O Núcleo de Inovação Tecnológica - NIT/FESP, no dia 13 de fevereiro de 2014, realizou a primeira reunião do ano para dar início a implementação das ações propostas pelo núcleo e para apresentar o regulamento elaborado, que deverá reger as políticas de proteção de propriedade intelectual produzidas pelos professores pesquisadores na FESP. Também foi apresentada proposta para elaboração de planejamento estratégico baseado no Balanced ScoreCard (BSC) para as ações que serão realizadas no ano de 2014. Estiveram presentes na reunião a Coordenadora do NIT/FESP, professora Marisa da Silva Lemos, e os componentes do núcleo, o Diretor do Núcleo Acadêmico de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, professor Eduardo Goulart Collares, o professor César Vilela Aquino, e a bolsista da FAPEMIG Nathália Lemos Vasconcelos.

O Projeto foi aprovado pela FAPEMIG com o fomento de Bolsa de Gestão em Ciência e Tecnologia (BGCT). Fizeram parte da comissão avaliadora dos candidatos um professor da FESP, o professor doutor Jose de Paula Silva, coordenador do Centro Vocacional Tecnológico - CVT/FESP e do Comitê de Ética da FESP, e um professor doutor externo a instituição, o coordenador do Núcleo de Inovação do IFSul de Minas-Campus Passos, o professor Dennis Hanson. O processo seletivo foi realizado em três etapas. Na primeira foi a análise do currículo dos profissionais candidatados. Na segunda realizaram uma entrevista individual com os participantes. Na terceira e última foi solicitado aos candidatos uma apresentação oral em sala multimídia com assunto relativo à área de  proteção de propriedade Intelectual.

Foram inscritos neste processo seletivo 19 profissionais da área do Direito e Administração. Cinco candidatos foram selecionados para a segunda e terceira fase da seleção. A profissional aprovada para a Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia foi a advogada Nathália Lemos Vasconcelos, formada em Direito e com conhecimentos prévios profissionais na área de Propriedade Intelectual.

O Núcleo de Inovação Tecnológica – NIT/FESP incentiva a identificação do potencial inovador e difundi a cultura de proteção da propriedade intelectual de processos e produtos originados em pesquisas científicas nas diversas áreas de atuação dos docentes da Fundação de Ensino Superior de Passos. Até o momento, a instituição já realizou através do NIT/FESP o pedido de registro de uma patente no INPI (09/12 /2013) para a ex-aluna do Curso de Moda & Design, Renata Ramiro.

Maiores informações de atendimento referente ao Núcleo de Inovação Tecnológica - NIT/FESP encontra-se na Rua: Doutor Carvalho, nº 1147 – Bairro: Belo Horizonte / Passos-MG. Telefones: (35) 3521 – 6033 ou através do email institucional: nit@fespmg.edu.br 

TEXTO ESCRITO POR: COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO - CPEX



O aluno do Curso de Engenharia Ambiental, Eridano Valim dos Santos Maia, retornou à FESP no dia 10 de fevereiro de 2014, após intercâmbio do Programa Ciência sem Fronteiras nos Estados Unidos. O estudante esteve participando do programa no exterior durante 1 ano e 6 meses desenvolvendo graduação, na Universidade americana, Bowling Green State University, na cidade de Bowling Green - Ohio. O período de estudo acadêmico foi de agosto - 2012 a fevereiro - 2014. 

Antes de retornar ao país, no dia 01 de fevereiro de 2013, Eridano participou de uma reunião com o embaixador brasileiro, Mauro Vieira, na cidade de Columbus, capital de Ohio, em Ohio State University, representando os alunos brasileiros do programa Ciência sem Fronteiras.  Durante a reunião argumentaram o quanto seria importante à participação do embaixador brasileiro em Bowling Green State University para que através de palestras e workshop pudesse despertar o interesse dos alunos americanos em conhecerem melhor a cultura brasileira, e assim aumentar o fluxo de jovens americanos vindo estudar nas universidades brasileiras. 

Estiveram presentes na embaixada Mauro Vieira, embaixador do Brasil na cidade de Columbus - Ohio, a Dra. Marcia Salazar-Valentine, Diretora executiva do Departamento de Alunos Internacionais em Bowling Green State University (Executive Director at Bowling Green State University's Continuing & Extended Education da Bowling Green State University), o aluno do Programa Ciência sem Fronteiras, Eridano Valim dos Santos Maia, a aluna de mestrado, Ana Clara Martins e Rafael Tosti, Segundo Secretário do Setor Cultural e Educacional.

