A abertura oficial da II Feira Tecnológica da Construção Civil - ConstruFESP, na noite desta quarta-feira (23), foi um grande sucesso. Já no primeiro dia mais de mil alunos, professores e profissionais da construção civil participaram da palestra sobre a “Tecnologia da Engenharia Civil”, e ainda puderam conhecer as muitas novidades do setor, expostas nos estandes da Feira.

O professor e presidente do Conselho Curador da FESP, Fábio Esper Kallas, fez a abertura oficial, enaltecendo a importância do evento para Passos e região, e falou também do FESP Inova 2013, evento do qual a ConstruFESP faz parte. “Estamos felizes, pois os alunos da FESP estão tendo uma semana rica. Esta é uma maneira diferente de aprender e uma grande oportunidade de conhecer soluções e projetos novos”, disse.

Na palestra de abertura, o professor mestre e especialista em química e física do Centro Tecnológico de Engenharia da empresa Furnas Centrais Elétricas, em Aparecida de Goiânia (GO), Eduardo Aquino Gamballe, despertou o interesse do público presente. Ele mostrou as diversas áreas da engenharia e apresentou as tecnologias usadas na construção de obras em barragens, bem como os estudos das rochas, solos e pesquisas de jazidas.

O superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Constantino Dias Neto, que participa da Feira pelo segundo ano consecutivo, elogiou o evento e disse que vê grandes oportunidades para o setor da construção civil. 

“Para se ter um dado concreto, até outubro desse ano a CEF emprestou mais em habitação do que em todo o ano de 2012. Isto significa que o mercado continua aquecido e a demanda é grande. A inovação nesse segmento com os recursos disponibilizados vão fazer com que a economia continue crescendo” afirma.

Quem também elogiou foi o gerente de produção da Mineração Olivina Azul, de Pratápolis, André Paiva. Para ele, a ConstruFESP está cumprindo seu papel de colocar as empresas em contato com os profissionais da área. “Nesse primeiro dia já fizemos bons contatos, inclusive um produtor de concreto interessou bastante pelo nosso material e vemos boa possibilidade de parceria” diz.

Fábio Kallas reafirmou o convite a toda população, ressaltando que é muito importante a participação da comunidade, pois todos podem aproveitar as palestras como uma forma de reciclagem. “Convidamos toda a população para vir ao FESP Inova participar das palestras, sem custo algum, e no caso da ConstruFESP, conhecer as novidades apresentadas pelos expositores”, finalizou.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Começou nesta terça-feira (22), o III Congresso de Ecologia do Sudoeste Mineiro, evento bianual do curso de Ciências Biológicas e que integra o III FESP Inova. Durante o primeiro dia de atividades, o biólogo Sérgio Rangel, que há 17 anos trabalha na televisão, falou sobre as diversas possibilidades do trabalho do biólogo e sobre seus projetos em defesa dos animais e da biodiversidade.

Conhecido por fazer parte do programa da apresentadora Eliana, no SBT, o biólogo é um dos maiores conhecedores de animais e já viajou o mundo em expedições para conhecer e divulgar diversas espécies. Sérgio Rangel foi recebido por um público numeroso e entusiasmado que o ouviu atentamente expor sua paixão pela sua profissão. Na sua fala o biólogo atribui sua jornada de sucesso ao esforço em adquirir conhecimento e ao amor e determinação. “Quando eu ainda estudava, muitos profissionais mais experientes acreditaram em mim e me deram uma força, um apoio, e hoje a minha contribuição é viajar pelo Brasil inteiro descobrindo novos talentos e disseminando o valor do biólogo e suas potencialidades. Tenho visto muita gente desmotivada e eu tento mostrar pra eles que o que importa é a satisfação pessoal, o prazer em trabalhar com o que gosta. Tudo que consegui até hoje é porque eu sempre tive paixão e verdade pelo que faço e isso foi o que eu vim passar pra essa galera que vai me substituir no futuro”, defendeu Rangel.

