A egressa da 3ª Turma da Faculdade de Enfermagem e Obstetrícia da FESP, Dra. Ana Lúcia de Assis Simões, natural de Ituverava/SP, foi eleita no último dia 21 de maio, reitora da UFTM - Universidade Federal do Triângulo Mineiro. A notícia chegou até a FESP após publicação de matéria sobre a eleição da professora pelo jornal impresso Tribuna de Ituverava.

“Ficamos muito honrados em saber que uma egressa da FESP alcançou um cargo tão importante. A ascensão na carreira da Dra. Ana Lúcia vem ao encontro do que  sempre pregamos a cada colação de grau aqui na FESP: A formação superior não é o fim dos estudos e sim mais um passo importante na eterna estrada do saber”, comentou o presidente da FESP, Professor Fabio Pimenta Esper Kallas.

Eleita com a maioria dos votos de alunos, professores e funcionários, a Dra. Ana Lúcia é a segunda enfermeira no Brasil a alcançar o cargo de reitora de uma Universidade Pública Federal.  

“A conquista da Dra. Ana Lúcia é mais uma prova da qualidade do curso de Enfermagem da FESP que ofereceu a ela e todos que por aqui passaram ao longo destes anos, o conhecimento necessário para dar continuidade em suas carreiras e alcançar voos mais altos, como no caso da doutora Ana Lúcia”, destacou a diretora do  núcleo acadêmico de Ciências Biomédicas e da Saúde da FESP, profa. Tânia Maria Delfraro Carmo.  

Formada pela Faculdade de Enfermagem da FESP em 1986, a Dra. Ana Lúcia faz parte da terceira turma de egressos da FEOPA – Faculdade de Enfermagem e Obstetrícia de Passos. Cursou mestrado e doutorado pela USP – Universidade de São Paulo -, e tem os cursos de especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica e Capacitação Pedagógica na área da saúde. Atualmente é vice-coordenadora do programa de pós-graduação Strictu Sensu (mestrado e doutorado) da UFTM, coordenou o Departamento de Enfermagem na Assistência Hospitalar e o curso de graduação em Enfermagem da UFTM. Foi vice-presidente da Fundação de Ensino e Pesquisa de Uberaba, realizou o curso para dirigentes universitários pela UFSC de Santa Catarina, é líder do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Gerenciamento na Enfermagem e na Saúde e professora do curso de Enfermagem da UFTM. 

“O curso de Enfermagem, apesar de novo naquela época, contava com corpo docente competente e comprometido, e uma boa estrutura física, o que possibilitou a base sólida para o exercício da profissão. Após a conclusão do curso iniciei minha trajetória profissional e, desde 1990, estou vinculada à Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM, em Uberaba-MG, onde tenho vivenciado todas as dimensões da Enfermagem: a assistência, a gerência, o ensino e a pesquisa. Coordenei o curso de graduação em Enfermagem da UFTM por cinco anos”, explicou a Dra. Ana Lúcia

Há 23 anos trabalhando na Universidade Federal do Triângulo Mineiro, a Dra. Ana Lúcia dedicou 13 anos de sua carreira a atividades administrativas chegando ao cargo de vice-reitora da instituição e agora entra para a história da instituição que tem 60 anos de funcionamento como a primeira mulher a ocupar o cargo de reitora da Universidade.

Seu mandato à frente da reitoria da UFTM vai até 2018. “No cotidiano universitário, os desafios estão relacionados mais especificamente à gestão dos processos educacionais, à gestão de pessoas, à gestão financeiro-orçamentária, de patrimônio, aos aspectos da estrutura organizacional, ao alcance da sustentabilidade ambiental e à interlocução com a sociedade. Mas, em todo este contexto, em minha opinião, o maior desafio ainda é a formação de profissionais cidadãos éticos, críticos, humanizados, bem preparados técnico-cientificamente e responsáveis socialmente pela melhoria da qualidade de vida das pessoas”, destacou a Dra. Ana Lúcia. 

(Com informações do Jornal Tribuna de Ituverava)

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Alunas participantes do Programa Ciência sem Fronteiras - FESP retornaram à FESP no início deste semestre e descrevem positivamente suas experiências acadêmicas vividas no exterior. No dia 13 de novembro, no Auditório do Bloco 01 da FESP oficialmente as alunas apresentaram relatos de suas experiências nas universidades no exterior. As estudantes foram bolsistas do Programa Ciências sem Fronteiras durante 12 meses, tendo início em junho/ 2012 à junho de 2013.

