Alunos do curso do Direito participaram neste sábado, dia 23 de agosto da palestra “Pesquisa Científica e Extensão Universitária no Curso de Direito”, realizada pela professora Marisa da Silva Lemos, Coordenadora de Pesquisa e Extensão da FESP. A palestra foi ministrada no auditório Armando Righetto / Bloco 08.

O encontro reuniu o Coordenador de Pesquisa e Extensão do Curso do Direito, Alisson Martins, professores e alunos de todos os períodos do curso. O foco da palestra foi o desenvolvimento de projetos científicos relacionados à área do Curso de Direito, pois estes apresentam particularidades na elaboração de seus projetos, pois na sua maioria são desenvolvidos em temas específicos da área jurídica o que de uma certa forma apresentam formato mais teórico do que experimental. No que se refere aos projetos de extensão na área jurídica a palestrante ressaltou a importância da prestação de serviços que são realizados a comunidade de Passos na área do Direito através do Escritório Escola Jurídico Social.

De acordo com a Coordenadora de Pesquisa e Extensão da FESP, Marisa da Silva Lemos, o aumento de submissões de projetos científicos na instituição da área do direito afirma o compromisso do curso com o conhecimento científico. A qualidade na elaboração de projetos agrega resultados surpreendentes na conquista de bolsas para os alunos. O curso de Direito é um grande seleiro de jovens cientistas, pois temos diversos projetos aprovados nos editais com fomento para as bolsas de iniciação científica.

O Coordenador de Pesquisa e Extensão do curso de Direito, Alisson Martins, comenta que é importante ressaltar a formação do estudante universitário em pesquisa e extensão como formas privilegiadas para concretizar o sucesso acadêmico. "Acredito que a Universidade possa orientar os estudantes no desenvolvimento dos saberes e que os possibilite a romper os limites do conhecimento alcançando o inovador, desta forma, estaremos formando profissionais conscientes de seu papel em nossa sociedade".

Os interessados em obter maiores informações devem entrar em contato com a Coordenação de Pesquisa e Extensão da FESP - CPEX. Local: Rua Doutor Carvalho, nº 1147 - Bloco 2 – Bairro: Belo Horizonte / Passos - Telefones para contato: CPEX: (35) 3529 – 6033.

FONTE: Texto escrito pela COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO DA FESP (CPEX)


A FESP recepcionou, na última terça-feira (05), o Circuito Mineiro de Administração (CMA), realizado pelo Conselho Regional de Administração de Minas Gerais. O evento aconteceu simultaneamente em Passos, Alfenas e Três Corações, tendo como objetivo promover o compartilhamento do conhecimento da Administração com os profissionais, estudantes e empresários da região.

Sob a coordenação do professor Olney Bruno da Silveira Junior, especialista em Administração de Recursos Humanos e Mestre em Administração das Organizações, o CMA integrou estudantes, professores e profissionais da área. 

“O evento é importante na valorização profissional, na aproximação dos administradores e alunos com o CRA/MG e para a possibilidade da troca de experiências e conhecimentos. A expectativa, que se materializou com o evento, foi um grande congraçamento entre os participantes. Estiveram presentes administradores egressos da Faculdade de Administração de Passos, professores, alunos dos cursos de Administração e Tecnologia em Gestão Comercial. A data do evento coincidiu com o início do semestre letivo e isto traz uma energia gratificante que se traduzirá em engajamento por parte de todos e, com certeza, a conscientização para a necessidade de dedicação e comprometimento para aquisição de conhecimentos, habilidades e atitudes para os profissionais”, avaliou o professor da FESP.

Os participantes assistiram à palestra "Escassez de profissionais no mercado? O que fazer para suprir a demanda?", com administrador Jehu Pinto de Aguilar Filho, conselheiro do CRA-MG, doutorando em Administração, pós-graduado em OSM e Metodologia do Ensino Superior, consultor de empresas no segmento profissional e educacional e Vice-Presidente de Relações Internacionais e Marketing do CRA-MG.

