Agência A Limine e os proprietários da BrinquelarA FESP realizou na noite de ontem (19), o Grande Prêmio Publicitário (GPP), iniciativa da coordenação do curso de Publicidade e Propaganda. Os estudantes apresentaram suas propostas de planejamento de mídia para a empresa Brinquelar, e a agência A Limine, composta pelos alunos Wellington Whichiner Cruz Silva, Anderson Bueno, Marco Túlio Madeira, Claudia Menezes Fonseca, Eduardo Calazans Lima, Giulia Nestor de Lima, Jonathan Menezes da Silva, Kívia Oliveira Santos, Márcio José Oliveira Filho, Nádia Fernanda Bícego e Ruana Fernandes, venceu o concurso.

“Foi muito bom, o pessoal está de parabéns! Os sete grupos apresentaram trabalhos excelentes, com qualidade profissional. Vamos procurar a agência vencedora. Nós ficamos gratificados e honrados em poder participar deste prêmio. A FESP foi maravilhosa, como sempre”, comentou o proprietário da Brinquelar, Wagner Luiz Santos, que participou da banca de avaliação do GPP e ainda cedeu prêmios para as três agências melhores classificadas.

A jurada Lívia Portugal, proprietária da Creato, também elogiou a realização do Grande Prêmio. Para ela, o projeto muito interessante por reunir alunos de todos os períodos para trabalharem juntos. “Os alunos que estão no final do curso tiveram a experiência de orientar um grupo e os que estão começando puderam ter o primeiro contato com a realidade da profissão. Esta é uma experiência muito importante porque o que eu percebo é que a realidade do mercado é um pouco diferente da realidade dentro da faculdade e por isso é muito proveitosos que estes alunos coloquem a mão na massa para ter esse contato mais próximo do que eles vão encontrar. Os trabalhos tiveram conceitos bacanas, o pessoal soube direcionar as ideias. Alguns tiverem a preocupação de ir além daquilo que foi solicitado e isso é um diferencial. Essa também foi uma oportunidade para conhecer alunos e o trabalho que eles podem desenvolver. Futuramente se algum desses alunos vier a procurar um estágio, um emprego na minha agência, pelo fato de ter apresentado este trabalho, com certeza ele vai ter pontos para contribuir a favor dele”, avaliou a publicitária.

A designer e professora da FESP, Heliza Faria, também presente no corpo de jurados, considerou fundamental a produção extra-sala. “Só acrescenta na formação dos alunos. O mercado está cada vez mais exigente, a entrega e seriedade na criação e execução dos trabalhos é mais que indispensável. Como designer eu me surpreendi com qualidade e acabamento das peças. Acredito que vás delas já poderiam ser veiculadas. Foi muito válido!”

Ainda na banca de avaliação dos trabalhos estavam: Dalton Filho, Antônio Donizeti de Carvalho, Nara Guimarães Porto, Jean Carllo de Souza Silva, Cleiton Hipolito Alves, Heliza Faria Pereira, Itamar Teodoro de Faria e Danilo Henrique Rezende Porto.

O GPP foi idealizado para incentivar a criatividade dos alunos do curso além de trabalhar com eles a capacidade de planejamento. Mais de 70 estudantes estiveram envolvidos em uma semana de atividades exclusivamente voltadas para a elaboração das propostas para a Binquelar. Segundo a coordenadora de Publicidade e Propaganda da FESP, o GPP foi um sucesso e continua em 2015. “Eu fiquei orgulhosa pelos trabalhos. Superaram as expectativas! Os alunos abraçaram a ideia do GPP e fizeram ótimas propostas. Vamos trabalhar para manter este prêmio sendo ainda melhor a cada ano”, considerou a professora, também responsável pelo projeto.

Palavra de vencedor

Em depoimento, Anderson Bueno, integrante da A Limine, contou que o trabalho foi intenso e que toda a equipe se esforçou em oferecer o planejamento mais adequado e eficaz para o cliente. O aluno também frisou o aprendizado e suas percepções em relação ao trabalho em equipe.  

“A experiência de vivenciar o GPP não pode ser dita em palavras, é algo que só podemos sentir durante a correria atrás de fazer o melhor possível num tempo curto. Foi quase uma maratona; uma maratona da publicidade. Cada dia era uma meta nova que precisávamos cumprir para que tudo se encaixasse perfeitamente dentro do tempo estipulado. Tudo isso se amplifica ainda mais por ter sido o primeiro, algo que ninguém ainda havia experienciado. Tive a oportunidade de conhecer melhor, inclusive, alguém com quem sempre esbarrava nos corredores.  Por sorte meu grupo foi pró-ativo e pude contar com a colaboração de diversas pessoas, que se dobravam e desdobravam para fazer dar certo. E deu, muito, por sinal! Toda experiência é válida, e só de ter tido esta oportunidade eu já me senti vitorioso. Conquistar o primeiro lugar provou que a conquista e o esforço estão diretamente relacionados, e isso foi algo que não só eu, mas todo o meu grupo aprendeu da melhor forma possível. E é isso que levaremos conosco a partir de então”, disse emocionado o futuro publicitário mais conhecido como Andy Roosevelt.

