O grupo de palhaços “Doutores FESP Amigos da Alegria” que visita hospitais, asilos e eventos levando alegria e descontração está com inscrições abertas até o dia 9 de março para o curso de novos integrantes. O projeto desenvolvido em parceria com a Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) é coordenado pelo ator Eduardo Vilela e tem como objetivo utilizar do humor como auxilio na recuperação do paciente como um aditivo para a terapia de doenças, amenizando sofrimentos.

Os interessados em participar do curso podem se inscrever no Bloco 1 (Prédio Principal da FESP) junto ao setor de Atendimento. Para este ano, serão formadas duas turmas, sendo uma com 20 alunos da faixa etária de 18 a 45 anos e outra de 30 alunos para pessoas acima de 45 anos. A inscrição e o curso são gratuitos.

As aulas são ministradas no Bloco 13 (Avenida dos Expedicionários), uma vez por semana, no período noturno.

Dividido por módulos temáticos, o curso aborda desde a iniciação à atuação do palhaço e elementos fundamentais para o desempenho do ator como a expressão corporal e a técnica vocal. O trabalho, entretanto, exige dos atores também a responsabilidade e a força de vontade em fazer algo pelo próximo. “Nossa proposta é fazer o bem pelo outro e no decorrer do projeto vemos que tudo que fazemos pelo outro retorna para a gente de forma ainda mais expressiva”, lembrou Eduardo Vilela.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Muita alegria, emoção, desembaraço e superação foi o que não faltou na formatura do projeto “Doutores FESP Amigos da Alegria” realizada na última sexta-feira (27) no Auditório Professor Armando Righetto (Bloco 8) da Fundação de Ensino Superior de Passos. Todas as pessoas que já concluíram o curso de palhaço de hospital realizado pelo grupo desde 2008 receberam certificado. Os integrantes da turma de 2011 vestiram a caráter e fizeram bonitas apresentações entusiasmando os presentes na formatura. O presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas, foi representado na ocasião pelo diretor do Núcleo Acadêmico de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão, professor Eduardo Goulart Collares.

A estudante Elyssa Abdul Ahad, de 17 anos, participante da turma de adolescentes, contou que enquanto se maquiava a ansiedade característica de todo artista em início de apresentação também apareceu, mas que em pouco tempo a turma estava entrosada e despertando as emoções do público. “Temos a consciência da nossa responsabilidade em fazer rir. Depois de vestir meu nariz e jaleco eu não era mais a 'Elyssa', eu era a 'Doutora Abdulzida, técnica em transportadologia'”.

Coordenado pelo graduado em artes cênicas, psicopedagogo e professor de Educação Artística da rede municipal de Passos, Eduardo Vilela, o grupo é formado desde 2008 e firmou parceria com a FESP em 2010. Até hoje já se formaram 77 palhaços. Em 2011, foram 35. Deste total, o grupo tem hoje 45 palhaços atuantes.

O trabalho tem crescido a cada ano e por isso há a necessidade de formar ainda mais palhaços. Os “doutores” atuam em hospitais e asilos de Passos e em um asilo de São João Batista do Glória. São duas visitas por semana nos hospitais Santa Casa de Passos e São José Unimed sempre às quartas e sábados. Nos asilos as visitas acontecem quinzenalmente aos sábados. O grupo leva alegria a pacientes sempre em duplas ou trios para que haja a interação e percorre diversas alas dos hospitais.

O curso, que é totalmente gratuito, foi oferecido em 2011 em duas turmas, sendo uma para adolescentes e uma para adultos. As aulas são dividas em quatro módulos que abordam: expressão corporal e desinibição dos integrantes; improvisação; teoria e estágio. “É um trabalho muito sério e por isso exige preparação dos integrantes. O ‘doutor’ da alegria é uma técnica de palhaços como outras que existem, a do palhaço de circo e a do palhaço de rua, por exemplo. Só que por trabalhar diretamente no leito hospitalar em contato com o paciente é uma responsabilidade muito grande. O intuito é levar alegria a quem está internado e principalmente diminuir o sofrimento deste período e principalmente acabar como estigma de que o hospital é um lugar de tristeza. A melhora dos pacientes é observada, inclusive, pelos profissionais da saúde”, destaca Eduardo Vilela, lembrando que a parceria com a FESP foi muito importante, pois promoveu diversos benefícios para o grupo como a oportunidade do curso ser oferecido na própria instituição e ter o apoio tanto na divulgação quanto na execução do projeto. “Queremos agradecer a FESP pelo apoio. A parceria nos permite oferecermos as turmas e em 2012 também iremos oferecer duas turmas para adultos. As inscrições vão começar ainda em fevereiro”, disse.

Fabrício Gonçalves conheceu o grupo quando cursava Direito na FESP por meio de um anúncio. Ele acabou de se formar na turma de 2011 e disse que a participação tem sido muito produtiva pela oportunidade de levar alegria ao próximo. “O trabalho com os ‘Doutores FESP Amigos da Alegria’ está fazendo muito bem para mim. A possibilidade de ajudarmos o próximo a superar suas privações físicas com apenas um sorriso mostra que na realidade não precisamos de muito para ser feliz, somente uma mudança de perspectiva de vida e melhor proveito do que nos é concedido”.

Para ele o curso foi muito proveitoso e foi criado um vínculo muito forte entre os participantes. “O curso foi bem voltado para desinibição e para reencontro de nossa criança interior. Considero que foi muito proveitoso, pois criamos um vínculo muito bom entre os formandos e desenvolvemos varias técnicas para o trabalho”, disse. Elyssa também concorda com Fabrício e disse que o trabalho vai muito além de apenas promover alegria e descontração, com o objetivo de superar preconceitos e paradigmas.  “O curso é um presente para todos que o fazem. Lá dentro, nós ganhamos nossa infância de volta. O costume da sociedade de julgar as pessoas pelo que elas têm não existe dentro do grupo. O ‘Doutores’ nos permite ser puros, ver a pureza dos outros e sentir carinho, amor e companheirismo pelas mais variadas pessoas, mesmo que não as conheçamos”, disse Elyssa.

O gerente de compras Alessandro Bácculi de Almeida é o integrante que está presente há mais tempo no grupo, desde sua formação em 2008.  Para ele, que atua como o Doutor Alexio, o certificado recebido na última sexta é muito importante, mas ele tem um valor ainda maior acompanhado de todos os pontos positivos que os integrantes acabam recebendo “O maior certificado na verdade é o sorriso e o beijo de uma criança internada, a satisfação de ver o sorriso e a alegria destas crianças e também de idosos, pela nossa presença”, conta.

Durante todo o trabalho com o grupo Alessandro diz que o aprendizado foi intenso e de muita superação. “Temos nossas dificuldades também, mas o sorriso destas pessoas não tem preço. Aconteceu de algumas vezes eu estar cansado fisicamente e depois de entrar no hospital esquecer de tudo. É uma magia poder servir e fazer o bem a pessoas que realmente precisam”, conclui.

Em breve, as informações para inscrições nas turmas de 2012 do curso preparatório estarão no site da FESP.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  novembro 2019  >>
seteququsedo
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829301
2345678