Segundo o coordenador do CMA o administrador Jehu trouxe informações publicadas acerca da pesquisa da Fundação Dom Cabral sobre a escassez de profissionais das áreas de administração e tecnologia de gestão comercial, apontando os principais motivos das dificuldades encontradas pelas próprias empresas do setor no momento da contratação. 

“O palestrante apresentou a necessidade das empresas em contratar profissionais para as áreas de: compras; administração; gestão de projetos; recursos humanos e finanças. Ele também destacou que o motivo principal é a falta de capacidade de realização advinda da baixa qualificação. Assim, como foi apontado, as empresas – aproximadamente 53% - reduziram as exigências para a contratação nos quesitos: experiência profissional e língua estrangeira. Porém, destas, apenas 13% abriram espaço para aqueles que não possuem pós-graduação e o restante não reduziu as exigências. A partir de então se faz necessário uma nova postura na formação, tanto para Instituições de Ensino, professores e alunos”, disse Olney.

O administrador Jehu destacou ainda em sua fala para os participantes do Circuito a necessidade do conhecimento, habilidade e atitudes voltadas para as ciências humanas, do relacionamento interpessoal e do empreendedorismo, como parte fundamental para o perfil do administrador ou tecnólogo desejado pelo mercado.

O evento contou com o "CRA-MG Itinerante", um escritório móvel que atendeu os alunos e profissionais para oferta de informações, brindes e registro profissional. A cerimônia de abertura teve a inserção do momento cívico, com a execução do Hino Nacional pelo Administrador egresso da Faculdade de Administração de Passos, Rodrigo Mazzilli, em solo de guitarra, e ainda a apresentação do coral de vozes e flauta das crianças - alunos da escola Nazle Jabur - regidos pelo Maestro Ronieli Souza, sob a monitoria da senhora Alini Nascimento, do Projeto da Associação São Francisco, que foram articulados por Felipe Terra, aluno do 7º período do Curso de Administração.

Depois do sucesso do CMA o professor coordenador finalizou ressaltando a importância e as vantagens do relacionamento próximo da FESP e CRA/MG. A palavra que traduz este encontro é parceria. Como representante do Conselho Regional de Minas Gerais em Passos, posso afirmar que as portas da IES sempre estiveram abertas para os eventos do CRA/MG e, principalmente, afirmo que todos os recursos necessários sempre foram alocados por parte da diretoria da Fundação para que o CRA/MG pudesse ter dentro da FESP o seu espaço. Este estreitamento traz benefícios para os alunos e egressos, uma vez que recebem informações continuadas sobre a profissão.

Todos os participantes receberão certificados, que poderão ser computados como horas de atividades complementares de graduação. O documento será emitido pelo próprio Conselho Regional de Administração e enriquecerá o currículo dos participantes como formação extracurricular.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



No último sábado, professores e alunos participaram de atividades especiais do curso de Pedagogia da FESP. 

Em palestra com a temática “Saúde da Mulher: a prevenção à neoplasia”, a professora Elexandra Helena Bernardes, doutora em Saúde Pública, fez uma explanação sobre duas doenças que atualmente preocupam muito as mulheres: o câncer de mama e o câncer de útero. A palestrante explicou causas, desdobramentos, estatísticas sobre as doenças no mundo e no Brasil, e também fez orientações sobre cuidados, prevenção e tratamentos disponíveis na rede pública de saúde.

Cerca de 120 alunas do curso e as professoras Carla Faria, Carmem Cardoso, Gelcira Augusta, Eliane Serafim, Heloísa Mônica e a coordenadora Rosânia Fonseca, estiveram presentes no evento.

Outra atividade foi um debate sobre os 50 anos do Golpe Militar após sessão “Cinema Pipoca e Bala pipper” - coordenado por Itamar Bonfim - com a apresentação do filme “O dia que durou 21 anos”. Professores e alunas discutiram o tema sob a coordenação da professora de Sociologia e Antropologia, Doutora Maria Eliane Serafim de Andrade.