Confira abaixo a classificação do 1º GPP da FESP:

1° Lugar 

A Limine

Wellington Whichiner Cruz Silva

Marco Túlio Madeira

Anderson Bueno

Eduardo Calazans Lima

Claudia Menezes Fonseca

Giulia Nestor de Lima

Jonathan Menezes da Silva

Márcio José Oliveira Filho

Nádia Fernanda Bícego

Ruanda Fernanda Honório Santana

Kívia Oliveira Santos

2° Lugar

Brado Agência

Everton Augusto Marques

Lívia Louise Ferreira Firmino

Henrique Ferreira de Andrade

Bárbara Isadora Silva de Melo

Aricia de Oliveira Faria

Lohaina Silva Fernandes

Natielli de Paiva Ribeiro

Vanessa Rita Duarte

Marina Lopes Bonfim

3° Lugar

Estratégia Dinâmica

Rúbia Savioli Balla

Marco Aurélio dos Santos

Israel Antônio de Oliveira Santos

Nicolas Martins Fagundes

Franciele Nogueira Lacerda

Lorena Patti Sanches Pereira

Stephanypower Galgane de Assis

Vanildo Donizete Gomes

Elysani Caroline de Lima

 

Veja todas as fotos do evento CLICANDO AQUI.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG


A professora do curso de Nutrição da FESP, Jussara de Castro Almeida, conquistou o título de Doutora em Alimentos e Nutrição pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara, da Universidade Estadual Paulista (UNESP), defendendo a tese intitulada “Padrão de consumo de álcool: estudo epidemiológico no município de Passos (MG)”. A defesa aconteceu no dia 17 do último mês, tendo como integrante da banca examinadora a professora Dra. Juliana Alvares Duarte Bonini Campos, orientadora do trabalho; a professora Dra. Patrícia Petromilli Nordi Sasso Garcia; a Dra. Marisa Veiga Capela; o Prof. Dr. Raul Aragão Martins; e a professora Dra. Tânia Maria Delfraro Carmo, diretora do Núcleo Acadêmico da Saúde e Ciências Biológicas da FESP.

Sobre a participação na banca e acerca da proeminência do trabalho da professora, Tânia Delfraro falou com entusiasmo. “Foi com imenso prazer que participei da banca da professora Jussara! Ela desenvolveu e conduziu, com muita propriedade, seu estudo que tem uma temática de grande relevância científica, podendo subsidiar políticas públicas que visem à redução dos problemas decorrentes do consumo excessivo do álcool.  Com os resultados da pesquisa, a professora pretende trabalhar nos Núcleos de Saúde da FESP fazendo o rastreamento para detecção dos grupos vulneráveis e realizar ações educativas, trazendo contribuições para a melhoria das condições de saúde  da população de Passos e região”, explicou.

Segundo a recém-titulada, a FESP contribuiu decisivamente para sua conclusão de sua pesquisa. “O doutorado me proporcionou um amadurecimento enquanto pesquisadora. Esta qualificação faz com que eu me sinta apta para executar e/ou orientar novos trabalhos e contribuir de forma significativa na melhoria da qualidade vida das pessoas, o que é de fundamental importância para qualquer educador da área da saúde. Gostaria de registrar, a minha eterna gratidão à FESP pelo apoio e, em especial, à professora Tânia, por integrar a minha Banca Examinadora e me acompanhar nesse momento tão especial e vitorioso”, declarou a professora Jussara.

Sua tese se justifica pelo elevado consumo mundial de bebidas alcoólicas e pelos problemas médicos, psicológicos, profissionais e familiares decorrentes do uso excessivo dessas substâncias. Assim, considerando a importância dos estudos epidemiológicos para o direcionamento de políticas públicas que visem à redução dos problemas decorrentes do uso de álcool - que atua no sistema nervoso central e provoca mudança de comportamento e dependência – a pesquisadora desenvolveu o estudo com o objetivo de identificar o padrão de consumo de bebidas alcoólicas entre os moradores do município de Passos (MG), maiores de 18 anos de idade e sua associação com características sociodemográficas. “Trata-se de estudo do tipo transversal, com delineamento amostral probabilístico estratificado. Como instrumento de medida para avaliar o padrão de consumo de bebidas alcoólicas utilizou-se o Teste de Identificação de Desordens Devido ao Uso de Álcool (AUDIT), aplicado por meio de entrevistas telefônicas. Participaram do estudo 842 indivíduos, com média de idade de 42,9 anos, sendo 51,9% do sexo feminino. Dos participantes, 34% eram abstêmios, 43% apresentaram comportamento de beber moderado, 18,9% de beber de risco, 2,3% de alto risco e 1,9% de possível dependência”, explicou.

A professora concluiu que a maior probabilidade de beber de risco (população vulnerável) foi encontrada entre homens, com idades entre 18 a 34 anos, sem religião e trabalhadores. “O consumo excessivo de bebidas alcoólicas é um problema de saúde pública. No Brasil, 12% da população apresentam problemas decorrentes do consumo excessivo de álcool. Em Passos (MG), observou-se elevada prevalência de comportamento de beber de risco e entende-se que este estudo pode nortear os gestores municipais quanto à realização de ações educativas visando à prevenção dos transtornos decorrentes ao consumo de bebidas alcoólicas, assim como, a redução da ingestão de álcool”, ainda completou a nutricionista.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  novembro 2020  >>
seteququsedo
2627282930311
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30123456