O Subsecretário de Ensino Superior de Minas Gerais e Presidente do Conselho Curador da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG), Professor Fabio Pimenta Esper Kallas, promoveu uma reunião na última quarta-feira (25) com os presidentes de todas as fundações associadas à Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) e com o reitor da UEMG, Professor Dijon de Moraes e a vice-reitora, professora Santuza Abras, para discutir reestruturações ao programa de bolsas PROUEMG. A reunião foi realizada na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, em Belo Horizonte. Entre os assuntos estão a continuidade da bolsa ao longo dos anos da graduação e a distribuição proporcional ao número de alunos de cada fundação.

O PROUEMG é um programa de Bolsas de Estudos do Governo do Estado de Minas Gerais que presta auxílio financeiro para quitação de mensalidades escolares, a alunos comprovadamente carentes e que se enquadrem nas normas e critérios para concessão de bolsas de estudos aprovados pelo Comitê Gestor criado para o programa. No modelo atual do programa o aluno tem que participar anualmente dos editais de seleção, sendo a bolsa adquirida para o período de um ano. A primeira proposta de Fabio Kallas na reunião do dia 25, foi que as bolsas do PROUEMG passassem a ter continuidade, ou seja, o aluno que adquirir a bolsa terá a garantia da continuidade do benefício até o término de sua graduação. Para manter a seriedade do programa, o aluno terá que renovar anualmente a documentação comprovando a carência.

A segunda proposta foi que as bolsas passassem a partir de 2013, a ser divididas ou atribuídas de acordo com o número de alunos de cada fundação. “Por exemplo, a fundação que tiver mil alunos terá o dobro de bolsas daquela que tiver 500 alunos. A maior fundação receberá mais bolsas do que a menor fundação, mas, proporcionalmente, todas elas receberão o mesmo número de bolsa”, explicou Fabio. Para a FESP essa é um grande vitória, pois a instituição é a maior do sistema UEMG e com isso o maior número de bolsas será destinado para Passos. “Foi uma conquista muito importante, pois nós deixamos os critérios subjetivos e passamos para um critério matemático e a FESP então contará em 2013 com o maior número de bolsas do PROUEMG”, disse Fabio.

As proposições foram aprovadas por unanimidade entre os participantes da reunião. As alterações entrarão em vigor em 2013, já que o edital de seleção para a concessão das bolsas precisará ser reformulado com os novos critérios.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



A Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) participou na última terça-feira (17) do Ministério Público Itinerante, promovido pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais. A ação aconteceu na Praça do Rosário, em Passos, das 9 às 17 horas. A FESP participou através dos cursos de Direito, Serviço Social e Enfermagem, com os atendimentos realizados pelo Escritório Escola Jurídico Social e pelo Ambulatório Escola (AMBES), que esteve presente realizando um trabalho de conscientização e esclarecimento sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis e AIDS.

O MP Itinerante é um evento organizado pelo Ministério Público de Minas Gerais e tem por objetivo aproximar o órgão da comunidade. O Escritório Escola realizou atendimento jurídico e social na área de Direito de Família. Os alunos dos cursos de Direito e Serviço Social, com orientação dos professores, fizeram os atendimentos tirando dúvidas e encaminhando os clientes para o Escritório Escola e para o Juizado de Conciliação. Durante a atividade, a população de Passos teve a oportunidade de conhecer melhor todos os serviços que são prestados pelo Escritório Escola da FESP, através de informações e distribuição de folder explicativo.

Essa é a segunda vez que a FESP participa da ação. A primeira foi em 2011. De acordo com a coordenadora do Escritório Escola, Profa. MsC. Liliane Cristina de Oliveira Hespanhol, a participação da FESP em ações de órgãos públicos é uma oportunidade para aproximar a universidade da comunidade e uma forma do aluno ter contato com a realidade social que o cerca. “Levamos os trabalhos realizados no Escritório Escola para conhecimento da sociedade e contribuímos com ações que podem ter benefícios para a vida das pessoas. Para os estudantes é um momento de aprendizado e a FESP aproveita esses momentos para praticar ações de responsabilidade social”, destacou Liliane Hespanhol.