Confira abaixo a sinopse do documentário:

“O dia que durou 21 anos” mostra a influência do governo dos Estados Unidos no Golpe de Estado no Brasil em 1964. A ação militar que deu início a ditadura contou com a ativa participação de agências como CIA e a própria Casa Branca. Com documentos secretos e gravações originais da época, o filme mostra como os presidentes John F. Kennedy e Lyndon Johnson se organizaram para tirar o presidente João Goulart do poder e apoiar o governo do marechal Humberto Castelo Branco.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Os alunos do 1º período do curso de Ciências Biológicas da FESP receberam na última terça-feira (04) o ex-aluno Fábio Gonçalves de Lima Oliveira - graduado em 2010 pela Fundação - para uma palestra agendada pela professora Odila Rigolin de Sá, coordenadora do curso.

O Egresso concluiu recentemente seu Mestrado em  Entomologia no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), localizado em Manaus (AM), e começa em breve o Doutorado na USP de Ribeirão Preto (SP), também na área de Entomologia. Fábio foi aprovado, em ambos os processos seletivos, em primeiro lugar e que teve na FESP a base para trilhar esse caminho de desafios e sucesso. “Entrei na FESP em 2007 e estou satisfeito com a graduação que fiz. Na maioria das minhas demandas, a FESP tem dado suporte através do empenho e iniciativa do corpo docente”, defendeu.

Os calouros de Ciências Biológicas tiveram na palestra a oportunidade de saber sobre as pesquisas desenvolvidas pelo entomólogo, que trabalha com animais pouco conhecidos: os colêmbolos, invertebrados que habitam a superfície do solo. “Este foi o tema da palestra. No entanto, aproveitei a exposição para falar sobre minhas experiências na pesquisa ao longo da graduação aqui na FESP, durante o mestrado, e as expectativas para o Doutorado” contou Fábio que demonstrou satisfação em estar de volta à Fundação. “Me senti bem! Acho que é gratificante você retornar à sua instituição de formação, dividir sua vida e também dar um retorno aos docentes com quem você muito aprendeu. Espero que tenham absorvido a mensagem de uma forma positiva”.

Carreira Acadêmica

Fábio é Mestre em Entomologia (ciência que estuda os insetos) pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, onde foi vinculado ao laboratório de "Biologia, Sistemática e Ecologia da Fauna do Solo". Segundo o especialista, este laboratório tem como principal objetivo conhecer a biodiversidade destes animais (colêmbolos) que vivem numa região superficial do solo, pouco acessada nas florestas. Posteriormente, o conhecimento alcançado é utilizado para conservar os demais ambientes das florestas amazônicas.

Casal de colêmbolos da ordem Symphypleona (Classe Collembola)“Trabalhei com a ecologia de uns animais minúsculos denominados colêmbolos (da classe Collembola). Trata-se de animais distribuídos por todo o mundo, mas que devido seus tamanhos e ambientes que habitam são pouco conhecidos. Como estes animais são extremamente sensíveis às mudanças no meio circundante, configuram-se como importantes ferramentas para prever e diagnosticar impactos em consequência da interferência humana. Assim, o principal objetivo alcançado foi ter localizado alguns dos fatores responsáveis por ditar a distribuição de uma comunidade de espécies de colêmbolos sobre a superfície do solo. Possivelmente, estes resultados serão aplicados em estudos de Conservação Ambiental. No Doutorado irei desenvolver um estudo que torne a identidade destas espécies conhecida. Para isso investigarei a fauna de solo de cada estado e domínio fitogeográfico do Brasil. Posteriormente irei descrever as espécies novas que eu encontrar”, explica.

A partir de suas experiências e novos conhecimentos que serão adquiridos, o quase doutorando pretende se firmar cada fez mais no cenário da pesquisa brasileira. 

