O Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Passos venceu pela 4ª vez o Festival de Vídeo Selton Mello, realizado anualmente pela FESP. “Fibonacci” recebeu o prêmio no valor de R$600,00 do júri técnico, na noite da última segunda-feira (25), quando aconteceu a Mostra Competitiva. O segundo lugar ficou com os alunos da Escola Estadual São José, pelo vídeo “O pendrive”, e a terceira colocação, além do prêmio especial de júri popular, foram para os estudantes da Escola Estadual Caetano Machado da Silveira, que produziram o curta “Identify Crisis”.

O vencedor foi uma aposta no gênero de suspense. Amanda Botelho, uma das integrantes da equipe produtora, explicou que a escolha foi inspirada em uma série de televisão que o grupo acompanha. “No começo a gente até pensou em outra história, mas a gente queria inovar, queria uma coisa diferente que não tinha acontecido em outros curtas ainda. Então a gente pensou em criar uma história baseada em um seriado que a gente conhece para causar o suspense do que aconteceria no final”, justificou. O colega Marco Aurélio Reis Nascimento comemorou dizendo que depois do esforço ter vencido foi a recompensa. “É gratificante porque nós batalhamos bastante, dedicamos bastante”, completa.

Um dos coordenadores do Festival, professor Paulo Henrique Baldan Vallim, defende que, nesta edição, as produções refletiram o cotidiano dos próprios estudantes envolvidos e reforça a oportunidade que projeto oferece para que estes jovens possam ter contato com a produção audiovisual. “Os vídeos expressam um pouco do sentimento dos alunos, da realidade dentro das escolas, a questão de ser aceito, de estar inserido dentro do ambiente escolar, a busca do jovem para se conhecer, de estar junto com o outro, a preocupação de ajudar. Eu acho que é válida a participação dos alunos dentro do projeto pela possibilidade de desenvolverem uma obra audiovisual independente deles irem ou não para a área da comunicação, do cinema. É uma oportunidade para quem gosta e está disposto a seguir esse caminho até como profissão. É uma sementinha, um início. O festival é uma forma de colocar esses jovens para pensar”, justifica.

O aprendizado e a chance de criação e produção artística é uma forma de aproximar os interesses dos alunos junto à proposta de ensino das escolas. É o que acredita o professor de língua portuguesa e inglesa da Escola Caetano Machado da Silveira. Para ele a própria escola está indo em direção aos alunos quando incentivam a participação deles em iniciativas como o Festival realizado pela FESP. “Estamos num ponto em que a arte dentro da escola está muito em voga. A temática de ensino pedagógico está trazendo música, teatro, cinema e isso é de extrema importância para que a escola seja uma presença contínua na vida do jovem. Nós como educadores temos que saber e avaliar a hora de encaminhá-los para a cultura, arte e contextualizar isso dentro do ensino”, declarou Luiz Carlos de Souza.

A mesma pontuação foi feita pelos alunos da Estadual São José. Um dos participantes, Deivid Aparecido Ferreira contou que apesar das dificuldades em relação à produção, atenção dada pelos organizadores do Festival foi determinante para que conseguissem concluir o vídeo. “Foi uma experiência muito boa, foi difícil, mas a gente aprendeu muito. Os coordenadores tiveram muita boa vontade para ensinarem a gente e foi maravilhoso! Valeu muito a pena”.

Em Abril deste ano, as oficinas - ministradas pelos professores responsáveis pela Mostra Competitiva - envolveram discussões sobre produção, direção de fotografia, roteiro, direção de áudio, direção geral, edição e finalização, dando início à 5ª edição do Festival Selton Mello de 2013. Segundo Diovany Rodrigues, também responsável pelo projeto, os alunos enviaram as ideias iniciais dos roteiros e durante as oficinas trabalharam para adaptar à realidade de produção de cada equipe. “Oferecemos todo o embasamento teórico para que eles pudessem produzir e tivemos também algumas aulas práticas. Foi possível ver alguns dos exemplos que passamos em aula. Não houve limitação criativa e o resultado foi muito bom”, ponderou o professor.

