O presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas, recebeu o Deputado Federal Odair Cunha (PT/MG), na noite da última quinta-feira. A visita foi motivada pelo interesse do deputado em acompanhar de perto os preparativos para a abertura do curso de medicina na FESP, projeto desenvolvido em parceria com a Santa Casa de Misericórdia de Passos, que ele vem defendendo prontamente.

Para Fabio Kallas é da maior importância o apoio que Odair Cunha tem manifestado em favor deste projeto das duas maiores instituições de Passos, FESP e Santa Casa. “Para nós é extremamente importante este apoio pessoal que o deputado tem mostrando para agilizar os tramites do projeto em Brasília para recebermos in loco a comitiva de avaliadores do MEC e liberar nosso tão sonhado curso de medicina. Ele acompanha de perto nosso esforço diário, contribuindo para o alcance deste objetivo que é dele também. Esta visita só demonstra que nós estamos trabalhando na medida e no caminho certo e estamos cada vez mais perto de alcançar a nossa meta”, destacou Fábio Kallas.

Odair Cunha declarou que defende todas as iniciativas que fomentam a produção de conhecimento e por isso valoriza seu trabalho no que se trata da FESP. “Nós sabemos que a FESP colabora na construção do saber de inúmeras pessoas e isso merece nosso apoio, nosso incentivo e este é o sentido da minha visita aqui hoje. Queremos que a cidade cresça e se desenvolva, que FESP e a Santa Casa tenham a oportunidade de darem o melhor de si. Queremos um ambiente onde as pessoas trabalhem juntas pela nossa querida Passos. Nossa função é de reforçar o trabalho da FESP, da Santa Casa, das instituições, e de homens e mulheres de bem que acreditam em Passos, no seu potencial e sabem que a cidade pode ser mais e melhor”, declarou.

Sobre o seu empenho quanto à abertura do curso de medicina na FESP, Odair Cunha comentou que é um grande passo em direção a uma melhora na qualidade da saúde da população. “O grande desafio hoje é ampliar, de maneira significativa, a quantidade de médicos formados no Brasil. Nós estamos fazendo um grande esforço no país inteiro para garantir qualidade e um número maior de médicos e a FESP vem ao encontro deste objetivo estratégico para Passos e para o Brasil todo”, disse o deputado acrescentando que acredita na aprovação do curso ainda este ano.

Desde 2011 a Fundação está trabalhando no intuito de atender às exigências do MEC que é esperado para fazer visita in loco em Setembro. Dentre os preparativos finais para receber os avaliadores está a conclusão da reforma e ampliação do Prédio Principal da FESP, obra de 1.300 m², com investimento de mais de 1 milhão e meio de reais. 

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG


Aconteceu no último dia 10 de maio a videoconferência "Fiscalização de Obras pelos Municípios", realizada pelo professor Sidney Ramos Borges da Faculdade de Engenharia de Passos. No ano de 2013 foi lançado o projeto UAITEC/CVT e a Engenharia, cujo objetivo é discutir a Engenharia Civil e sua atuação em especial nas demandas que surgem nos municípios sob área de influência da rede CVT/UAITEC do Estado de Minas Gerais.

As videoconferências tem sido realizadas às sextas feiras e nesta semana o tema foi a Fiscalização de Obras particulares e públicas. Com o ingresso de novas equipes de secretários municipais e a mudança de fiscais de obras nos municípios, pode-se criar uma indefinição quanto  a fiscalização das obras particulares e públicas. A Videoconferência propôs uma discussão sobre as formas de condução das fiscalizações, aprovação de projetos e verificação de obras de risco.

Para o coordenador da UAITEC de Passos, Prof. José de Paula Silva, a realização das videoconferências vem de encontro com um dos objetivos dos CVT/Uaitec que é permitir a capacitação profissional e discutir os problemas que envolvem os municípios de Minas Gerais.

Aproveitando-se da capilaridade do CVT/Uaitec, muita das quais providas por prefeituras de Minas Gerais, o projeto busca a cooperação entre universidade e empresas e prefeituras revelando o envolvimento e o compromisso em contribuir ativamente na busca de soluções para problemas ambientais e de infra-estrutura.

Por outro lado o aluno pode vivenciar todo o seu conhecimento na busca de soluções reais e aplicadas, podendo contribuir, com o seu conhecimento, de forma definitiva com a sociedade. 

 

Participação

Diversos municípios participaram de forma ativa da videoconferência e em muitos deles compareceram os secretários municipais de Obras e diversos questionamentos surgiram provenientes de cidades como Nanuque, Pedra Azul, Pouso Alegre, Montalvãnia, Monte Carmelo, Salinas, Curvelo, Caeté entre outros.

A unidade do CVT de Passos está em funcionamento há 4 anos e possui uma estrutura importante de Videoconferência, hoje dotada de 2 equipamentos de videoconferência High Definition conectados a rede por fibra ótica, com duas salas de videoconferência e 50 lugares disponíveis

A experiência do CVT de Passos em coordenar projetos que envolvam a realização de videoconferências já foi demonstrada em 2011 com a realização de um projeto que levou a rede uma série de videoconferências na área de saúde.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG e CVT/UAITEC de Passos.