Além dos trabalhos na TV, Sérgio tem projetos em defesa de animais e realiza palestras de Educação Ambiental. Em sua exposição o também professor apresentou a importância da conscientização sobre o convívio possível e saudável com animais. “Tenho 60 animais em casa, todos pets legalizados. Quando saio para trabalhar educação ambiental eu levo alguns deles para demonstrar que é possível a convivência harmônica com animais e para aproximar as pessoas do trabalho do biólogo”, declarou.

Sérgio trouxe para o Congresso uma Iguana, um lagarto Teiú, do gênero Tupinambis, e uma cobra, esta que ele escolheu para acompanhá-lo nas poses para as lentes dos presentes. Após o clique com o biólogo, o estudante Carlo Tavares Silveira, do 8º período de Ciências Biológicas deu sua opinião acerca do que ouviu na palestra. “Achei muito interessante porque ele um cara com experiência em vários segmentos e mostrou um pouco do que o biólogo pode fazer. Eu já me decidi por seguir a minha carreira no controle biológico, mas alguns colegas ainda estão em dúvida, por isso com certeza essa palestra foi importante, pra dar um direcionamento e abrir as possibilidades”.

Para o professor doutor Juliano Fiorelini Nunes, do curso de Ciências Biológicas da FESP, a presença de um biólogo da competência e visibilidade que o Sergio Rangel tem é uma forma de motivar os alunos. “Este momento é importante porque quem tem espaço na mídia tem uma exposição muito grande e pode levar informação para um público muito amplo e pra nossa área isso é raro. Então quando existe essa possibilidade de trazer pessoas que tem essa abertura e influencia para motivar os alunos da nossa Instituição é maravilhoso. Estou muito feliz e satisfeito”, completou.

A coordenadora do Congresso, Odila Rigolin de Sá, reafirmou o sucesso da vinda de Rangel e o destacou o ainda está no cronograma do evento. “Tinha uma expectativa muito grande por esta palestra do Sérgio. Os alunos me pressionaram e conseguimos trazê-lo no último momento e foi excelente. Ele é um grande conhecedor dos animais e foi uma riqueza tê-lo aqui. Os alunos ganharam um gás enorme! E temos uma programação extensa com palestras e mini cursos no Congresso que acontece até quinta-feira. Vamos continuar com discussões ambientais, com as partes de botânica e ecologia, e também a traremos temas de genética com pesquisadores da UFSCar, USP, UNESP, UFV e UNICAMP”, declarou a professora que é a coordenadora do curso de Ciências biológicas da FESP.

Na noite de abertura também palestrou o professor Carlos Augusto Martins Filho, professor da UFSCar. A temática abordada foi a perícia ambiental, área de sua atuação que segundo ele é um campo de trabalho extremamente positivo para os profissionais de biologia. O professor justificou a sua presença no Congresso e ainda ressaltou a importância de eventos como o FESP Inova. “É nesse momento que há a possibilidade de manter contato com outras instituições que produzem conhecimento. Essa troca de experiência, essa pluralidade de informações é muito rica e todos nós ganhamos com isto”, finalizou.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG


O cantor, compositor e multi-instrumentista Thalles Roberto, visitou a FESP nesta semana para conversar sobre os últimos preparativos para o 1º Festival Gospel Canta FESP Thalles Roberto, que teve mais de 60 inscritos de diversas regiões do país e também estrangeiros. Os 15 selecionados vão se apresentar no dia 04 de novembro, em São João Batista do Glória, onde o artista estará presente como membro especial do corpo de jurados. 

Thalles Roberto se mostrou empolgado com o projeto: “Nossa música brasileira de qualidade surgiu nos festivais. Os grandes nomes da MPB como Gilberto Gil, Gal Costa, Caetano Veloso, Osvaldo Montenegro e todos os nomes sólidos da nossa música vieram dos festivais, então, quando nós voltamos com os festivais, nós trazemos à tona as pessoas que sonham, que acreditam e que vão ser avaliadas por profissionais capacitados e, filtrando, vamos conseguir ter profissionais melhores, boa música no futuro. Eu sou um apaixonado por festivais, principalmente porque eu nasci num deles então sou muito feliz de poder participar e ceder meu nome para este festival e acredito que a gente possa se tornar uma referência nacional em festival de música gospel”, afirmou.