O também organizador do Festival, professor Diego Vasconcelos, fez a mesma avaliação dizendo que a Mostra é muito importante, contribuindo para a sensibilidade artística dos alunos participantes. “Tem grande abrangência e uma ótima repercussão. As expectativas para o próximo ano são sempre as melhores”, finalizou.

Confira abaixo os nomes dos integrantes das produções:

Colégio Tiradentes da Polícia Militar 

CURTA: Fibonacci 

ALUNOS: Amanda Botelho / Danielle Alves / Luiz Marques / Marco Reis / Stéfano Teixeira / Stéphanie Alves

E.E. São José 

CURTA: O pendrive 

ALUNOS: Cassia Lima / Daphine Aparecida / Deivid Ferreira / Driele Silva 

E.E. Caetano Machado 

CURTA: Identify Crisis 

ALUNOS: Rafaela Marinho / Igor Barbosa / Anelise Souza / Natália Reis / Gustavo Barbosa / Samara Ingryd

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG

Veja todas as fotos AQUI.



Alunas participantes do Programa Ciência sem Fronteiras - FESP retornaram à FESP no início deste semestre e descrevem positivamente suas experiências acadêmicas vividas no exterior. No dia 13 de novembro, no Auditório do Bloco 01 da FESP oficialmente as alunas apresentaram relatos de suas experiências nas universidades no exterior. As estudantes foram bolsistas do Programa Ciências sem Fronteiras durante 12 meses, tendo início em junho/ 2012 à junho de 2013.

A Fundação de Ensino Superior de Passos aderiu ao Programa Ciência sem Fronteiras em 2011 e já realizou 11 intercâmbios de estudantes de graduação. O processo está com um fluxo contínuo e os países em que a FESP marca presença são: Portugal, Estados Unidos, Canadá, França e Hungria.

Thaís Soares Elorde, estudante do curso de Enfermagem da FESP, morou na cidade de Faro / Portugal e cursou graduação na Universidade do Algarve. Thaís relata que o Programa Ciência sem Fronteiras prepara o aluno não só para os estudos como também para a vida. “Você nunca mais será a mesma pessoa depois de uma viagem como esta" relata a aluna.

Marina Rejane de Lima aluna do Curso de Sistemas da Informação da FESP / UEMG  cursou a graduação na Universidade de Coimbra / Portugal.  Marina comenta que conhecer cidades, conhecer pessoas, aprender novas coisas e viver novas experiências fez parte do seu dia a dia no exterior. Sair da zona de conforto e encarar um novo desafio torna a vida de qualquer um mais interessante e prazerosa de viver. O mundo é tão grande para ficarmos sempre no mesmo lugar, sempre temos muito para aprender. 

Marisa da Silva Lemos, Coordenação do Programa Ciência sem Fronteiras afirma que a possibilidade de fazer a graduação no exterior está mudando positivamente a vida dos alunos da FESP, e acrescenta que os editais de participação neste programa estão abertos para 20 países até o dia 29 de novembro (ver site  www.cienciasemfronteiras.gov.br).

A Coordenação de Pesquisa e Extensão da FESP – CPEX é responsável pelo Programa Ciência sem Fronteiras na instituição e conta com a assessoria do funcionário do CPEX, Etory Zaghi, para acompanhar os alunos neste processo.  

Os alunos interessados em se candidatar nos editais entrar em contato com a coordenação para auxiliá-los no processo de candidatura. Local: Rua Três de Maio, nº33 – Centro / Passos Telefones para contato: CPEX: (35) 3529 – 8080\ (35) 9811 – 8085.

TEXTO ESCRITO POR: COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO DA FESP - CPEX



Nesta terça-feira (26), A Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP) realiza a entrega do prêmio Sucesso Empresarial 2013. A cerimônia acontece no Espaço Castelinho a partir das 20h, sendo um evento promovido em parceria com a Folha da Manhã e ACIP – Associação Comercial e Industrial de Passos.

