A FESP promove nesta segunda-feira (25) mais uma Mostra Competitiva do Festival de Vídeo Selton Mello FESP. A partir das 20h, o Auditório Professor Armando Righetto (Bloco 08 da Fundação) estará preparado para receber a torcida dos curtas que disputam o prêmio de R$600,00 nesta 5ª edição.

Patrono do Festival, o cineasta passense Selton Mello disse em depoimento na última visita a FESP que a Mostra é um meio de se incentivar e inserir a produção de audiovisual no ambiente escolar. “Essa parceria com a FESP não pode parar, isso é fundamental. Alguns vão despertar para a arte e outros, mesmo que decidam trabalhar em outras áreas, vão ter vivido esta experiência riquíssima do contato com a arte”, afirma Selton.

Os vídeos foram produzidos pelos alunos das escolas estaduais Caetano Machado, São José, e do Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Passos. Segundo um dos responsáveis pelo Festival, professor Paulo Henrique Vallim, os curtas trataram de temas relacionados à convivência e aceitação dos jovens no meio escolar e na sociedade.

Após a apresentação, o júri técnico, composto por professores e alunos do curso de Comunicação Social (Jornalismo e Publicidade e Propaganda) da FESP, vai avaliar os vídeos pelos critérios: fotografia, roteiro, produção e áudio, deliberando os vencedores que receberão troféus em primeiro, segundo e terceiro lugar, além do prêmio especial decidido por voto popular apurado com a plateia presente na apresentação dos curtas. Todos os participantes receberão medalha e certificado.

As oficinas, que prepararam os alunos para o desenvolvimento dos curtas, aconteceram no primeiro semestre de 2013 e envolveram discussões sobre produção, direção de fotografia, roteiro, direção de áudio, direção geral, edição e finalização. As aulas foram ministradas pelos coordenadores do festival, professores Diego Vasconcelos, Diovany Rodrigues e Paulo Henrique Vallim. O processo de gravação e edição dos filmes foi de total responsabilidade dos estudantes.

A entrada no evento é gratuita.

Confira os participantes:

E.E. Caetano Machado 

CURTA: Identify Crisis 

ALUNOS: Rafaela Marinho / Igor Barbosa / Anelise Souza / Natália Reis / Gustavo Barbosa / Samara Ingryd

 

E.E. São José 

CURTA: O pendrive 

ALUNOS: Cassia Lima / Daphine Aparecida / Deivid Ferreira / Driele Silva 

 

Colégio Tiradentes da Polícia Militar 

CURTA: Fibonacci 

ALUNOS: Amanda Botelho / Danielle Alves / Luiz Marques / Marco Reis / Stéfano Teixeira / Stéphanie Alves

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Estudantes de 7 escolas de Passos deram início no mês de junho às gravações dos vídeos do 4º Festival Selton Mello de Vídeo, promovido pela Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG). Participam dessa edição as escolas: E.E. Profª. Julia Kubitschek , Colégio Imaculada Conceição (CIC), Colégio São Francisco (COC), E.E. São José, Colégio Status, E.E. Tancredo de Almeida Neves e o Colégio Tiradentes da Polícia Militar.

As oficinas teóricas e práticas, promovidas pela equipe do festival, que é formada por professores e alunos dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da FESP, foram realizadas durante o primeiro semestre de 2012 durante quatro encontros aos sábados. Alunos das escolas de ensino médio de Passos tiveram contato com técnicas e equipamentos de produção audiovisual e desenvolveram suas histórias e roteiros para a produção de curtas-metragens durante as oficinas práticas. Nesta quarta edição as oficinas tiveram uma quantidade maior de dias e carga horária.

Desde o início do mês os estudantes já estão em campo gravando os vídeos com equipamentos próprios, um diferencial da edição desse ano. De acordo com o professor Diego Vasconcelos, um dos organizadores do Festival, propiciar a produção dos curtas através dos equipamentos dos próprios alunos confere a eles mais liberdade na hora da gravação e propicia uma prática pedagógica mais proveitosa e vantajosa.