A embaixada brasileira, Embassy of Brazil in Washington, DC, em Washington publicou em sua rede social (fanpage) o encontro - confira a publicação na íntegra: link (http://migre.me/hPtKs).

A coordenadora do Programa Ciências sem Fronteiras na FESP, Marisa da Silva Lemos pode avaliar o perfil do aluno que saiu da FESP a quase dois anos atrás e o aluno que voltou. “São duas pessoas. A pessoa que voltou está mais consciente de sua posição no mundo que vive. Seus estudos foram na área ambiental e ele traz na sua bagagem não só conhecimentos específicos, mas, também para sua formação geral no que se refere a comportamento e maneira de atuar diante de problemas e tomadas de decisão. O que ele adquiriu é realmente o que o mercado procura em um profissional de alto nível; conhecimento técnico aliado a competências de um líder. A FESP deseja ao Eridano muito sucesso na sua vida profissional e acredita que seu esforço de passar por esta experiência no exterior vai ser reconhecido na sua vida futura.”

A Fundação de Ensino Superior de Passos informa que já retornaram do exterior 4 alunos que participaram do Programa Ciência sem Fronteiras, 7 estão realizando o intercâmbio de graduação e em 2014 a instituição enviará  2 alunos no primeiro semestre (maio/2014) e outros 2 já estão aprovados e homologados para intercâmbio previsto para o segundo semestre em agosto de 2014.

Eridano afirma que “participar do programa ‘Ciência sem Fronteiras’ foi além da realização de um sonho, um grande aprendizado com resultados que fogem muito da expectativa de aprender uma segunda língua. Através do intercâmbio em uma universidade americana, eu pude vivenciar e conhecer um pouco da cultura de diversos países. Aprendi a lidar com as diferenças que encontramos no dia a dia e aumentei a minha percepção para com os diferentes problemas globais que enfrentamos hoje no mundo. Aprendi que um bom dia, com licença ou obrigado nunca são demais mesmo que tenham que ser ditas diversas vezes ao dia. Abrir a porta para quem está vindo atrás nunca foi tão comum, e a cada sorriso ou palavra de agradecimento as forças são renovadas para uma próxima porta que irá se abrir”.

“Tendo em vista que o programa “Ciência sem Fronteiras” visa o engrandecimento pessoal, acadêmico e profissional do aluno participante, posso garantir sem sombra de dúvidas que minha missão no programa foi cumprida. A participação em um programa de intercâmbio fez com que eu exercitasse algumas das qualidades mais buscadas em um profissional nos dias de hoje sendo uma boa comunicação, trabalho em equipe, resolução de problemas e liderança. Fui para os Estados Unidos com a expectativa de aprender uma segunda língua, porém após 16 meses vejo que a transformação foi muito maior. Uma experiência imensurável e inigualável, uma viagem sem fim, com lembranças e aprendizados que me faz hoje um homem, amigo, filho e profissional muito melhor do que antes”.

A Coordenação de Pesquisa e Extensão da FESP – CPEX é responsável pelo Programa Ciência sem Fronteiras na instituição e conta com a assessoria institucional do funcionário da CPEX o Jornalista, Étory Zaghi, para acompanhar os alunos neste processo.  

Os interessados em se candidatar nos editais do programa deverão entrar em contato com a CPEX para auxiliá-los no processo de candidatura. Local: Rua Doutor Carvalho, nº1147 – Bairro: Belo Horizonte / Passos - Telefones para contato: CPEX: (35) 3529 – 6033 \ (35) 9811 – 8085.

TEXTO ESCRITO POR: COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO DA FESP – CPEX




No dia 13 de novembro, quarta-feira, às 19h00, no Auditório da FESP / Bloco 01, foi realizada a palestra com o tema: Estudantes da FESP no Exterior; Depoimentos, Oportunidades e Experiências vividas em Universidades Estrangeiras. O encontro reuniu estudantes de diversos cursos da instituição. Os alunos discutiram assuntos relacionados ao intercâmbio e tiveram a oportunidade de ter o relato de duas alunas que retornaram do exterior neste semestre. Thaís Soares Elorde, estudante do curso de Enfermagem da FESP, morou na cidade de Faro / Portugal e cursou graduação na Universidade do Algarve e da aluna Marina Rejane de Lima aluna do Curso de Sistemas da Informação da FESP / UEMG cursou a graduação na Universidade de Coimbra / Portugal.  

Os alunos também participaram de uma vídeo conferência com a aluna Maria Luiza Zaghi, intercambista do programa, do Curso de Engenharia de Produção da FESP que atualmente reside nos Estados Unidos, na University of Indiana Institute of Technology. O encontro foi coordenado pela Prof.ª Marisa da Silva Lemos, Coordenadora do Programa Ciência sem Fronteiras e pelo assessor do programa no CPEX o jornalista Etory Zaghi.

