O Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Passos venceu pela 4ª vez o Festival de Vídeo Selton Mello, realizado anualmente pela FESP. “Fibonacci” recebeu o prêmio no valor de R$600,00 do júri técnico, na noite da última segunda-feira (25), quando aconteceu a Mostra Competitiva. O segundo lugar ficou com os alunos da Escola Estadual São José, pelo vídeo “O pendrive”, e a terceira colocação, além do prêmio especial de júri popular, foram para os estudantes da Escola Estadual Caetano Machado da Silveira, que produziram o curta “Identify Crisis”.

O vencedor foi uma aposta no gênero de suspense. Amanda Botelho, uma das integrantes da equipe produtora, explicou que a escolha foi inspirada em uma série de televisão que o grupo acompanha. “No começo a gente até pensou em outra história, mas a gente queria inovar, queria uma coisa diferente que não tinha acontecido em outros curtas ainda. Então a gente pensou em criar uma história baseada em um seriado que a gente conhece para causar o suspense do que aconteceria no final”, justificou. O colega Marco Aurélio Reis Nascimento comemorou dizendo que depois do esforço ter vencido foi a recompensa. “É gratificante porque nós batalhamos bastante, dedicamos bastante”, completa.

Um dos coordenadores do Festival, professor Paulo Henrique Baldan Vallim, defende que, nesta edição, as produções refletiram o cotidiano dos próprios estudantes envolvidos e reforça a oportunidade que projeto oferece para que estes jovens possam ter contato com a produção audiovisual. “Os vídeos expressam um pouco do sentimento dos alunos, da realidade dentro das escolas, a questão de ser aceito, de estar inserido dentro do ambiente escolar, a busca do jovem para se conhecer, de estar junto com o outro, a preocupação de ajudar. Eu acho que é válida a participação dos alunos dentro do projeto pela possibilidade de desenvolverem uma obra audiovisual independente deles irem ou não para a área da comunicação, do cinema. É uma oportunidade para quem gosta e está disposto a seguir esse caminho até como profissão. É uma sementinha, um início. O festival é uma forma de colocar esses jovens para pensar”, justifica.

O aprendizado e a chance de criação e produção artística é uma forma de aproximar os interesses dos alunos junto à proposta de ensino das escolas. É o que acredita o professor de língua portuguesa e inglesa da Escola Caetano Machado da Silveira. Para ele a própria escola está indo em direção aos alunos quando incentivam a participação deles em iniciativas como o Festival realizado pela FESP. “Estamos num ponto em que a arte dentro da escola está muito em voga. A temática de ensino pedagógico está trazendo música, teatro, cinema e isso é de extrema importância para que a escola seja uma presença contínua na vida do jovem. Nós como educadores temos que saber e avaliar a hora de encaminhá-los para a cultura, arte e contextualizar isso dentro do ensino”, declarou Luiz Carlos de Souza.

A mesma pontuação foi feita pelos alunos da Estadual São José. Um dos participantes, Deivid Aparecido Ferreira contou que apesar das dificuldades em relação à produção, atenção dada pelos organizadores do Festival foi determinante para que conseguissem concluir o vídeo. “Foi uma experiência muito boa, foi difícil, mas a gente aprendeu muito. Os coordenadores tiveram muita boa vontade para ensinarem a gente e foi maravilhoso! Valeu muito a pena”.

Em Abril deste ano, as oficinas - ministradas pelos professores responsáveis pela Mostra Competitiva - envolveram discussões sobre produção, direção de fotografia, roteiro, direção de áudio, direção geral, edição e finalização, dando início à 5ª edição do Festival Selton Mello de 2013. Segundo Diovany Rodrigues, também responsável pelo projeto, os alunos enviaram as ideias iniciais dos roteiros e durante as oficinas trabalharam para adaptar à realidade de produção de cada equipe. “Oferecemos todo o embasamento teórico para que eles pudessem produzir e tivemos também algumas aulas práticas. Foi possível ver alguns dos exemplos que passamos em aula. Não houve limitação criativa e o resultado foi muito bom”, ponderou o professor.

O também organizador do Festival, professor Diego Vasconcelos, fez a mesma avaliação dizendo que a Mostra é muito importante, contribuindo para a sensibilidade artística dos alunos participantes. “Tem grande abrangência e uma ótima repercussão. As expectativas para o próximo ano são sempre as melhores”, finalizou.

Confira abaixo os nomes dos integrantes das produções:

Colégio Tiradentes da Polícia Militar 

CURTA: Fibonacci 

ALUNOS: Amanda Botelho / Danielle Alves / Luiz Marques / Marco Reis / Stéfano Teixeira / Stéphanie Alves

E.E. São José 

CURTA: O pendrive 

ALUNOS: Cassia Lima / Daphine Aparecida / Deivid Ferreira / Driele Silva 

E.E. Caetano Machado 

CURTA: Identify Crisis 

ALUNOS: Rafaela Marinho / Igor Barbosa / Anelise Souza / Natália Reis / Gustavo Barbosa / Samara Ingryd

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG

Veja todas as fotos AQUI.