O Selo Sucesso Empresarial é concedido anualmente, desde o ano de 2010, sendo resultado de uma extensa pesquisa social, procurando uma forma transparente de creditar às empresas a sua importância na sociedade de Passos. “Valores como seriedade, honestidade, lealdade, afinco e determinação são princípios que acompanham a FESP e fazem parte da sua missão. Promover conhecimento, formando cidadãos conscientes, profissionais competentes e empreendedores, viabilizando a construção de um futuro melhor é o nosso compromisso. Por isso premiamos a gestão das empresas e instituições que se destacaram no mercado passense, certificando a qualidade de seus produtos e serviços, além de suas práticas em relação às ações sociais, econômicas e ambientais, servindo como exemplo para todos os estabelecimentos da cidade”, defende o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas.

As professoras Leila Maria Suhadolnik Oliveira de Andrade e Sílvia Maria Oliveira Soares Maia, coordenadoras do projeto, garantem que a cada ano o selo se torna cada vez mais um indicador de qualidade aos olhos dos consumidores. “Ainda teremos um prêmio especial de Responsabilidade Social”, completou Sílvia.

 O Presidente da ACIP, Carlos Renato Lima Reis, o Renatinho Ourives, ressalta a relevância de o aspecto social ser um diferencial na pontuação e também do valor que o selo vem agregar às empresas. “É um evento importante porque traz o reconhecimento para cada uma das empresas que se preocupam com a qualidade do que oferecem. É o momento de valorização do empenho, da dedicação na sua empresa e seu lado social. Nós da Associação ficamos muito satisfeitos com esta parceria. Os filiados ganham pontos e isso aumenta a nossa visibilidade e responsabilidade”, declara.

Neste ano serão 56 empresários homenageados pelo seu desempenho em 2013. A avaliação foi feita através do Instituto de Pesquisa da FESP (IPFESP) e do curso de Administração, sendo executada em duas fases: a primeira por meio de amostragem e votação popular nos bairros de Passos, para a escolha dos cinco melhores empreendimentos diferentes categorias empresariais; e a segunda, com a elaboração do diagnóstico das selecionadas. 

Mais de 200 empresas foram classificadas por meio da opinião pública; 102 das que responderam o diagnóstico foram visitadas; 38 foram as mais lembradas e 4, nas categorias auto escola, academia, curso de línguas e loja de roupas íntimas tiveram pontuação máxima em gestão.

Confira abaixo a lista das categorias que serão premiadas:

ACADEMIA

ACESSÓRIOS E BIJUTERIAS

AGÊNCIA DE TURISMO

ÁGUA MINERAL

ARTIGOS DE CAMA, MESA E BANHO

ARTIGOS ESPORTIVOS

AUTOESCOLA

BAR

BRINQUEDOS

CALÇADOS

CARNES/AÇOUGUE

CASA DE FRIOS

COMPUTADORES E SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA

CONCESSIONÁRIA DE AUTOMÓVEIS

CONCESSIONÁRIA DE MOTOS

CONSTRUTORA

CURSO DE LÍNGUAS

DECORAÇÃO E PRESENTES

DISK CERVEJA

DROGARIA/FARMÁCIA

ENSINO TÉCNICO

ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PARTICULAR

ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE

ESTACIONAMENTO- VENDA DE CARROS USADOS

FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO E HOMEOPATIA

FLORICULTURA

GÁS

HOTEL

IMOBILIÁRIA

INDÚSTRIA DE CONFECÇÕES

INDÚSTRIA DE MÓVEIS

LABORATÓRIO DE ANÁLISES

LANCHONETE

LOJA DE MÓVEIS

LOJA DE ROUPAS ÍNTIMAS

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

MATERIAIS HIDRÁULICOS

MATERIAS ELÉTRICOS

ÓTICA

PADARIA

PAPELARIA

PEÇAS E ACESSÓRIOS PARA CARROS

PET SHOP

POSTO DE COMBUSTÍVEL

PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

RÁDIOS

RELOJOARIA

RESTAURANTE

ROUPA INFANTIL

ROUPAS MULTIMARCAS (BOUTIQUE)

SALÃO DE BELEZA

SERRALHERIA

SORVETERIA

SUPERMERCADO

TINTAS E MATERIAIS PARA PINTURA

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Na noite da última quinta-feira (21), a Universidade Aberta da Maturidade (UNABEM) certificou alunos da primeira turma, ano base, de 2013, coordenados pelas professoras Leila M. Suhadolnik de Andrade e Sílvia Oliveira de Pádua. A formatura aconteceu no Capella, com direito a valsa, vídeo de homenagem, agradecimentos emocionados e mensagens de muita alegria.