No ano de 2013 a Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP / UEMG) consolida com sucesso os resultados do  Programa Ciência sem Fronteiras na instituição. Contabiliza 09 alunos no exterior, 02 alunas que retornaram do intercâmbio, 02 alunos aprovados para os estudos no exterior a partir de março/2014 e mais 30 candidaturas estão sendo acompanhadas para início de intercâmbio em agosto / 2014. 

Os estudantes interessados no Programa deverão preencher os requisitos exigidos nos editais. Estar regularmente matriculado em curso de nível superior nas áreas e temas contemplados pelo CsF. Ter nacionalidade brasileira; Ter integralizado no mínimo 20% e, no máximo, 90% do currículo previsto para seu curso; Ter obtido nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) igual ou superior a 600 pontos, em exames realizados a partir de 2009; Comprovar proficiência conforme consta no texto das chamadas. 

A coordenadora do programa Marisa Lemos enfatiza que os alunos da FESP não podem perder esta oportunidade única na vida. Estudar no exterior com todo apoio acadêmico e financeiro que o programa oferece é realmente desperdiçar chance única que passa uma vez somente. 

Os editais abertos para 2014 são para 20 países: Reino Unido; Bélgica; Canadá; Holanda; Finlândia; Austrália; Nova Zelândia; Coréia do Sul; Espanha; EUA; Alemanha; França; Itália; Suécia; Noruega; Irlanda; China; Hungria; Japão; Áustria.

Os alunos interessados em se candidatar nos editais entrem em contato com a Coordenação de Pesquisa e Extensão da FESP - CPEX para que possamos auxiliá-los no processo de candidatura. 

Coordenação de Pesquisa e Extensão – CPEX \ FESP – Rua  Três de Maio, nº33 – Centro / Passos. Telefones para contato: CPEX: (35) 3529 – 8080\ (35) 9811 – 8085.  

ESCRITO POR: COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO DA FESP



O Deputado Federal Renato Andrade recebeu nesta terça-feira (24), em seu gabinete, em Brasília, o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas que apresentou pedido de mais equipamentos para os laboratórios do curso de Medicina. O vereador de São João Batista do Glória, Joanito Fonseca, também participou da reunião. 

O deputado também comemorou a aprovação pelo MEC do curso de Medicina na FESP. “Eu sempre sonhei com um curso de Medicina para a nossa região porque isso reflete diretamente na saúde da população, com mais médicos, mais residentes. Em 2010, quando ainda estava em campanha política, eu sempre dizia o quanto era importante”, relata.

O presidente do Conselho Curador da FESP informou que o pedido foi feito para incrementar ainda mais as instalações do curso. “O Renato demonstrou que está muito feliz com a aprovação do curso e nós acreditamos que ele vai se empenhar nesta demanda”, afirma. 

A FESP está aguardando a publicação do decreto que autoriza a abertura de processo seletivo neste ano. O projeto do curso começou a ser desenvolvido há pelo menos três anos e contou com a participação fundamental da Santa Casa de Misericórdia de Passos, cuja equipe formada médicos doutores de várias especialidades, integrou o Núcleo Docente Estruturante, responsável pela elaboração da proposta enviada ao MEC.

O curso de medicina da FESP também vai integrar como cenários de práticas acadêmicas as Santas Casas de São Sebastião do Paraíso e de Piumhi, Fundação Beneficente São João da Escócia (que engloba o Hospital Otto Krakauer e Recanto Geriátrico) e ainda a Sociedade São Vicente de Paulo, além do Hospital Regional do Câncer. Além das unidades de atendimento já existentes na FESP, como o Ambulatório Escola e Núcleo de Atendimento e Pesquisa em Hanseníase e o PSF escola, vinculados a outros cursos da área da saúde, como Enfermagem, Biomedicina e Nutrição, Educação Física e Ciências Biológicas. 

O Deputado Renato Andrade ressaltou a importância do curso para melhorar o atendimento à comunidade e afirmou que vai se empenhar para atender à demanda da FESP. “Tudo o que for para o bem do nosso povo pode contar sempre com o meu apoio, será uma união de forças”, disse. 



O Presidente do Conselho Curador da FESP, Professor Fabio Pimenta Esper Kallas se reuniu no começo de junho com o Grupo Gestor do APL de Confecções (Arranjo Produtivo Local). A reunião aconteceu no Centro Vocacional Tecnológico (CVT) da FESP no dia 18 de junho.

