A FESP investiu cerca de 200 mil reais na compra de manequins simuladores para o Laboratório de Habilidades, centro que irá funcionar no Prédio Principal da Fundação, atendendo diversas atividades dos cursos da área de Saúde. Professores receberam treinamento específico com profissional enviado pela empresa ANATOMIC, que fabrica e comercializa os manequins, a fim de capacitar os docentes e potencializar o uso dos modernos simuladores.

“A mais avançada tecnologia e a qualidade reconhecida foram os fatores decisivos no momento da escolha dos melhores modelos anatômicos, microscópios e da ampla linha de simuladores ginecológicos/obstetrícios e de emergências que vão proporcionar aos nossos estudantes o contato clínico mais próximo da realidade. Como é tudo muito moderno e de alta precisão a gente teve um curso ministrado pelo técnico André Alvez Costa e a professora responsável foi a Dra. Evânia Nascimento. Participaram também as professoras, Camila Piantino, Raquel Dully, Odila Rigolin, Tânia Delfraro e Maria José Goulart, além do professor Luiz Camilo Teodoro. Estamos todos aprendendo e nos dedicando para conseguirmos explorar ao máximo o novo material que temos para trabalhar e podermos oferecer um diferencial de alto nível nas nossas aulas”, declarou a professora e coordenadora do curso de Biomedicina, Alessandra Cheraim.

Dentre as aquisições incluem cinco manequins capazes de responder a estímulos químicos, biológicos e radiológicos, permitindo simular situações clínicas, tais como: sangramento, pulso para aferição de pressão, ataques cardíacos, politraumatismos, descompensações respiratórias e o processo de gestação, desde o início até o parto normal. 

Segundo o técnico da ANATOMIC, André Alvez Costa, os programas que controlam os bonecos simulam as mais diversas situações clínicas e emergenciais em diferentes níveis de dificuldade, funcionando em módulos de treino ou de prática, este sendo extremamente rigoroso em relação à avaliação dos procedimentos aplicados. “Estes manequins permitem uma grande preparação porque o programa simula as funções reais, assim, acaba sendo a melhor forma mecânica de aprender protocolos, como, por exemplo, o treinamento de RCP, manipulação de medicações, o uso do desfibrilador, entre outros”, explicou o representante da empresa, que além de cursos, disponibiliza vídeos online com demonstrações, instruções de uso, e manutenção dos manequins simuladores.

Sobre as vantagens de se ter a disposição uma fonte de ensino e aprendizagem tão moderna a professora Alessandra Cheraim ainda ressalta que “a prática nestes simuladores permite que os estudantes se familiarizem com as patologias de urgência e tenham ciência das medidas a serem tomadas em uma situação emergencial ao se deparar com um paciente fora do ambiente hospitalar, aumentando sua capacidade de ter eficiência e sucesso em socorro a vítimas de acidades, por exemplo”.

O Laboratório de Habilidades, onde serão ministradas as aulas com uso dos novos manequins está sendo finalizado no Prédio Principal da FESP e será dividido em vários ambientes de aprendizado. A diretora do Núcleo Acadêmico de Ciências Biomédicas e da Saúde, Tânia Delfraro, disse que “o espaço é uma das estruturas mais importantes do curso de Medicina, para o desenvolvimento de habilidades específicas, de modo que os estudantes possam se aperfeiçoar na prática hospitalar”, finalizou a professora.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG

Veja as fotos na Galeria de Imagens da FESP. CLIQUE AQUI.