, bem como projetos desenvolvidos nas áreas da saúde, humanas, sociais, exatas e engenharia”, informou.

O II Congresso de Ecologia do Sudoeste Mineiro, evento bianual da FESP, promovido pelo curso de Ciências Biológicas também faz parte do rol de atividades do FESP INOVA e é direcionado a profissionais e estudantes que atuam na área ambiental e áreas afins. Nesta oportunidade será lançado o livro “Bacia Hidrográfica: Estudos do Rio Grande, no Sudoeste de Minas Gerais – Brasil”, com estudos realizados entre os anos 2000 e 2010.

A III Semana de Ciência e Tecnologia do Centro de Ciências da FESP/UEMG também é outro destaque com o objetivo de unir estudantes, professores e a população na disseminação da ciência como algo mais atrativo e popular entre a comunidade e para todas as idades. As atividades propostas estimulam a criatividade e o envolvimento estudantil. Todos os estudantes do ensino fundamental e médio da região estão convidados a participar. “Além de oferecer atividades extracurriculares de qualidade para os nossos alunos, será uma grande oportunidade de chamarmos a comunidade de Passos e região para se ‘conectar’, junto conosco, aos conhecimentos inovadores dos grandes especialistas que estarão presentes em Passos, conclui Collares.

Confira os eventos do 1º FESP INOVA

1º Seminário de Pesquisa e Extensão da FESP
3ª Semana de Ciência e Tecnologia de Passos
2º Congresso de Ecologia do Sudoeste Mineiro
10ª Semana do Serviço Social
17ª Semana Jurídica
9ª Semana Universitária de Administração de Empresas e Ciências Contábeis
7ª Semana da Comunicação
34ª Semana da Engenharia

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



A Fundação de Ensino Superior de Passos e a Folha da Manha promoveram nesta quinta-feira a noite de homenagens do projeto Projeto Professor Nota A. Professores de todas as escolas públicas e particulares de Passos, além de representantes de todos os cursos da FESP foram homenageados.

“O professor é o responsável pela formação de nossos profissionais e acima de tudo dos cidadãos que têm o poder de transformar a realidade de nosso país”, disse o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas.

O evento está em sua terceira edição e é organizado pelas professoras Leila Maria Suhadolnik Pádua Andrade e Sílvia Maria Oliveira Soares Maia.

Os professores homenageados foram escolhidos pelas escolas e coordenadores de cursos da FESP, com critérios próprios. Todas as escolas de Passos foram convidadas para participar.

O evento emocionou o público e contou com a participação dos vencedores dos festivais promovidos pela FESP. Interpretação de música, poesia além da animação dos dançarinos e compositores do Festival de Hip Hop, com suas criativas performances. O aluno Vinícius Freitas Oliveira do terceiro ano do ensino médio do Colégio Tiradentes recepcionou os convidados tocando saxofone.

Professores Nota A de 2011

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Professora Maria Carla com a medalha.

A professora Maria Carla Faria Ribeiro, professora da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) e ex-diretora pedagógica do Colégio Tiradentes da Polícia Militar (CTPM) recebeu uma homenagem no dia, em virtude do trabalho desempenhado durante anos à frente desta instituição.

A professora Carla foi agraciada com a maior comenda da Polícia Militar, a Medalha Alferes Tiradentes. A solenidade aconteceu em Poços de Caldas durante o aniversário da Policía Militar na 18ª RPM, no mês de junho.

“O diretor escolar deve ter predisposição para trabalho coletivo, ser articulador e mediador dos segmentos internos e externos. O diretor deve ser uma pessoa que abra o diálogo com os diferentes grupos existentes tanto dentro da escola como fora dela, buscando a maior interação possível com esses grupos em favor do desenvolvimento de sua escola. Os policiais militares do 12º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais (BPM-MG), funcionários do CTPM, membros do corpo docente e discente lhe agradecem por tudo que já fez e faz pelo nosso querido CTPM”, diz a mensagem recebida pela professora Carla em nome do 12º BPM.

A professora Maria Carla é licenciada em Pedagogia pela FESP e possui especialização em Didática e Planejamento de Ensino.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  dezembro 2020  >>
seteququsedo
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
45678910