A Mostra Competitiva do Festival Selton Mello será realizada no segundo semestre e diferente dos outros anos acontecerá durante uma semana. A equipe está organizando também uma mostra competitiva nacional, com vídeos de curta duração recebidos de todo o país. “Teremos ainda um seminário regional para discutir ferramentas de fomento à produção e também várias apresentações em lugares estratégicos como Santa Casa, Presídio, APAE, UNABEM, Cine Roxy e outros”, comentou o professor Diego.

Os organizadores destacam que o intuito maior do projeto é tentar produzir um festival de cinema em Passos fomentando ainda mais o gosto por essa arte que tem na cidade talentos expressivos já presentes nas telas do cinema como o próprio ator – Selton Mello – que dá nome ao festival. “Estamos caminhando a cada edição para cumprir com nossa meta, sempre com o apoio irrestrito da FESP, representada pelo seu presidente, o Professor Fabio Kallas. Queremos buscar ainda mais apoio disseminando a cultura do cinema dentro da própria fundação e outros ambientes da cidade e buscar apoio também do setor público e privado na cidade, procurando valorizar as questões culturais que muitas vezes são deixadas de lado”, destaca o professor Diovany Rodrigues outro organizador do Festival.

Equipe está produzindo curta em homenagem a Gustavo José Lemos

Outra novidade deste ano é que a equipe de professores e alunos do festival está gravando um curta-metragem em homenagem ao ator e diretor Gustavo José Lemos, falecido no ano passado. O vídeo será exibido durante a semana do Festival. Depois de ser apresentado em Passos o curta será enviado para os principais festivais de cinema do Brasil e do exterior.

A equipe de gravação conta com 15 profissionais de diversas áreas e funções. “Contamos com a participação de 25 atores da nova geração e da época do Gugu (apelido carinhoso de Gustavo). Vamos gravar em 20 locais diferentes e com o melhor equipamento de vídeo disponível na cidade para que a qualidade do material fique no padrão desejado pela produção. Na última semana gravamos 13 sequências das 34 previstas no roteiro e teremos mais duas semanas de gravações em diversos pontos da cidade de Passos. A primeira exibição do curta será na semana do festival e depois iremos exibi-lo em muitos outros lugares da cidade”, descreve Diego.

“O Festival é um sucesso que vai sempre além de nossas expectativas. Com o que produzimos nessas quatro edições do Festival temos material e experiência suficiente para fazer um grande festival de cinema em Passos já no ano que vem, mostrando que esse projeto será um dos maiores eventos da cidade”, completa o professor Paulo Henrique Baldan Valim, que faz parte da equipe de organização do Festival.

Fonte: Departamento de COmunicação e Marketing



Foram iniciadas no último sábado (14) as oficinas teóricas do 4º Festival Selton Mello de Vídeo, realizado pelos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG). Neste ano as oficinas acontecerão em quatro finais de semana ao contrário das edições passadas nas quais foram realizadas somente três oficinas.

Os coordenadores do festival, professores Diego Vasconcelos, Diovany Rodrigues e Paulo Henrique Vallim, estão entusiasmados com a edição de 2012 que está cheia de novidades. O festival já integra o calendário anual de eventos da FESP e é uma oportunidade de aproximar os alunos das escolas de ensino médio dos cursos da fundação promovendo uma experiência de aprendizado diferente.

Na primeira oficina, além do estudo das temáticas de roteiro e produção preparadas para o dia, os novos alunos conheceram o projeto e as novidades que foram criadas para 2012. Neste ano o festival pretende, além da “Mostra Competitiva” entre as escolas do ensino médio, evento que cresce a cada ano, criar outra mostra de documentários e curtas enviados por produtores de todo o país. Com essa iniciativa, o festival dá o primeiro passo para Passos buscar um lugar de destaque dentro dos festivais de cinema que são realizados por todo o país.

A equipe que coordena o festival também prepara palestras e seminários a respeito da produção audiovisual e as políticas públicas de incentivo às produções. Serão preparadas sessões de cinema para os públicos infantil, adulto e terceira idade, oferecendo entretenimento para um maior número de pessoas.