A Fundação de Ensino Superior de Passos aderiu ao Programa Ciência sem Fronteiras em 2011 e já realizou 11 intercâmbios de estudantes de graduação. O processo está com um fluxo contínuo e os países em que a FESP marca presença são: Portugal, Estados Unidos, Canadá, França e Hungria.

Thaís Soares Elorde, estudante do curso de Enfermagem da FESP, morou na cidade de Faro / Portugal e cursou graduação na Universidade do Algarve. Thaís relata que o Programa Ciência sem Fronteiras prepara o aluno não só para os estudos como também para a vida. “Você nunca mais será a mesma pessoa depois de uma viagem como esta" relata a aluna.

Marina Rejane de Lima aluna do Curso de Sistemas da Informação da FESP / UEMG  cursou a graduação na Universidade de Coimbra / Portugal.  Marina comenta que conhecer cidades, conhecer pessoas, aprender novas coisas e viver novas experiências fez parte do seu dia a dia no exterior. Sair da zona de conforto e encarar um novo desafio torna a vida de qualquer um mais interessante e prazerosa de viver. O mundo é tão grande para ficarmos sempre no mesmo lugar, sempre temos muito para aprender. 

Marisa da Silva Lemos, Coordenação do Programa Ciência sem Fronteiras afirma que a possibilidade de fazer a graduação no exterior está mudando positivamente a vida dos alunos da FESP, e acrescenta que os editais de participação neste programa estão abertos para 20 países até o dia 29 de novembro (ver site  www.cienciasemfronteiras.gov.br).

A Coordenação de Pesquisa e Extensão da FESP – CPEX é responsável pelo Programa Ciência sem Fronteiras na instituição e conta com a assessoria do funcionário do CPEX, Etory Zaghi, para acompanhar os alunos neste processo.  

Os alunos interessados em se candidatar nos editais entrar em contato com a coordenação para auxiliá-los no processo de candidatura. Local: Rua Três de Maio, nº33 – Centro / Passos Telefones para contato: CPEX: (35) 3529 – 8080\ (35) 9811 – 8085.

TEXTO ESCRITO POR: COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO DA FESP - CPEX



Na manhã de hoje alguns cursos já deram início às atividades programadas para as semanas acadêmicas que integram o FESP Inova.

O curso de Enfermagem trouxe o presidente do Conselho Regional de Enfermagem (COREN-MG), Rubens Schröder Sobrinho e representantes de oito câmaras técnicas do conselho. “O FESP INOVA é um evento extraordinário, o próprio nome diz. É muito gratificante ser parceiro desta inovação para os enfrentamentos éticos e legais do exercício de cada profissão, seja ela a Engenharia, Enfermagem, Biomedicina ou qualquer outra área”, declarou Rubens que expôs as conquistas, perspectivas e avanços da gestão do COREN-MG 2012/2014.

O curso de Biomedicina também começou o evento com atividades relacionadas ao tema: Metodologia Ativa. Os alunos socializaram seus trabalho integradores apresentando painéis para professores avaliadores e outros alunos do curso. “Esta atividade vai proporcionar ao aluno vivenciar uma experiência científica, ponto importante do FESP Inova. O evento é de grande relevância para toda a comunidade acadêmica porque é uma forma de atualização em todas as áreas”, afirma a coordenadora do curso, professora Alessandra Cheraim.

Alunos de Direito tiveram a sua semana acadêmica iniciada com palestra do professor Rivo de Paula Assis sobre os desafios jurídicos do século XXI: caminhos e obstáculos.

A abertura oficial do III FESP Inova acontece hoje às 19h no Estação Eventos. Após a solenidade, o coordenador do Centro de Referência em Inteligência Empresarial da COPPE/UFRJ, doutor Marcos Cavalcanti, ministra a palestra “Inovação: e eu com isto?”, que vem instigar as pessoas a identificar a importância da informação, do conhecimento e da inovação, apontando soluções inovadoras para casos reais na região de Passos.

Marcos Cavalcanti é doutor em Informática pela Université de Paris XI; professor da COPPE/UFRJ, no Programa de Engenharia de Produção; coordenador do CRIE - Centro de Referência em Inteligência Empresarial da COPPE/UFRJ; membro do Board do New Club of Paris; editor da Revista “Inteligência Empresarial”; co-autor dos livros “O Conhecimento em Rede” e “Gestão de Empresas na Sociedade do Conhecimento” pela Editora Campus, e “Gestão Eletrônica de documentos” e “Que ferramenta devo usar”, pela Editora Qualitymark; coordenador do curso de Pós-Graduação em Gestão do Conhecimento e Inteligência Empresarial – MBKM (Master on Business and Knowledge Management); coordenador do projeto que revisão da metodologia de avaliação de empresas utilizado desde 2010 pelo BNDES, incorporando os ativos intangíveis nesta avaliação.

