Texto: Julia Moraes – Estagiária Assessoria de Comunicação UEMG Passos

No dia 12 de junho, o Ambulatório Escola (AMBES), promoveu o evento Pit Stop do Amor em comemoração ao dia dos Namorados. A atividade foi realizada na Entrada B do Bloco 04, na Avenida da Moda. Quem passou pelo local teve a oportunidade de aferir a pressão arterial, realizar testes rápidos de Hepatite B, Hepatite C e Sífilis, além de receber gratuitamente preservativos masculinos.

Alguns estudantes do curso de Enfermagem e Biomedicina estavam presentes no local realizando a aferição, com a supervisão do Enfermeiro e Professor, Policardo Gonçalves da Silva, e da Docente dos cursos de Enfermagem e Ciências Biológicas Bacharelado, Josely Pinto de Moura.

"É importante divulgar a prevenção e orientar as pessoas para realizarem os testes rápidos, que são medidas preventivas. Aproveitamos o momento para distribuir os preservativos e incentivar o uso deles, principalmente nesta data do Dia dos Namorados", conta a professora Josely Pinto de Moura.

A Coordenadora do Ambulatório, Luana Matos Silva Araújo, fala sobre a realização deste tipo de ação, “o objetivo principal é ampliar as ações que já realizamos no AMBES, principalmente porque esta ação está acontecendo em períodos em que normalmente o Ambulatório está fechado, no horário do almoço".

No dia 12 o Ambulatório Escola realizou na Campanha Pit Stop do Amor, 39 testes rápidos, cerca de 100 aferições de pressão arterial e a distribuição de aproximadamente 1.800 preservativos.

"Estar em contato com a população é muito valioso para nós alunos, porque ficamos muito tempo na teoria e quando estamos aqui, ficamos na prática. Temos a oportunidade de ver vários casos, de reforçar a técnica, que também temos na faculdade, mas é muito diferente fazer lá, treinar nos colegas ou em bonecos, e fazer aqui, porque toda pessoa é diferente e a experiência com cada um também é, logo, é muito valioso para os discentes participantes", explica a discente do 5º período do curso de Enfermagem da UEMG Passos e estagiária voluntária do AMBES, Glaucia Ferreira.

 



 

Julia Moraes – Estagiária da Assessoria de Comunicação UEMG Passos

Durante os dias 04, 05 e 06 de junho, o Centro Acadêmico de Direito XIII de Fevereiro e o Centro Acadêmico de Serviço Social Márcio Nalini promoveram o XV Fórum Jurídico Social. O evento também foi promovido com o objetivo de comemorar os 25 anos do curso de Direito da UEMG, Unidade Passos.

 “O que sempre proporcionamos aos alunos é a oportunidade de submissão de artigos, além de eventos diversos que caminhem de mãos dadas com os cursos de Direito e Serviço Social. O critério era que fossem temas relevantes a ambos os cursos, atuais e que se encaixassem em Sociedade, Políticas Públicas e Direitos”, conta o presidente do C.A de Direito XIII de Fevereiro e aluno do 3º período, Guilherme Henrique Dias Martins.

A presidente do C.A de Serviço Social Márcio Nalini e estudante do 5º período, Amabile Maria de Moura Passos, afirma que “o Fórum foi importante para marcar um espaço de diálogo que devemos fortalecer, porém, dentro disso, temos muito a caminhar no sentido de afinar os temas, posicionar os cursos frente às demandas e necessidades da comunidade, estabelecer linhas de pesquisa específicas para trabalharmos entre os cursos e fazer com que sejam efetivas na Universidade. Temos muito em comum, precisamos nos organizar”.

 “Os alunos participaram em grande escala das palestras temáticas, da abertura artística e o que muito nos alegrou, foi ver que os alunos tiveram grande interesse na submissão dos artigos, muitos deles submeteram e apresentaram seus artigos aprovados. O Fórum se apresenta como um precioso momento universitário para acadêmicos e docentes, que trocam experiências, estreitam relacionamentos e através dos fóruns, debates e comunicações interagem e conhecem um pouco mais das características e peculiaridades de cada profissão - jurídica e social”, pontua o presidente do C.A de Direito.