Ao receber os formando, seus familiares e amigos, o presidente do Conselho Curador da FESP saudou os presentes, recordando o surgimento do projeto da UNABEM. “Eu gosto de lembrar como nasceu a UNABEM. Eu chamei, há alguns anos, as professoras Leila e Sílvia para conversar e elas já tinham em mãos o projeto. Então juntou a vontade e o planejamento que elas tinham pensado e deu tudo certo. Começamos com uma turma pequena e hoje temos quase 220 alunos, o que é extraordinário”, comentou em discurso o professor Fabio Pimenta Esper Kallas.

Os formandos comemoraram a conquista com uma festa cheia de aplausos e contentamento com a participação do coral da UNABEM. Célia Ferreira dos Reis relatou estar muito feliz com seus familiares. “Eu aprendi muito. Esse certificado significa que a gente tem que lutar por um ideal. Achamos muitos amigos, professores atenciosos. Estou muito satisfeita em fazer parte da UNABEM e continuo no ano que vem”, comenta, sendo complementada pelo colega Moacir Ferreira de Pádua. “A UNABEM é tudo pra mim porque eu ficava em casa sem fazer anda e agora tenho onde ir e tenho amigos que estão lá comigo. A melhor coisa que existe é a UNABEM. Tem tanta coisa que eu não sei o que eu mais gosto”.

A UNABEM pode ser considerada como um grupo de convivência que, além de promover o lazer e a socialização na terceira idade, promove a prática do conhecimento, mostrando que nunca é tarde para aprender. É o que defende a coordenadora Sílvia. “Hoje temos 35 formandos. Na verdade, cada ano é uma turma diferente, mas chega ao final a sensação é de alegria e dever cumprido. Fechamos com a mesma mensagem: viver e não ter a vergonha de ser feliz! Essa é a principal mensagem que nós da UANBEM temos para todas as pessoas que convivem conosco”.

A professora Cau Fajardo Freitas fez parte da entrega dos certificados e falou das questões de saúde, sociabilidade e aprendizado que envolvem o cotidiano da UNABEM. “Eu acredito o que a gente busca nesse vida é ser feliz e chegar nessa idade e estar procurando caminhos é algo divino e especial. A pedagogia do idoso ensinando pra gente que estamos constantemente trocando, mudando, adaptando. E pra gente que trabalha com a terceira idade, isso é ímpar. Ao mesmo tempo que você chega lá com o título de professora você está lá para receber. Educar é estar constantemente aprendendo”, contou. A professora Paulina Maria Oliveira Pádua Andrade também fez parte da cerimônia, sendo homenageada pelo seu aniversario.

Confira as fotos da formatura clicando AQUI.


Por pouca diferença percentual o “Volta ao Mundo”, prato do Sushi Lounge & Grill, foi Melhor Tira Gosto do 6º Festival Gastronômico e Cultural Sabor de Passos, promovido pela FESP. A competição movimentou a cidade no circuito dos 18 participantes, que em 63 dias, venderam cerca de 6 mil pratos, estimando o consumo de mais de 7 toneladas de alimentos. Ao todo foram entregues 11 troféus durante a premiação que aconteceu na segunda-feira (18) no Centro Integrado de Recreação e Esportes (CIRE-FESP), com a banda Saudade da Zona como atração musical.

Para o presidente do Conselho Curador da FESP, a cidade se firma cada vez mais como polo regional responsável por projetos inovadores e tem na Fundação como promotora desses eventos culturais, esportivos, e especialmente o Sabor de Passos.  “A FESP está em sua sexta edição do Festival com uma participação enorme da população, que contou com um trabalho primoroso desenvolvido pelos restaurantes e bares da cidade. Foi uma procura muito grande pela qualidade, pela inovação, por propor algo diferente. Nós sentimos que todos estão felizes e o mais importante é isso: participar e fazer com que a nossa cidade atraia esse público, esse turista que vem pra cá pra poder aproveitar desse serviço gastronômico que nós temos de melhor”, defendeu o professor Fabio Kallas, acompanhado pela esposa Cibele Lemos Kallas, que contou fazer questão de experimentar o maior número de pratos. “É um Festival que enobrece essa classe culinária que muitas vezes é esquecida porque a cidade desponta em vários setores. Então cada vez mais o Festival valoriza os estabelecimentos. Isso só vem engrandecer os profissionais da cidade”, complementa a professora de Educação Física.