O Ambulatório Escola da FESP, por sua vez, além das orientações sobre DST/AIDS e hepatites, realizou a entrega de preservativos, aferição de pressão arterial e glicemia. Como o MP itinerante teve o foco na família, as orientações do AMBES também foram voltadas para a família como um todo. “Procuramos deixar claro que todos precisam ter consciência da prevenção”, enfatizou a coordenadora do AMBES, Enfª. Cleide Augusta de Queiroz.

Segundo Cleide, o AMBES trabalha com parcerias, sempre que possível, com o intuito de abranger o maior número de pessoas para conscientização. “A nossa intenção está sempre focada em divulgar o trabalho do AMBES e com isso fazer com que os diversos públicos encontrados nessas parcerias tenham conhecimento do trabalho realizado pelo Ambulatório e possam usufruir do seu trabalho. Essas parcerias só fazem estender o trabalho que é realizado continuamente pelo AMBES”, acrescentou Cleide.

Os alunos do curso de Enfermagem da FESP, orientandos e acompanhados de membros da equipe do AMBES, abordaram os presentes levando conhecimentos sobre a prevenção, transmissão e tratamento das DSTs/AIDS. Foram entregues preservativos, folhetos informativos e na oportunidade foi apresentado o AMBES e os presentes foram convidados a procurar a unidade para realizar os testes de detecção e se cadastrar para retirada de preservativos mensalmente e de forma gratuita. Tanto o Escritório Escola como o AMBES prestam serviços à comunidade. O Escritório Escola Jurídico-Social funciona à Rua Três de Maio, 33 (Centro) e o AMBES à Rua Sabará, 164.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Pelo menos 43 municípios participaram ma última quarta-feira (28), de uma videoconferência sobre Hanseníase, promovida pela Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) na rede estadual CVT, Centro Vocacional Tecnológico, criada pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SECTES).
O projeto “CVT e a Saúde, Fesp em Ação na Comunidade” foi criado no ano passado com o objetivo de utilizar o instrumento de inclusão digital para difusão de conhecimento. São apresentados vídeos educativos, produzidos pela equipe do programa de TV Fesp em Ação, do Departamento de Comunicação e Marketing da FESP, com a participação de estudantes de jornalismo e publicidade e da professora e jornalista Luciana Ricardino, responsável pela mediação das participações. Em seguida é aberta a discussão sobre temas de interesse público, em videoconferência, para todas as cidades que integram a rede CVT.
A discussão em videoconferência sobre hanseníase contou com a participação do dermatologista Carlos Alberto Faria Rodrigues, coordenador do Portal da Hanseníase da FESP (www.hanseniase.fespmg.edu.br), professor e médico da Superintendência Regional de Passos, da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).  Carlos Alberto Faria Rodrigues é uma das maiores referências brasileiras em Hanseníase e respondeu dúvidas de profissionais da saúde, estudantes e comunidade em geral das 43 cidades conectadas pelo CVT.
Durante a videoconferência, o dermatologista apresentou o Portal da Hanseníase, uma ação pioneira realizada pela FESP em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) e um importante instrumento de educação à distância que pode ser utilizado por qualquer pessoa que tenha interesse em se capacitar em prevenção e tratamento da hanseníase.
“A FESP tem colocado a estrutura do nosso CVT, coordenado pelo professor José de Paula Silva, sempre à disposição para ações que levem informações técnicas e de qualidade a esta rede mineira. Hoje são 84 CVTs espalhados por todo o estado que têm a função de democratizar a informação a todo o povo mineiro. Nosso núcleo de Hanseníase, coordenado pelo professor Carlos é reconhecido nacionalmente e tem a missão magnífica de extirpar esta doença tão estigmatizada que é a hanseníase”, afirma o presidente do Conselho Curador da FESP e subsecretário de Ensino Superior de Minas Gerais, Fabio Pimenta Esper Kallas.
O coordenador do CVT de Passos da FESP, José de Paula Silva ficou surpreso com o resultado da videoconferência.  “Quem assiste não imagina os bastidores de uma videoconferência. Felizmente a nossa equipe trabalhou como um relógio, o pessoal na recepção, monitores acompanhando o email com perguntas e o pessoal da SECTES/MG. Vale agradecer aos amigos Cristiano Osório e o Saulo, o pessoal da comunicação que acompanhou a videoconferência e responsável pela divulgação, os alunos, descobrimos o verdadeiro valor da equipe do CVT - FESP – SECTES”.
Segundo a referência técnica em Hanseníase da Superintendência Regional de Saúde de Passos, Maria Ambrosina Cardoso Maia, que também integra o corpo docente da FESP as videoconferências poderão contribuir ainda mais no trabalho de combate à doença. “Este evento é uma iniciativa importante para proporcionar à sociedade conhecimento sobre a doença, estimulando cada vez mais a necessidade de um controle efetivo. Para este controle, é necessário a divulgação de sinais e sintomas da hanseníase para que o diagnóstico  seja feito de maneira precoce”, avalia. Ela ainda ressalta que por apresentar sintomas aparentemente simples e indolores, a Hanseníase pode ser totalmente ignorada. “Dar pouca importância às lesões iniciais podem resultar em comprometimento neural mais grave”.
A proposta foi aprovada pelos CVTs que participaram da videoconferência. “A videoconferência foi muitíssimo elogiada pelos participantes do nosso CVT. Participaram conosco médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, além de Agentes Comunitários de Saúde de todas as Unidades que atendem o Programa de Saúde da Família em nosso município”, avaliou a coordenadora do CVT de Coromandel, Pollyane Carla Batista.
“Parabéns pela iniciativa! Convidamos uma escola e o professor de biologia levou 43 estudantes” comentou o coordenador do CVT de Conceição do Mato Dentro, Nilton Luiz.
“Foi um sucesso”, avaliou o engenheiro Cristiano Osório Pereira de Alcântara, Diretor de Tecnologia da SECTES.