Com número recorde de participantes a 8 ª edição da Mini Maratona da FESP foi um sucesso. O evento esportivo aconteceu no último domingo (10) e reuniu nas ruas de Passos um grande público que acompanhou os atletas durante a prova que foi  dividida entre as categorias: corrida principal, com 10 km de percurso; a corrida com 5km; a mirim e infantil, com 2 km; e a caminhada.

De acordo com o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas, a Mini Maratona já faz parte do roteiro anual dos corredores das cidades vizinhas, como Pratápolis e Alpinópolis, além dos atletas de Belo Horizonte, da equipe do Cruzeiro, que sempre participam da competição. “Nós estamos muito felizes porque nós cumprimos a nossa missão que é levar até a comunidade o conhecimento que nossos professores e acadêmicos têm. Mais uma vez o pessoal do curso de Educação Física e todos os que participaram da organização estão de parabéns”, declarou.

O organizador da Mini Maratona, professor do curso de Educação Física da FESP, Marcelo Campos, falou sobre o destaque que a competição alcançou. “Este ano batemos o recorde de participação na Mini Maratona. Tivemos a participação maciça de corredores do interior paulista: Santa Rosa do Viterno, Franca, Ribeirão Preto, Americana, São Paulo, Campinas, Sertãozinho, Patrocínio Paulista. A participação feminina nesta prova foi superior dos anos anteriores também, contribuindo com o aumento do nível técnico e claro, com a diminuição do tempo no percurso da prova. Agradeço a parceria da UNIMED, Corpo de Bombeiro, Tiro de Guerra, Hotel Vila Rica, MINASBEB e a Secretaria Municipal de Saúde”.

O campeão da categoria Masculino Geral 10 km, Reginaldo José da Silva comemorou o prêmio já pensando na próxima corrida. “O foco agora é a Volta Internacional da Pampulha. Já fui campeão em São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, Ouro Branco e Mariana. O desejo da vitória é o maior incentivo, mas o mais importante é a saúde”, comentou o atleta da equipe do Cruzeiro.

Kleidiane Barbosa Jardim, vencedora da categoria Feminino Geral 10 km, falou sobre a prova e sua expectativa para a nona edição da Mini Maratona. “Sou atleta profissional há três anos e já tem um certo tempo que a gente corre pelo Grandcursos. Esse ano eu estou correndo o circuito Caixa, que já está chegando ao final, e eu consegui vir aqui. Vi que essa corrida acontece todo ano e é bom para incentivar as pessoas. O circuito não é tão difícil, mas tem que estar preparado. Espero que a gente possa estar de novo aqui em 2014”, disse a campeã.

A competição principal, de 10 km, distribuiu mais de 6 mil reais em prêmios para os três melhores colocados do Geral e Local, nas modalidades masculino e feminino.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG

Confira o quadro de vencedores abaixo e a galeria de fotos AQUI.



A noite da última segunda-feira (04) foi de festa e muitas emoções durante o 1º Festival Gospel Canta FESP que leva o nome do cantor e compositor passense Thalles Roberto, considerado um dos maiores fenômenos da música Gospel da atualidade. O Parque de Exposições Abílio Soares, em São João Batista do Glória (MG), recebeu um público numeroso e entusiasmado que permaneceu no recinto até a divulgação final dos ganhadores. Entre mais de 60 composições inscritas dos quatro cantos do país e também do país vizinho Uruguai, 16 finalistas foram selecionados para se apresentarem no palco e serem avaliados pela plateia e o corpo de jurados que contou com a presença do patrono do Festival, Thalles Roberto. 

O 1º Festival Gospel Canta FESP Thalles é uma realização da FESP em parceria com o cantor e com a Prefeitura de São João Batista do Glória e vem para abrir mais espaço para a arte e cultura no cenário da região de Passos. Segundo o presidente do Conselho Curador da FESP, Fabio Pimenta Esper Kallas, o Festival já nasceu em terreno fértil e renderá bons frutos a cada edição. “Eu achei que foi uma grande e grata surpresa. Foi extraordinário! Este evento já nasceu forte e tocou o coração de muitas pessoas, inclusive o do Thalles que veio participar do corpo de jurados e deu um verdadeiro show. Esperamos que este evento se torne uma referência e continue dando oportunidade para estes artistas demonstrarem seu talento e começarem uma carreira de sucesso”, declarou o professor.