A reunião foi conduzida pela coordenadora do Projeto Rede de Inovação Tecnológica (RIT-Passos), Profa. Dra. Marisa Lemos, que ressaltou o incentivo recebido do Conselho Curador da FESP para a submissão deste projeto junto a Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (FAPEMIG).

O grupo gestor do APL de confecção de Passos se reúne a cada 15 dias na FESP desde janeiro de 2012, com a proposta de implementar uma  Rede de Inovação Tecnológica no Município de Passos. Além da coordenação da professora Marisa, o grupo é assessorado pelos professores MSc. César Aquino, Dr. Eduardo Collares, MSc. Vivaldo Silvério de Souza Filho e MSc. Olney Bruno da Silveira Júnior para desenvolver ações definidas pelo grupo, para que o APL seja formalizado junto aos órgãos competentes nos âmbitos estadual e federal.

Na reunião com o presidente do Conselho Curador da FESP, foi anunciada a data de realização do planejamento estratégico para os empresários do setor confeccionista. O planejamento será baseado na metodologia “Balanced Score Card” e será realizado entre os dias 19 e 21 de julho.

De acordo com o Presidente Fábio Kallas, a FESP está liderando e disponibilizando recursos para um movimento de articulação nas principais áreas produtivas e econômicas de Passos. Conforme destacou, a cidade de Passos tem vocações fortes na indústria confeccionista, moveleira, agropecuarista, especialmente na produção de grãos e leite, na prestação de serviços, na área de educação em todos os níveis, na saúde  e uma forte rede de hotéis e restaurantes e que a formação de APLs vem fortalecer e ampliar o trabalho dos setores em destaque. “É preciso perceber que estar em uma cidade polo regional implica em responsabilidades de atendimento e produção de qualidade. Com este projeto da Rede de Inovação Tecnológica e formação de APLs queremos fomentar a eficiência na produção de móveis e confecções, que pode trazer grandes benefícios à nossa comunidade, gerando mais empregos e desenvolvimento. É necessário fortalecermos a relação Governo Estadual, Universidade (FESP) e o Empresariado. Estamos construindo uma maneira de trabalhar inovadora que trará bons resultados”, observa Fabio.

Segundo a professora Marisa, Fabio estimulou o grupo no sentido de assumir o papel de responsabilidade com o setor confeccionista na cidade de Passos e ressaltou ainda a necessidade de acompanhar os avanços tecnológicos e a inovação na cidade. “Agradeço o apoio da FESP através da visão moderna e visionária do professor Fabio Kallas. Já estamos conseguindo muito resultados”, disse Marisa.

O grupo gestor é formado pelos empresários do setor que estão divididos por comitês de área de atuação e assessorados pelas instituições como APICON, FESP, Banco do Brasil, Prefeitura (SICTUR), IFSUL, STICCEP, SINDICOM, SEBRAE, SENAI, CVT/FESP e ACIP. O grupo é composto por aproximadamente 30 pessoas. Nove ações já estão sendo executadas pelo grupo (Confira lista).

A proposição do apoio da FESP neste projeto da Rede de Inovação Tecnológica (RIT-Passos) é mais uma iniciativa da fundação no sentido de transformar o conhecimento desenvolvido dentro da instituição em ações que tragam benefícios para a população de Passos e região.

Confira as ações que já estão sendo realizadas pelo Grupo Gestor do APL de Confecção de Passos:

  • Elaboração do Plano de Desenvolvimento do APL para registro do setor;
  • Certificação do registro do APL de confecção no Banco do Brasil e apresentação de linhas de crédito BB para o APL;
  • Criação logomarca, site e slogan da APICON e do APL (FESP/IFSUL através de concurso com participação de alunos e professores do curso de Publicidade e Propaganda e setor de informática da FESP);
  • Realização do diagnóstico do setor (análise de atratividade do setor pelo SEBRAE);
  • Participação dos empresários confeccionistas na cultura da cooperação e central de negócios no SEBRAE;
  • Visita ao BNDES para obter financiamento para o setor;
  • Submissão de projeto no edital da FAPEMIG “Mestres nas empresas”, pelo professor Cesar Aquino (curso de Administração/FESP), para desenvolver planejamento estratégico em uma empresa de confecção de Passos
  • Elaboração do Projeto: Inteligência competitiva e cooperação nos arranjos produtivos locais de confecções de Passos, pela professora Vanessa Cassoli (curso de Administração/FESP).
  • Oferecimento do Curso de Modelagem Plana para os confeccionistas pelo IFSUL

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  outubro 2020  >>
seteququsedo
2829301234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678