Thalles Roberto foi recebido no Conselho Curador da Fundação e falou sobre sua trajetória, as dificuldades do início da carreira e da importância do projeto para incentivar jovens artistas que enfrentam muitos desafios pela escolha profissional. “Não é como fazer uma faculdade, tirar um diploma, você tem que viver correndo atrás e provando que é bom porque ninguém apóia um jovem a ser músico, a não ser que o pai também tenha uma tendência muito grande para a música. É sempre assim – ‘Pai eu quero ser músico! – ‘Não meu filho, músico não é profissão!’ Então, quando alguém chega, dá uma premiação, dá um palco, um microfone e coloca um público na frente, o cara se sente motivado ao extremo. É uma oportunidade fantástica de mostrar o trabalho para as pessoas”, avalia o músico. 

Durante a visita à FESP, o artista conversou com o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas, e conheceu os projetos culturais já executados na Fundação, como Festival Canta FESP, Festival Selton Mello, Festival de Hip Hop e teceu vários elogios. “Eu acho o Fabio um cara sensacional, um cara honesto, capaz, muito íntegro e humilde, é uma pessoa que se dá com as outras pessoas e esse é um dos motivos pelos quais eu estou aqui. Eu tenho muita coisa para fazer, minha vida é muito corrida, já cheguei a fazer 30, 35 shows por mês, não tenho tempo para nada. A família tem que viajar comigo, aeroporto, shows e é realmente muito corrido. Quando veio essa oportunidade eu pensei: ‘nossa, mais uma coisa pra fazer, na minha cidade, quando eu venho para descansar’. Mas um dos motivos pelos quais eu estou aqui é a pessoa do Fabio, é a admiração que eu tenho pelo trabalho dele e como ele leva isso aqui tudo. Ele leva isso aqui no coração, eu o vi falar dos projetos da FESP para daqui a 50 anos e fala com amor. Eu acho que ele ama isso aqui e é bom a gente ficar junto de pessoas que amam o que fazem”. 

Para o presidente da FESP, o festival é mais uma surpresa para o calendário anual de eventos. “Eu costumo dizer que toda vez que nós começamos o ano letivo e nós não temos a noção do que vai acontecer durante o ano porque as coisas vão surgindo, os projetos novos vão nascendo e as oportunidades vindo. O festival gospel, que por uma coisa de Deus, teve o aval do Thalles Roberto, o apoio de todos os pastores de Igrejas da cidade de São João Batista do Glória e da própria Prefeitura de lá vem fazer com que estejamos reafirmando cada vez mais a missão da FESP que é levar desenvolvimento, lazer, cultura e oportunidades para a população. O festival visa especialmente fazer com que aquele garoto tenha oportunidade de se apresentar.  Tenho certeza vai ser um sucesso, que a população toda vai estar conosco na cidade do Glória e o Thalles vai estar lá, recebendo a todos com muito carinho, com o carinho que ele nos recebe sempre, trazendo aquele espírito bom, aquela alma pura. É uma bênção mesmo este festival!”

O festival é coordenado pelas professoras Leila Maria Suhadolnik de Andrade e Sílvia Maria Oliveira Soares Maia, que já desenvolvem vários outros projetos culturais da FESP. O 1º Festival Gospel Canta FESP será voltado para canções originais e inéditas e acontece no dia 04 de Novembro, a partir das 19h no Parque de Exposições Abílio Soares, em São João Batista do Glória. 

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Um grupo de 40 alunos do curso de Pedagogia da FESP, acompanhados pelas professoras Maria Carla Faria e Rosânia Aparecida de Souza Fonseca, levou para o Lar São Vicente de Paula, em Passos, a Brinquedoteca Itinerante. 

Mais de 170 idosos participaram da atividade que segundo a coordenadora do curso, professora Rosânia, proporcionou momentos de muita reflexão e aprendizagem. “A visita ao Lar foi muito importante para aprendizagem de alunos e professores. Todos se envolveram com a idéia proposta pela aluna Karoline Vaz Cardoso. Atividades foram preparadas, brindes confeccionados e ainda foram arrecadados produtos de higiene pessoal para serem doados à instituição. Percebemos que aquelas pessoas nutrem muitas lembranças da família, da casa e do seu traballho, por isso foi importante porque refletimos sobre a necessidade de voltamos nosso olhar e um pouco do nosso tempo àqueles que trabalharam por seus familiares e pela própria sociedade. Enfim, foi um trabalho lindo”, pontua a coordenadora.