CIDADES QUE PARTICIPARAM DA VIDEO EM REDE CVT:

  1. CVT Andradas         
  2. CVT Boa Esperança           
  3. CVT Brasília de Minas
  4. CVT Campina Verde           
  5. CVT Capelinha        
  6. CVT Carmo do Rio Claro
  7. CVT Cláudio
  8. CVT Conceição da Alagoas            
  9. CVT Conceição do Mato Dentro
  10. CVT Coromandel     
  11. CVT Curvelo            
  12. CVT Diamantina
  13. CVT Divinópolis       
  14. CVT Frutal    
  15. CVT Itabira
  16. CVT Itajubá  
  17. CVT Itamonte          
  18. CVT Itanhandu
  19. CVT Iturama            
  20. CVT Jaíba    
  21. CVT Janaúba
  22. CVT João Pinheiro  
  23. CVT Juiz de Fora     
  24. CVT Machado
  25. CVT Manhumirim    
  26. CVT Mariana           
  27. CVT Montalvânia
  28. CVT Monte Santo de Minas            
  29. CVT Muriaé  
  30. CVT Papagaios
  31. CVT Paracatu          
  32. CVT Passos
  33. CVT Pedra Azul
  34. CVT Pirapora           
  35. CVT Pitangui            
  36. CVT Rio Pardo de Minas
  37. CVT Sabará
  38. CVT Salinas
  39. CVT Santa Rita do Sapucaí
  40. CVT Santana do Paraíso
  41. CVT Sete Lagoas – Centro
  42. CVT Sete Lagoas – Universidade
  43. CVT Taiobeiras        
  44. CVT Três Corações
  45. CVT Três Pontas

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



O diretor da Rádio Vida FM, Felipe Mendonça e o consultor de Turismo da FGV (Fundação Getúlio Vargas), Marcelo Henrique de Amorim Abreu, foram os convidados no dia 23 de março para a Visita Institucional promovida pela Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG).

Em cada bloco, Paula Monteiro, Relações Públicas da FESP, fez um detalhamento de todos os cursos ligados à instituição e também os serviços que a FESP presta à comunidade.