“Pretendo me tornar um bom profissional atuante. Em relação à carreira acadêmcia, vejo por um ângulo positivo, acredito que estou no caminho certo. No entanto, ainda há muito chão para ser percorrido. Mas quem está reclamando? Eu gosto de desafios!”, comenta.

Fábio incentiva que os alunos da FESP busquem novos horizontes, já que a Fundação - segundo ele, especialmente a partir do corpo docente - oferece apoio para que conquistem cada vez mais espaço no universo acadêmico e mercado de trabalho. “A partir da minha ida para o INPA, considero que a melhor experiência e o que me trouxe a maior evolução humana foi ter saído da zona de conforto em que eu estava aqui em Passos. Isso é muito válido”, deixou o recado.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



No dia 13 de novembro, quarta-feira, às 19h00, no Auditório da FESP / Bloco 01, foi realizada a palestra com o tema: Estudantes da FESP no Exterior; Depoimentos, Oportunidades e Experiências vividas em Universidades Estrangeiras. O encontro reuniu estudantes de diversos cursos da instituição. Os alunos discutiram assuntos relacionados ao intercâmbio e tiveram a oportunidade de ter o relato de duas alunas que retornaram do exterior neste semestre. Thaís Soares Elorde, estudante do curso de Enfermagem da FESP, morou na cidade de Faro / Portugal e cursou graduação na Universidade do Algarve e da aluna Marina Rejane de Lima aluna do Curso de Sistemas da Informação da FESP / UEMG cursou a graduação na Universidade de Coimbra / Portugal.  

Os alunos também participaram de uma vídeo conferência com a aluna Maria Luiza Zaghi, intercambista do programa, do Curso de Engenharia de Produção da FESP que atualmente reside nos Estados Unidos, na University of Indiana Institute of Technology. O encontro foi coordenado pela Prof.ª Marisa da Silva Lemos, Coordenadora do Programa Ciência sem Fronteiras e pelo assessor do programa no CPEX o jornalista Etory Zaghi.

No ano de 2013 a Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP / UEMG) consolida com sucesso os resultados do  Programa Ciência sem Fronteiras na instituição. Contabiliza 09 alunos no exterior, 02 alunas que retornaram do intercâmbio, 02 alunos aprovados para os estudos no exterior a partir de março/2014 e mais 30 candidaturas estão sendo acompanhadas para início de intercâmbio em agosto / 2014. 

Os estudantes interessados no Programa deverão preencher os requisitos exigidos nos editais. Estar regularmente matriculado em curso de nível superior nas áreas e temas contemplados pelo CsF. Ter nacionalidade brasileira; Ter integralizado no mínimo 20% e, no máximo, 90% do currículo previsto para seu curso; Ter obtido nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) igual ou superior a 600 pontos, em exames realizados a partir de 2009; Comprovar proficiência conforme consta no texto das chamadas. 

A coordenadora do programa Marisa Lemos enfatiza que os alunos da FESP não podem perder esta oportunidade única na vida. Estudar no exterior com todo apoio acadêmico e financeiro que o programa oferece é realmente desperdiçar chance única que passa uma vez somente. 

Os editais abertos para 2014 são para 20 países: Reino Unido; Bélgica; Canadá; Holanda; Finlândia; Austrália; Nova Zelândia; Coréia do Sul; Espanha; EUA; Alemanha; França; Itália; Suécia; Noruega; Irlanda; China; Hungria; Japão; Áustria.

Os alunos interessados em se candidatar nos editais entrem em contato com a Coordenação de Pesquisa e Extensão da FESP - CPEX para que possamos auxiliá-los no processo de candidatura. 

Coordenação de Pesquisa e Extensão – CPEX \ FESP – Rua  Três de Maio, nº33 – Centro / Passos. Telefones para contato: CPEX: (35) 3529 – 8080\ (35) 9811 – 8085.  

ESCRITO POR: COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO DA FESP



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  abril 2020  >>
seteququsedo
303112345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930123
45678910