A Brinquedoteca faz parte dos projetos de extensão do curso de Pedagogia e promove a integração entre os estudantes e a comunidade, divulgando a importância da ludicidade para a aprendizagem. Desenvolvido há bastante tempo na FESP, o projeto tem sido oferecido à comunidade de Passos e região gratuitamente.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG


O Deputado Federal Nilmário Miranda (PT/MG) esteve na FESP para conhecer as instalações do curso de Medicina e defendeu o programa “Mais Médicos”, do governo federal, ressaltando que a apresentação do Projeto do Curso de Medicina da FESP aconteceu em um momento excelente, em sintonia com as ações nacionais para aumentar o número de profissionais. “A FESP deu um show de competência porque aproveitou a oportunidade que o Brasil está querendo enfrentar essa carência de curso de Medicina, essa carência de médicos”, afirmou o deputado.

O deputado visitou os laboratórios de Medicina, conheceu o Novo Campus da FESP e conversou com funcionários e professores sobre a importância da FESP e do curso de Medicina para a região e reafirmou o seu compromisso com a FESP. “Eu já recebi o professor Fabio Kallas em meu gabinete em Brasília e já disse que ele e a FESP podem contar comigo. Eu tenho uma história com Passos, sou um cidadão honorário passense, sou um passense, portanto sou obrigado a contribuir com o progresso econômico, social, político e cultural de Passos e da região”, afirmou o deputado. 

“Receber o Deputado Nilmário Miranda que já tem uma história com a cidade de Passos e toda a nossa região é sempre uma alegria muito grande e ter o seu apoio em Brasília só nos fortalece cada vez mais em continuar trilhando este caminho de contribuir com o desenvolvimento regional através da Educação”, afirma o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas. 

Durante o encontro, o coordenador do Departamento Pessoal da FESP e ex-presidente do Conselho Curador da FESP, Antônio José Lemos entregou ao deputado o projeto da Cidade do Saber e da Saúde, que tem como objetivo reunir em apenas um local, uma ampla área próxima à MG-050, o curso de Medicina, Santa Casa de Misericórdia de Passos e todos os núcleos de atendimento na área da saúde. “Este projeto é um projeto a logo prazo e ter o apoio do deputado, que faz parte da base do Governo Federal, é muito importante porque fortalece a base de trabalho da FESP”, avalia o ex-presidente da FESP. 

A diretora do Núcleo Acadêmico de Ciências Biomédicas e da Saúde, Profª Tânia Maria Delfraro Carmo, entregou ao deputado o pedido de apoio para viabilizar recursos para incrementar os laboratórios de Medicina e o acervo bibliográfico. “É uma alegria muito grande receber o Nilmário e ter o apoio dele é de extrema importância. Nós entregamos a ele um pedido de recursos de R$100mil para os laboratórios e mais R$100mil em acervo bibliográfico”, ressalta a diretora.

O deputado também chamou a atenção para a importância de levar o conhecimento acadêmico ao interior dos estados. “O ministro Alexandre Padilha, que por sinal é daqui da região, da cidade de São Pedro da União, costuma dizer que só vamos conseguir levar médicos para a periferia e para o interior quando levarmos a Faculdade de Medicina para o interior, tem que interiorizar, não tem outro caminho”, disse o deputado que também lembrou a importância da atuação política do colega Odair Cunha, principal articulador político em defesa do curso de Medicina da FESP. “O Odair Cunha é talvez o grande político do Sul e Sudoeste de Minas e ele tem grande sensibilidade social, ele tem, é claro, preocupação com o café, com várias entidades econômicas, mas, sobretudo essa preocupação com os mais pobres, e para pensar na promoção dos Direitos Humanos de todos você tem de vincular com a Educação e esse apoio ao curso de Medicina da FESP é totalmente coerente à trajetória que ele percorreu até hoje”, disse. 

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  outubro 2020  >>
seteququsedo
2829301234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678