Depois das 2 semanas de apuração dos mais de 14 mil votos válidos no IPFESP, a sexta edição do Festival foi consagrada como a mais expressiva, fato que a coordenadora do evento comemora. “Tivemos mais prêmios, um número maior de votações, de venda de pratos e de quantidade de comida utilizada. Eu acredito que o crescimento não foi só no tamanho do Festival. Todos os participantes tiveram um amadurecimento na parte gastronômica, o que ocasionou esse destaque significativo. Valeu todo o esforço e dedicação! A logística é muito complicada, mas o pessoal que entra, vem com vontade e isso compensa tudo”, disse satisfeita a professora e designer Heliza Faria.

O proprietário do Sushi Lounge & Grill, agradeceu o prêmio de Melhor Tira Gosto, um dos mais disputados. “Eu acredito que melhor que participar é poder apresentar a qualidade dos restaurantes da cidade. Muito obrigada a quem participou e experimentou. Muito obrigada à FESP. Esse é um evento que eu vou participar sempre. O prato foi feito realmente pensando em servir a nossa comunidade de Passos, uma cidade que abriga pessoas de todos os cantos. O nome dele é ‘Volta ao Mundo’, sendo escolhido para ter a oportunidade de apresentar diferentes sabores como o brasileiro, que teve como base a mandioca e a carne seca; do Chile que é o salmão; o da Índia que é o camarão; o bolinho de bacalhau de Portugal, da Holanda veio a batata; e do Japão o hot roll. Foi um sucesso e ele vai continuar no nosso cardápio”, declarou Wesley Andrade que ainda recebeu o troféu de Melhor Cozinheira, representando Geni de Souza, também do Sushi Lounge & Grill.

Renato Moreira ficou surpreso ao ser chamado para receber o prêmio de Melhor Bar para seu estabelecimento. “Ganhar um prêmio desses é muito importante. Muitas pessoas que não conheciam, passaram a conhecer o bar por causa do Festival. Foi ótimo e eu adorei participar”, falou o proprietário do Estação Cerveja.

A Roça do Chiquinho conquistou o prêmio Especial do Júri, votado somente pelos jurados, e o de Melhores Práticas Nutricionais, auferidos pelos professores e alunos do curso de Nutrição da FESP. Segundo o responsável pelo restaurante, receber os troféus foi uma forma de reconhecimento do trabalho realizado. “Foi muito bom! Primeiro ano de estabelecimento, estamos começando agora e trabalhando para melhor cada dia mais. O movimento aumentou, o pessoal veio procurar e eu nem tenho palavras para descrever a minha satisfação”, reforçou Leonardo Moraes.

O Sabor de Passos é uma realização da FESP, com apoio cultural da Folha da Manhã, Ponto 10 Outdoor, SignMaker Comunicação Visual, Rádio IND FM, Portal Virou Notícias, Guia Paparazzo, Sênior Uniformes e Polícia Militar.

Confira a classificação completa abaixo e as fotos do evento AQUI.

Melhor Tira Gosto de 2013: Volta ao Mundo - Sushi Lounge & Grill

Prêmio do Júri: Uai, Chiquinho! – Roça do Chiquinho

Prato mais Criativo: Chique de Doê – Passatempo Happy Hour

Melhor Bar: Estação da Cerveja

Melhor Prato Mineiro: Festança Mineira – Prosa Mineira

Melhor Atendimento: Petiscaria e Esfiharia Puro Sabor

Melhor Banheiro: Avalanches

Atendente do Ano: Carlos Barbosa - Carlinho do Puro Sabor

Cozinheira do Ano: Geni de Souza – Sushi Lounge & Grill

Melhores Práticas Nutricionais: Roça do Chiquinho

Melhor Acessibilidade: Prosa Mineira

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  outubro 2020  >>
seteququsedo
2829301234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678