Foi assinado no final da tarde da última quinta-feira (8), um contrato de financiamento no valor de R$ 7,1 milhões para a construção do Novo Campus da FESP que está sendo erguido nas dependências do CIRE (Centro Integrado de Recreação e Esportes) - localizado no bairro Eldorado. Os recursos foram liberados pelo BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Social através do Banco do Brasil.

O contrato no valor de R$ 7.106.498,00 foi assinado entre o presidente do Conselho Curador da FESP, Professor Fabio Pimenta Esper Kallas, o Chefe do Departamento Financeiro da Faculdade, Mário Gomes de Oliveira e o gerente geral do Banco do Brasil de Passos, Nilton César de Resende. “Estamos vivendo um dia histórico com a assinatura deste contrato. Este é o maior montante já liberado pelo BNDES de uma única vez em Passos. As obras do Novo Campus tiveram início no dia 2 de janeiro e seguem a todo vapor”, disse Fabio entusiasmado.

Segundo ele a obra do campus da FESP é muito importante também para fomentar a economia de Passos, pois gerará emprego e renda. “São quase R$ 10 milhões de reais que estarão movimentando o comércio da nossa cidade. A nossa prioridade será para aquisição de materiais, produtos e serviços oferecidos em Passos”, declarou.

Durante a reunião Fabio Kallas destacou também as parceria com a SUAPI – Superintendência de Administração Prisional e a prefeitura de Passos. “Estamos gerindo estes recursos da melhor maneira possível. Quero agradecer ao prefeito Dr. José Hernani que entendeu nossa necessidade e disponibilizou as máquinas para a terraplenagem do local e a Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais que através da SUAPI disponibilizou presos da cadeia pública de Passos para trabalhar nesta obra. Além de ter a redução de tempo de reclusão, os presos estão aprendendo uma profissão e quando cumprirem suas penas já podem seguir a profissão”, observou.

A dívida será paga no prazo de 20 anos com período de carência para início do pagamento em 18 meses. Pelo contrato, a última prestação do financiamento será quitada no dia 15 de fevereiro de 2022.

Ao todo, estão sendo construídos três prédios equipados com 29 salas de aula cada um, totalizando 87 salas. “Para vocês terem uma idéia do tamanho desta obra, nosso prédio principal na rotatória da Juca Stockler, possui 31 salas. É praticamente o triplo do tamanho do prédio principal”, destacou.

As obras seguem em ritmo acelerado, e pelo cronograma segundo o vice-presidente do Conselho Curador da FESP e responsável pela execução do projeto, o engenheiro civil Manoel Reginaldo Ferreira, o primeiro prédio com 29 salas de aula, estará concluído até fevereiro de 2013.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



A Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) firmou parceria com a Secretaria Municipal de Obras de Passos para o uso de maquinário do município na terraplanagem do novo campus que será erguido em área do Centro de Recreação e Esportes (CIRE). Inicialmente serão erguidos três prédios com um total de 72 novas salas de aula para 2013.

De acordo com o secretario Osório Gonçalves de Aguiar, o trabalho só não está mais rápido em virtude das outras demandas da cidade. “Estamos trabalhando há 15 dias e até poderíamos acelerar ainda mais a terraplanagem, mas, como temos de atender outras necessidades da cidade, estamos disponibilizando as máquinas na medida do possível, dentro no nosso cronograma”, explica.

O secretário destacou a importância da obra para a cidade de Passos e região. “A FESP está à frente desta obra, mas é uma construção que quem ganha é a comunidade, pois teremos mais cursos, mais educação, mais oportunidade para nossos jovens o que não deixa de ser uma resposta a essa onda de violência que a cidade enfrenta. Com a educação trabalhamos a prevenção, por isso a Prefeitura de Passos acredita que não somos só parceiros da FESP, mas estamos desenvolvendo uma obra que é de todos da cidade”, avalia.

O presidente do Conselho Curador da FESP ressaltou a redução de custos que a parceria permitiu. “Procuramos o prefeito José Hernani da Silveira, apresentamos nossa demanda e ele prontamente nos atendeu ajudando a diminuir o custo da obra”, afirma.

Estágio

De acordo com o engenheiro Leandro Mendes, um dos responsáveis pela execução do projeto, juntamente com o diretor do Núcleo Acadêmico de Tecnologia e Engenharia da FESP, Manoel Reginaldo Ferreira, o trabalho está na fase de montagem do canteiro de obras e já conta com a participação dos estudantes de Engenharia Civil.
“Toda a construção do campus terá o acompanhamento de estudantes. Será uma média de cinco a sete alunos. Alguns serão estagiários remunerados, outros vão participar para cumprir o estágio supervisionado que faz parte da grade curricular”, explica o engenheiro que integra o corpo docente do curso. Segundo ele, além dos estagiários fixos, os alunos de qualquer outro período do curso poderão acompanhar a obra através de visitas técnicas.

“É uma experiência única, porque estamos participando da história da FESP e da cidade e a oportunidade de estar em contato com os professores, colocando em prática a teoria o que é muito bacana”, avalia o estudante Rogério Teixeira de Carvalho, aluno do 5º período de Engenharia Civil da FESP.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  outubro 2020  >>
seteququsedo
2829301234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678