Em mais uma iniciativa para beneficiar a comunidade acadêmica, a FESP começou nesta segunda-feira a oferecer lanches a R$2 para estudantes, professores e funcionários administrativos.

No primeiro dia de funcionamento, uma grande fila se formou em poucos minutos. "O Restaurante Comunitário é um dos melhores projetos da FESP para os estudantes, o espaço é bom e ajuda principalmente quem não é daqui", avalia a estudante de Ciências Contábeis Carla Silva Timóteo, que reside em Carmo do Rio Claro.

O lanche é também um incentivo à alimentação saudável. "É muito boa esta iniciativa, além de ajudar a evitar frituras, cachorro quente e tudo o que só engorda e faz mal", observa a estudante Simone Canaval, também aluna de Contábeis.

O estudante de História José Mário, presidente do D.A. de Humanas, também avaliou de forma positiva a iniciativa da FESP. "Por um lado prejudica um pouco os estabelecimentos próximos daqui, mas, para o estudante, é a melhor proposta porque é econômica e com qualidade", afirma.

A previsão era servir uma média de 200 lanches por dia, mas, em virtude da grande procura, este número deverá subir já na próxima semana.

O horário de funcionamento do Restaurante Comunitário para o lanche noturno é das 18h30 às 19h30 e das 20h30 às 21h30 somente para alunos e funcionários. O ticket eletrônico é retirado mediante apresentação de carteirinha de estudante ou documento com foto. São oferecidas duas opções de lanche e um suco.

Fonte: Agência Escola




Professor João Henrique

Calouros e veteranos da Faculdade de Comunicação Social de Passos (Facomp), unidade da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG), dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda, participaram da Aula Magna proferida pelo professor convidado João Henrique Moreira de Faria. O evento foi realizado na sexta-feira (11) na sala de multimídia da Biblioteca Engenheiro Oto Lopes de Figueiredo.

O palestrante fez uma apresentação das profissões de jornalista e publicitário, bem como do mercado de trabalho do setor e discutiu o novo momento pelo qual vem passando a Comunicação Social, com o advento das redes sociotécnicas, popularmente conhecidas como "redes sociais" na internet.

Graduado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Federal de Juiz de Fora, o professor João Henrique possui experiência profissional de 25 anos atuando em diversas áreas da comunicação e como professor universitário há 20 anos. Com ampla experiência no setor de Assessoria de Comunicação, Marketing Político e proprietário da Fator Consultoria, empresa sediada em Belo Horizonte, João Henrique é parceiro da FESP com serviços de consultoria junto ao Departamento de Comunicação e Marketing da Fundação.

A Aula Magna recebeu a presença dos novos estudantes da Facomp e dos veteranos que conheceram conceitos atuais da Comunicação Social e ao fim da apresentação fizeram perguntas ao palestrante que utilizou recursos práticos, como vídeos de campanhas, peças publicitárias e jornais institucionais como formas de exemplo para responder.

Fonte: Agência Escola




Aula Magna FACOMP

O momento principal da Aula Magna foi a discussão acerca das redes sociais e redes sociotécnicas na internet como ferramentas de comunicação. De acordo com o professor João Henrique, a hipermídia - conjunto das chamadas mídias on-line - possui o diferencial de oferecer uma gama enorme de formatos.

Ele citou o evento "Social Media Week" que aconteceu na semana do dia 8 de fevereiro em todo o mundo, com discussões de pessoas interessadas no assunto das redes sociotécnicas. "Tivemos três grandes transformações importantes na história da comunicação humana que foram: a invenção da escrita (século V a.C), a invenção do sistema de impressão de Gutenberg (século XVI) e o advento da internet e das redes tecnológicas (séculos XX e XXI). Com isso, a comunicação humana é transformada. O jornal impresso não vai deixar de existir, mas vai haver uma transformação em seu formato", destacou João Henrique.

As mídias online, segundo o professor, apesar de serem inovadoras são pautadas pelas mídias tradicionais, como rádio, TV e jornal. Mesmo havendo um grande espaço democrático de disseminação da informação, conforme pesquisas apresentadas por João Henrique, existem quatro grandes grupos em que se concentram a mídia on-line sendo eles: UOL, Terra, IG, Globo.com e Google.

"Parabenizo a Facomp por essa iniciativa da Aula Magna e sempre fui e sempre serei um parceiro da instituição. Debater as redes sociotécnicas em cursos de Jornalismo e Publicidade é de fundamental importância para que o aluno tenha contato com a nova realidade que vai trabalhar", avaliou o palestrante.

Os estudantes dos cursos de Jornalismo e Publicidade, que estão antenados com a nova realidade midiática, elogiaram a palestra e destacaram a boa escolha e relevância do tema proposto. "A palestra me trouxe uma nova análise sobre o uso das mídias sociotécnicas. Elas vão além de simples ferramentas de relacionamento, podem ser utilizadas para a divulgação, para disseminação de notícias", comentou o estudante do 5º período de Jornalismo Allan Thales que contou ainda que utiliza as redes para se informar sobre temas que considera interessantes e também como ferramenta de trabalho para publicar os materiais que produz.

O estudante do 3º período de Publicidade e Propaganda, Allan Françozo Dutra também considerou a palestra produtiva que informou claramente o que é estar presente tanto numa agência de publicidade como nos outros setores da profissão e comentou sobre a transformação que a Comunicação Social vem passando com o advento da cibermídia: "A evolução das mídias sociotécnicas pode ajudar muito na divulgação de trabalhos, é muito fácil você publicar um curta metragem de produção própria e fazer o mundo inteiro assistir pelo YouTube. Penso que futuramente as pessoas que utilizam das redes para mostrar trabalhos, ou até participar interativamente com empresas, podem ter uma certa admiração por usá-las profissionalmente e usar como um trabalho para a vida inteira".

Fonte: Agência Escola




Fábio Kallas, Clélia Monteiro e Máris Célis.

A FESP e o Instituto Máris Célis acabam de firmar parceria para oferecer curso preparatório para o exame da Ordem dos Advogados do Brasil, OAB, aos estudantes de Direito. O curso do Complexo Educacional Damásio de Jesus é um dos mais conceituados do país e será ministrado na FESP com desconto especial para os estudantes.

"Além de conseguirmos um preço melhor em virtude da parceria, a FESP vai pagar 50% para os estudantes de Direito da FADIPA", explica o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fábio Pimenta Esper Kallas.
A parceria foi firmada nesta quinta-feira, com a diretora geral do Instituto Máris Célis, Máris Célis Lemos - que trouxe a franquia Damásio de Jesus para Passos - e pela diretora pedagógica do instituto Clélia Monteiro.

Fonte: Agência Escola



fev
10

Visitas FESP

Por FESP | Tags: , ,

No dia 10 foi a vez de receber a presidenta da Câmara Municipal de Passos, Cenira de Fatima Gomes Macedo, a Tia Cenira; do assessor jurídico Piassi Giovani e do radialista Jose Carlos Kallas.



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  agosto 2019  >>
seteququsedo
2930311234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678