Os alunos da APAE também se envolveram no projeto e preparam uma apresentação especial para a noite das premiações. A coordenação do projeto vai produzir um curta em homenagem a Gustavo José Lemos, artista passense falecido em 2011. Uma votação em forma de enquete no blog do festival irá eleger o melhor curta já produzido nas três primeiras edições. O vencedor irá abrir o evento deste ano.

De acordo com o professor Diego Vasconcelos, um dos coordenadores do festival, este ano os vídeos serão produzidos com o equipamento dos próprios alunos que poderão usar todo tipo de recurso audiovisual, até mesmo câmeras portáteis ou celulares. Segundo Diego essa é uma forma de possibilitar a autonomia na produção e irá favorecer a equipe de coordenação que estará envolvida na produção do curta sobre o artista Gustavo José Lemos.

Outra novidade é que ao invés de um dia de apresentação denominado de “Mostra Competitiva”, esse ano será realizado uma Semana de Apresentações. “O festival cresce a cada ano e as novas ideias têm o intuito de estimular os alunos a utilizarem os conhecimentos adquiridos nas oficinas teóricas para a produção prática. O conteúdo das oficinas dessa edição irá englobar de uma forma mais direta a parte prática preparando os alunos para quando eles forem produzir seus vídeos. Estamos confiantes e conforme avaliamos nessa primeira oficina, o resultado será muito bom”, disse Diego.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Equipe nas filmagens

A equipe do Festival Selton Mello de Vídeo, promovido pelos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Fundação de Ensino Superior de Passos, deu início aos trabalhos da terceira edição. Depois do convite às escolas, foram selecionadas 10 participantes, mas somente 9 puderam efetivar a participação, pois uma das escolas não compareceu às oficinas teóricas já realizadas.

Coordenam o projeto os professores Diego Vasconcelos, Diovany Rodrigues e Paulo Henrique Vallim com o apoio do ator passense que dá nome ao festival Selton Mello.

Cada escola pode participar com propostas para a produção de um curta-metragem com o apoio da equipe da FESP. Para a seleção, porém, caso a escola seja selecionada somente uma proposta será desenvolvida. A mostra competitiva, na qual são apresentados os resultados do projeto, será realizada no mês de novembro.

De acordo com o professor e um dos idealizadores do projeto Paulo Henrique Valim a expectativa para este ano é animadora. As escolas selecionadas para a disputa do festival são: E.E. Nossa Senhora da Penha, Colégio Imaculada Conceição, E.E. São José, E.E. Dulce Ferreira de Souza, E.E. Neca Quirino, Colégio Del Rey, E.E. Profª. Júlia Kubitschek, Colégio São Francisco, Colégio Status e Colégio Tiradentes da Polícia Militar. Todas as equipes selecionadas, são compostas de 6 estudantes.

Durante o início do festival são realizadas oficinas teóricas abordando fases do processo de produção de um curta desde roteiro, direção de fotografia e iluminação e direção de arte às temáticas de cinegrafia, figurino, produção e produção de áudio.

No próximo dia 2 de julho acontece a última oficina teórica que vai trabalhar a direção geral, edição e pós-produção, direção de atores e finalização do processo de produção dos curtas. Depois disso começam as gravações que serão no mês de agosto. “As gravações tem o prazo máximo de 8 horas. Os alunos escolhem um ponto de referência e tem 100 metros de raio para distribuírem suas locações. A equipe de apoio do festival acompanha todo o processo, seja auxiliando na direção, iluminação ou na cinegrafia”, explica Paulo Henrique.

Os alunos são orientados durante todo o processo do festival através dos encontros semanais com os idealizadores e monitores da FESP. “Os alunos vão elaborando os roteiros durante todas as oficinas. A cada oficina eles recebem orientações e dicas para conduzirem o enredo. Após o último encontro ainda há uma etapa de correção e sugestões a respeito dos roteiros, completa Paulo Henrique.

O júri é composto por pessoas ligadas à produção audiovisual e ao cinema. No fim de semana que antecede a mostra, o júri irá avaliar os vídeos enviar a votação em envelope lacrado. Este ano também haverá um júri popular.

Fonte: Agência Escola



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  dezembro 2020  >>
seteququsedo
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
45678910