O discente do 9º período do curso de Direito, Guilherme de Almeida, foi um participante assíduo na programação do Fórum, comparecendo na abertura, apresentação cultural, palestras e apresentação de artigos.

“Foi uma excelente programação, com atividades importantes para a formação jurídica e social dos estudantes, foram temas atuais e muito relevantes no cenário nacional”, conta o estudante.

A coordenadora do curso de Serviço Social, Claudia Fernandes Silva Souza, relata a tradição presente no Fórum Jurídico Social: “Acontece na Universidade desde 2002, com o objetivo de fomentar a iniciação científica, estudos, discussões e debates acerca das questões jurídico sociais. Os cursos de Serviço Social e Direito se uniram através do Fórum e desde então realizam anualmente este espaço de discussão. Eles atuam na busca de efetivação de direitos junto à sociedade. Um complementa o outro. As ferramentas jurídicas e sociais se entrelaçam na mediação e resolução de conflitos existentes na sociedade”.

Uma das docentes da Universidade do Estado de Minas Gerais, Renata Farche Alves, participou da Mesa Redonda sobre guarda compartilhada e alienação parental, além de orientar artigos sobre bullying e aspectos psicossociais, sistema carcerário, feminismo, entre outros.

            “A iniciativa dos Centros Acadêmicos foi muito consciente do seu papel, uma vez que os alunos necessitam vivenciar oportunidade de crítica e reflexão, para além da sala de aula, buscando referências de teorias e profissionais também de outras áreas para problematizar os contextos de atuação do mercado de trabalho”, afirma a docente.



 

Julia Moraes – Estagiária da Assessoria de Comunicação UEMG Passos

No dia 07/06, quinta-feira, às 14h, o Centro Acadêmico de Engenharia Ambiental Ana Carina Collares, promoveu uma atividade no Lar São Vicente de Paula. O objetivo era fazer alguns exercícios físicos com os idosos atendidos pela Instituição, proporcionando um momento de lazer e relaxamento ao grupo.  

 “Estávamos conversando e faltavam algumas atividades na programação da Semana do Meio Ambiente e pensamos em fazer algo diferente. Queríamos tentar realizar a Semana não só falando do meio ambiente, mas da comunidade como um todo. Logo, pensamos em vir aqui. Bruna Leonor Martins, também aluna da Universidade do Estado de Minas Gerais, no curso de Educação Física (bacharelado), já trabalhou no Lar São Vicente de Paula, foi quem fez a sugestão. Ela se propôs a vir e ajudar com os exercícios”.

A Terapeuta Ocupacional Vera Lúcia dos Santos, conhecida no Lar como Verinha, pontua que “toda atividade na instituição é muito importante, porque é uma motivação para os idosos. E quanto mais houver essa interação com o pessoal de fora, melhor para o cognitivo deles, portanto, isso é primordial. Na terapia ocupacional, trabalhamos com o cognitivo, o motor, o todo do ser humano. Então, esta interação que as alunas da Uemg trouxeram, foi muito boa”.

 



 

Hernane Freitas, Dilson Gomes e Gustavo Costa – Estudantes de Jornalismo

O Centro Acadêmico de Engenharia Civil – Prestes Maia promoveu o Primeiro Encontro de Pesquisa e Extensão, o evento contou com duas palestras ministradas por docentes do curso e apresentação de diversos projetos desenvolvidos por estudantes da Unidade Passos.

O professor e palestrante João Vicente fala sobre a iniciação científica do aluno na universidade e cita os projetos de pesquisa e extensão como os grandes contribuintes técnicos e científicos para a graduação, além de sua importância na vida acadêmica do aluno. O professor da Univerisade do Estado de Minas Gerais, Luciano Ribeiro Galvão, foi o responsável pela palestra referente à Importância do Núcleo de Pesquisas e Estudo na Formação Acadêmica, buscando estimular a curiosidade dos estudantes e despertar o interesse pela área da pesquisa.