Aparecida Nilva dos Santos, prefeita de São João Batista do Glória mostrou satisfação em receber o evento na cidade. "Ficamos muito satisfeitos nesta parceria entre a FESP e o Thalles Roberto aqui em São João Batista do Glória. Acho que é disso que nossos jovens precisam: de uma mensagem de otimismo, esperança e fé. Nestes dias onde a família anda tão desvalorizada e esquecida eventos como este servem para reatar estes lanços e trazer mais harmonia e paz para a nossa cidade", relatou Nilvinha.

Após quase duas horas de boa música, os jurados premiaram a cantora Carolina Dantas, de Santos (SP), como a melhor intérprete e pela melhor canção, recebendo troféu Canta FESP Gospel Thalles Roberto e um cheque no valor de R$ 5 mil reais. O que ninguém esperava era o anúncio de outro prêmio extra para a grande vencedora. Ao elogiar a cantora pela conquista, Thalles anunciou que irá produzir o primeiro CD de Carolina Dantas. 

A sequência de surpresas começou cedo com um show de carisma e simpatia do cantor Thalles, que contou um pouco sobre as dificuldades que enfrentou no início da sua carreira, disputando festivais de música como este que leva seu nome. Empolgado com a vibração do público, Thalles não resistiu e com sua guitarra cantou por cerca de 30 minutos seus principais sucessos, acompanhado por um coro de crianças, jovens, adultos e idosos.

“Isso aqui é uma felicidade! Eu queria agradecer à FESP e à Prefeitura de São João Batista do Glória, realizadoras deste Festival, pela oportunidade. Ser reconhecido pelo seu povo não é fácil e ser querido na sua cidade, na sua região, é uma grande honra. Receber gente de fora também é um prazer. Superamos a expectativa de público e é muito bom ver esse povo aqui adorando a Deus, cantando para Deus, isso é lindo! Eu estou muito feliz”, comentou Thalles Roberto, que elogiou muito os participantes, reconhecendo o talento e valorizando os artistas.

Carolina Dantas agradeceu o cantor pelo prêmio surpresa, pelas considerações e pela oração que o cantor fez. Interpretando a música “Meu Socorro”, de Bruno Cardoso, a cantora conseguiu emocionar o público, os jurados e ainda arrancou lágrimas de Thalles Roberto que propôs a produção de seu CD. “Não tenho palavras pra explicar como é cantar uma música que vai direto ao coração de Deus. Quando eu canto e louvo eu agradeço a Deus pelas maravilhas que Ele tem feito na minha vida. Estou muito feliz! Nem tenho palavras para agradecer. Vim de tão longe, fiz uma rifa na Igreja para poder vir e não foi em vão. É uma bênção! O Festival é nota 10 e o Thalles é uma bênção! Ele realizou até o sonho do Nícolas, meu filho, que cantou no palco com ele”, contou a cantora emocionada.

“Tú és Santo” é o nome da canção composta e interpretada por Miqueias Medeiros, de São Sebastião (SP). Segundo ele, Deus falou em seu coração e logo a música fluiu. “Na hora que eu canto eu volto meu coração e meu pensamento para Deus. Procuro dar o meu melhor sempre porque o eu faço é para abençoar as pessoas e é pra honra e glória de Jesus. Eu sempre penso: eu vou te fazer sorrir, Deus”, falou emocionado o cantor que conquistou o segundo lugar, levando o prêmio de três mil reais.

O grupo Voz e Melodia de Passos (MG), com a música “Vou adorar”, Tiago Barros, de Vagem Bonita (MG), cantando “És meu tudo”, e Mizael Siqueira e banda, de Juiz de Fora (MG), com “Adoração”, ficaram em terceiro, quarto e quinto lugar, respectivamente. O prêmio de melhor torcida foi para o grupo da Aline Marques e Sandro Taborda, da Igreja Batista de São João Batista do Glória.

Sucesso

Sílvia Maria Oliveira Soares Maia e Leila Maria Suhadolnik de Andrade, organizadoras do Festival disseram que a noite foi de emoção e muita energia positiva. “Tivemos artistas da mais alta qualidade e valeu muito a pena investir neste estilo de música que traz uma mensagem muito boa para as pessoas”, defendeu Leila.

Um dos integrantes do corpo de jurados, Hesdras Alexandrino Rosa, que faz parte de um ministério de música em um grupo de oração da Renovação Carismática Católica, confirmou a qualidade técnica dos participantes e comentou sobre a iniciativa da realização do evento. “É muito importante para nós cristãos estarmos todos reunidos em nome de Jesus. A FESP está de parabéns! Eu me surpreendi com o talento apresentado. O Thalles é uma pessoa fantástica, a alegria dele contagia. “O evento foi excelente. É impressionante porque já é tarde, está chovendo, é segunda-feira e tem esse monte de famílias aqui”.