Consulte os detalhes da programação aqui.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



O curso de Enfermagem trouxe o presidente do Conselho Regional de Enfermagem (COREN-MG), Rubens Schröder Sobrinho e representantes de oito câmaras técnicas. “O FESP INOVA é um evento extraordinário, o próprio nome diz. É muito gratificante ser parceiro desta inovação para os enfrentamentos éticos e legais do exercício de cada profissão, seja ela a Engenharia, Enfermagem, Biomedicina ou qualquer outra área”. 

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



A FESP investiu cerca de 200 mil reais na compra de manequins simuladores para o Laboratório de Habilidades, centro que irá funcionar no Prédio Principal da Fundação, atendendo diversas atividades dos cursos da área de Saúde. Professores receberam treinamento específico com profissional enviado pela empresa ANATOMIC, que fabrica e comercializa os manequins, a fim de capacitar os docentes e potencializar o uso dos modernos simuladores.

“A mais avançada tecnologia e a qualidade reconhecida foram os fatores decisivos no momento da escolha dos melhores modelos anatômicos, microscópios e da ampla linha de simuladores ginecológicos/obstetrícios e de emergências que vão proporcionar aos nossos estudantes o contato clínico mais próximo da realidade. Como é tudo muito moderno e de alta precisão a gente teve um curso ministrado pelo técnico André Alvez Costa e a professora responsável foi a Dra. Evânia Nascimento. Participaram também as professoras, Camila Piantino, Raquel Dully, Odila Rigolin, Tânia Delfraro e Maria José Goulart, além do professor Luiz Camilo Teodoro. Estamos todos aprendendo e nos dedicando para conseguirmos explorar ao máximo o novo material que temos para trabalhar e podermos oferecer um diferencial de alto nível nas nossas aulas”, declarou a professora e coordenadora do curso de Biomedicina, Alessandra Cheraim.

Dentre as aquisições incluem cinco manequins capazes de responder a estímulos químicos, biológicos e radiológicos, permitindo simular situações clínicas, tais como: sangramento, pulso para aferição de pressão, ataques cardíacos, politraumatismos, descompensações respiratórias e o processo de gestação, desde o início até o parto normal. 

Segundo o técnico da ANATOMIC, André Alvez Costa, os programas que controlam os bonecos simulam as mais diversas situações clínicas e emergenciais em diferentes níveis de dificuldade, funcionando em módulos de treino ou de prática, este sendo extremamente rigoroso em relação à avaliação dos procedimentos aplicados. “Estes manequins permitem uma grande preparação porque o programa simula as funções reais, assim, acaba sendo a melhor forma mecânica de aprender protocolos, como, por exemplo, o treinamento de RCP, manipulação de medicações, o uso do desfibrilador, entre outros”, explicou o representante da empresa, que além de cursos, disponibiliza vídeos online com demonstrações, instruções de uso, e manutenção dos manequins simuladores.

Sobre as vantagens de se ter a disposição uma fonte de ensino e aprendizagem tão moderna a professora Alessandra Cheraim ainda ressalta que “a prática nestes simuladores permite que os estudantes se familiarizem com as patologias de urgência e tenham ciência das medidas a serem tomadas em uma situação emergencial ao se deparar com um paciente fora do ambiente hospitalar, aumentando sua capacidade de ter eficiência e sucesso em socorro a vítimas de acidades, por exemplo”.

O Laboratório de Habilidades, onde serão ministradas as aulas com uso dos novos manequins está sendo finalizado no Prédio Principal da FESP e será dividido em vários ambientes de aprendizado. A diretora do Núcleo Acadêmico de Ciências Biomédicas e da Saúde, Tânia Delfraro, disse que “o espaço é uma das estruturas mais importantes do curso de Medicina, para o desenvolvimento de habilidades específicas, de modo que os estudantes possam se aperfeiçoar na prática hospitalar”, finalizou a professora.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG

Veja as fotos na Galeria de Imagens da FESP. CLIQUE AQUI.



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  outubro 2020  >>
seteququsedo
2829301234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930311
2345678