A Rádio Vida FM, que é uma grande parceira da FESP, com sua programação de qualidade e bem diversificada, tem levado aos seus ouvintes por meio de um trabalho jornalístico sério e compromissado com a prestação de serviços à população, todo o trabalho que a FESP desenvolve em Passos e região.

Segundo o diretor da rádio, Felipe Medonça, a aproximação com a FESP, que tem como principal objetivo levar um ensino de qualidade formando excelentes profissionais, abre um novo horizonte no cenário da comunicação local.

Felipe destacou a importância do Centro de Ciências junto às escolas e a comunidade. “Conheci excelentes universidades, mas nenhuma oferece tanto interesse em estar próxima e ajudar a comunidade como a FESP”, declarou Mendonça.

Marcelo Henrique de Amorim Abreu, consultor de Turismo da FGV, parabenizou o presidente do Conselho Curador, professor Fabio Pimenta Esper Kallas, pela estrutura que a FESP oferece à população não medindo esforços para realizar investimentos em prol da comunidade local e acadêmica. “A FESP tem surpreendido a cada dia. A iniciativa do projeto para assumir o Parque Emílio Piantino me chamou atenção e mostra que a universidade está realmente preocupada em oferecer o melhor para nossa cidade”, afirmou Amorim.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Foi assinado no final da tarde da última quinta-feira (8), um contrato de financiamento no valor de R$ 7,1 milhões para a construção do Novo Campus da FESP que está sendo erguido nas dependências do CIRE (Centro Integrado de Recreação e Esportes) - localizado no bairro Eldorado. Os recursos foram liberados pelo BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Social através do Banco do Brasil.

O contrato no valor de R$ 7.106.498,00 foi assinado entre o presidente do Conselho Curador da FESP, Professor Fabio Pimenta Esper Kallas, o Chefe do Departamento Financeiro da Faculdade, Mário Gomes de Oliveira e o gerente geral do Banco do Brasil de Passos, Nilton César de Resende. “Estamos vivendo um dia histórico com a assinatura deste contrato. Este é o maior montante já liberado pelo BNDES de uma única vez em Passos. As obras do Novo Campus tiveram início no dia 2 de janeiro e seguem a todo vapor”, disse Fabio entusiasmado.

Segundo ele a obra do campus da FESP é muito importante também para fomentar a economia de Passos, pois gerará emprego e renda. “São quase R$ 10 milhões de reais que estarão movimentando o comércio da nossa cidade. A nossa prioridade será para aquisição de materiais, produtos e serviços oferecidos em Passos”, declarou.

Durante a reunião Fabio Kallas destacou também as parceria com a SUAPI – Superintendência de Administração Prisional e a prefeitura de Passos. “Estamos gerindo estes recursos da melhor maneira possível. Quero agradecer ao prefeito Dr. José Hernani que entendeu nossa necessidade e disponibilizou as máquinas para a terraplenagem do local e a Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais que através da SUAPI disponibilizou presos da cadeia pública de Passos para trabalhar nesta obra. Além de ter a redução de tempo de reclusão, os presos estão aprendendo uma profissão e quando cumprirem suas penas já podem seguir a profissão”, observou.

A dívida será paga no prazo de 20 anos com período de carência para início do pagamento em 18 meses. Pelo contrato, a última prestação do financiamento será quitada no dia 15 de fevereiro de 2022.

Ao todo, estão sendo construídos três prédios equipados com 29 salas de aula cada um, totalizando 87 salas. “Para vocês terem uma idéia do tamanho desta obra, nosso prédio principal na rotatória da Juca Stockler, possui 31 salas. É praticamente o triplo do tamanho do prédio principal”, destacou.

As obras seguem em ritmo acelerado, e pelo cronograma segundo o vice-presidente do Conselho Curador da FESP e responsável pela execução do projeto, o engenheiro civil Manoel Reginaldo Ferreira, o primeiro prédio com 29 salas de aula, estará concluído até fevereiro de 2013.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  dezembro 2020  >>
seteququsedo
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
45678910