Ellen Santos de Paula Ribeiro, membro do Centro Acadêmico de Engenharia Civil Prestes Maia (CADEC) fala sobre a elaboração do evento, “Nos baseamos nos grandes eventos de pesquisa e extensão, inclusive de outras cidades, e com o apoio dos professores conseguimos realizar o evento. Está sendo muito satisfatório e estamos felizes por poder realizá-lo”.

Um dos projetos expostos foi o de Isabela Lemos, estudante do 8° período do curso de Engenharia Civil, “Confecção de Tijolos Ecológico Solo-Cimento incorporado por rejeitos oriundos da mineração”, o qual abordou o desenvolvimento de tijolos com solos da mineração de rochas fosfáticas, além do quartzito da região que é descartado e utilizado no projeto.

O estudante João Gabriel Somensi de Campos pontuou que a palestra contribuiu muito por mostrar espaços da faculdade que ele não conhecia, como por exemplo, o laboratório de hiráulica. Além disso, ele frisou a entrada dos alunos nos projetos de iniciação científica que a faculdade disponibiliza. Já Lívia Baranda Ubeda, que compareceu ao evento, afirmou, “A palestra foi muito esclarecedora para que os alunos tomem ciência da importância da iniciciação científica, tanto para o currículo, quanto para agregar o seu conhecimento pessoal”. O evento aconteceu no dia 30 de maio, no Bloco 05 da Unidade Passos



Por meio do trabalho da equipe multiprofissional, que envolve profissionais da área de enfermagem, medicina, psicologia, farmácia e assistência social, e participação de vários estagiários da Unidade da Uemg em Passos presentes no projeto, o Ambulatório Escola (AMBES), atende 18 municípios, realiza em média 180 testes rápidos de HIV por mês e efetua Campanhas de Conscientização que acontecem a partir do trabalho desenvolvido pelo Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) itinerante.

Além de consultas médicas com o objetivo de realizar o acompanhamento e tratamento das pessoas que vivem com vírus (PVHIV), a distribuição dos antirretrovirais para estes pacientes, o AMBES presta também vários serviços, incluindo diagnóstico de Hepatites Virais e Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). No banco de cadastro do Ambulatório existem 448 registros de HIV ativos, ou seja, em tratamento (que recebem os antirretrovirais).
 
Outro serviço que pode ser encontrado no Projeto é a Profilaxia Pós Exposição (PEP) ao HIV, que consiste em um tratamento para a pessoa que se expõe a ações de risco pela infecção ao HIV, por exemplo, em casos de violência sexual. “O AMBES atende essa profilaxia de prevenção com consulta multiprofissional, acompanhamento, seguimento e dispensação do medicamento”, explica o enfermeiro Policardo Gonçalves da Silva.

Mais um destaque é o treinamento que a equipe tem realizado com outras Unidades de Saúde da região, o objetivo desta capacitação é preparar equipes para atender a população, realizando campanhas de conscientização e testes rápidos.

Desde fevereiro de 2018, o Ambulatório adicionou mais uma atividade em seu cronograma, desta vez observando a necessidade de intensificar a prevenção ao vírus do HIV, isto fez com que novas histórias surgissem neste Projeto, desta vez auxiliando àquelas pessoas que estão nas populações contempladas para a avaliação inicial da Profilaxia pré-exposição (PrEP).

“Devemos sempre oferecer as diversas formas de prevenção, deixando muito claro que a PrEP é especificamente de prevenção ao risco de infecção pelo vírus, sendo assim, o preservativo é fundamental”, ressalta Policardo. O medicamento ajuda na prevenção ao HIV, mas não torna a pessoa imune a outras Infecções Sexualmente Transmissíveis.

Atualmente o AMBES atende 47 pacientes com a PrEP, a distribuição deste medicamento acontece em apenas 06 cidades de Minas Gerais, o Ambulatório atende 156 municípios com o programa PrEP. 

AMBES

Horário de atendimento: Segunda a sexta –feira de 07h30 às 11h30 – 13h às 17h. 
Endereço: Rua Sabará, n° 164 – Centro, Passos/MG. 
Telefone: (35) 3529-8030



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  agosto 2019  >>
seteququsedo
2930311234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678