Uma dessas famílias é a do Ademir Raimundo da Silva, que esteve presente até o fim da noite com a esposa e filho. “É uma grande festa. Só de estar aqui e louvar a Deus é gratificante! Quero parabenizar os organizadores porque estou achando o máximo e espero que o Festival se repita. Valeu a pena!”

José Alexandre, participante assíduo do Canta FESP-CPN estreou na categoria Gospel e comentou a emoção da experiência. “Já participei de outros Festivais da FESP, mas este é especial porque eu estou percebendo uma movimentação que eu nunca vi nos outros. É um público diferenciado e eu estou realmente impressionado! Saí de casa já na expectativa porque eu nunca tinha participado de um festival gospel e foi uma energia enorme! Ganha o músico e também ganha a platéia”, alegou.

Thalles Roberto fechou a noite com a promessa de retornar no ano que vem com a sua banda para um show completo e espera que a quantidade de público aumente a cada ano.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG
Confira todas as fotos AQUI.


Com a participação de mais de 60 estudantes, a V Maratona de Programação realizada pela FESP na última semana teve a equipe [PHI] como grande campeã da noite. Vencedores da categoria Pleno, os alunos Hugo Humberto, Mailson Queiroz e Stanley Diones conquistaram vaga para disputarem a competição regional coordenada pela SBC (Sociedade Brasileira de Computação), e esperam conseguir chegar na etapa Nacional da maratona, que ocorrerá nos dias 8 e 9 de novembro em Uberlândia (MG).

“É sempre uma grande emoção ganhar o 1º lugar em uma competição. Estamos satisfeitos porque vencer é ter o reconhecimento do nosso esforço, estudo e trabalho. Agora temos a vaga pra maratona regional e vamos estudar pra conseguir a Nacional”, declarou Hugo Humberto, integrante a [PHI], graduando do 7º período de Sistemas de Informação da FESP.

Segundo Hugo Humberto, “o mais difícil foi a diferença de sintaxe porque a gente está acostumado a trabalhar com uma mais atual e a que a gente usou aqui é mais antiga”. Este fator destacado pelo vencedor foi um dos fatores que colaboram para desenhar o alto grau de dificuldade aplicado na maratona realizada pela FESP, que procura manter o nível da competição nacional. Por tal foi que Gualberto Rabai Filho, professor do curso de Sistemas de Informação e integrante do corpo de jurados da Maratona, atribuiu o fato de que ao final a equipe [PHI] foi considerada vencedora com apenas 2 problemas resolvidos. “A gente já tingiu 2/3 da competição e o que se pode perceber é que os problemas estão difíceis. Na categoria Pleno, a equipe que está ganhando só resolveu 2 problemas. Mas é normal porque o nível de dificuldade é grande mesmo e o tempo de submissão muito curto. A margem de acerto é 50%, quanto mais cedo submete, melhor chance de pontuar, mas maior o risco de ser penalizado se estiver errado. Por isso algumas equipes têm um comportamento mais conservador, preferem atrasar a entrega, mas entregar certo, é uma estratégia”, explicou o juiz.

Para o coordenador da Maratona de Programação da FESP, professor Kleber Marcelo da Silva Rezende, a competição é vantajosa não somente pelo fato de treinar alunos e professores para outros eventos da mesma linha, mas também porque a participação acaba sendo um diferencial no currículo do profissional que se forma. “Os aspectos trabalhados na maratona são os mesmos requeridos e apreciados pelo mercado. Trabalho em equipe e sob pressão é algo que fatalmente vai ser exigido e se você já se prepara pra isso vai ter vantagem lá na frente. Assim a maratona se tornou uma vitrine para os empresários que estão buscando os alunos proativos porque eles acreditam que estes serão os profissionais mais bem preparados para encarar desafios dentro de uma empresa”, pontuou Kleber.

A competição seguiu os padrões e regras da etapa Nacional realizada pela SBC e não teve equipe vencedora na categoria Sênior por falta de pontuação.

Confira todos os premiados:

Categoria Junior:

1° Lugar - Equipe Programmers (Zelio Junior, Michel Pelegrini e André Felix)

2° Lugar - Equipe Du Grória (Ailson Junior, Altamir Torres e Marina Silva)

3° Lugar - Equipe Stark (Antonio Vitor, Cesar Spinelli e Rafael Rattis)

Categoria Pleno:

1° Lugar - Equipe [PHI] (Hugo Humberto, Mailson Queiroz e Stanley Diones)

2° Lugar - Equipe The Zoeira Never Ends (João Paulo Amorim, Johny Nogueira e Paulo Ricardo)

3° Lugar - Equipe Mad Birds (Marco Abi-Ramia, Hugo de Paula e Ricardo Fidelis)

 

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG

Veja as fotos na Galeria de Imagens da FESP. CLIQUE AQUI.



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  janeiro 2021  >>
seteququsedo
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
1234567