O Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Passos venceu pela 4ª vez o Festival de Vídeo Selton Mello, realizado anualmente pela FESP. “Fibonacci” recebeu o prêmio no valor de R$600,00 do júri técnico, na noite da última segunda-feira (25), quando aconteceu a Mostra Competitiva. O segundo lugar ficou com os alunos da Escola Estadual São José, pelo vídeo “O pendrive”, e a terceira colocação, além do prêmio especial de júri popular, foram para os estudantes da Escola Estadual Caetano Machado da Silveira, que produziram o curta “Identify Crisis”.

O vencedor foi uma aposta no gênero de suspense. Amanda Botelho, uma das integrantes da equipe produtora, explicou que a escolha foi inspirada em uma série de televisão que o grupo acompanha. “No começo a gente até pensou em outra história, mas a gente queria inovar, queria uma coisa diferente que não tinha acontecido em outros curtas ainda. Então a gente pensou em criar uma história baseada em um seriado que a gente conhece para causar o suspense do que aconteceria no final”, justificou. O colega Marco Aurélio Reis Nascimento comemorou dizendo que depois do esforço ter vencido foi a recompensa. “É gratificante porque nós batalhamos bastante, dedicamos bastante”, completa.

Um dos coordenadores do Festival, professor Paulo Henrique Baldan Vallim, defende que, nesta edição, as produções refletiram o cotidiano dos próprios estudantes envolvidos e reforça a oportunidade que projeto oferece para que estes jovens possam ter contato com a produção audiovisual. “Os vídeos expressam um pouco do sentimento dos alunos, da realidade dentro das escolas, a questão de ser aceito, de estar inserido dentro do ambiente escolar, a busca do jovem para se conhecer, de estar junto com o outro, a preocupação de ajudar. Eu acho que é válida a participação dos alunos dentro do projeto pela possibilidade de desenvolverem uma obra audiovisual independente deles irem ou não para a área da comunicação, do cinema. É uma oportunidade para quem gosta e está disposto a seguir esse caminho até como profissão. É uma sementinha, um início. O festival é uma forma de colocar esses jovens para pensar”, justifica.

O aprendizado e a chance de criação e produção artística é uma forma de aproximar os interesses dos alunos junto à proposta de ensino das escolas. É o que acredita o professor de língua portuguesa e inglesa da Escola Caetano Machado da Silveira. Para ele a própria escola está indo em direção aos alunos quando incentivam a participação deles em iniciativas como o Festival realizado pela FESP. “Estamos num ponto em que a arte dentro da escola está muito em voga. A temática de ensino pedagógico está trazendo música, teatro, cinema e isso é de extrema importância para que a escola seja uma presença contínua na vida do jovem. Nós como educadores temos que saber e avaliar a hora de encaminhá-los para a cultura, arte e contextualizar isso dentro do ensino”, declarou Luiz Carlos de Souza.

A mesma pontuação foi feita pelos alunos da Estadual São José. Um dos participantes, Deivid Aparecido Ferreira contou que apesar das dificuldades em relação à produção, atenção dada pelos organizadores do Festival foi determinante para que conseguissem concluir o vídeo. “Foi uma experiência muito boa, foi difícil, mas a gente aprendeu muito. Os coordenadores tiveram muita boa vontade para ensinarem a gente e foi maravilhoso! Valeu muito a pena”.

Em Abril deste ano, as oficinas - ministradas pelos professores responsáveis pela Mostra Competitiva - envolveram discussões sobre produção, direção de fotografia, roteiro, direção de áudio, direção geral, edição e finalização, dando início à 5ª edição do Festival Selton Mello de 2013. Segundo Diovany Rodrigues, também responsável pelo projeto, os alunos enviaram as ideias iniciais dos roteiros e durante as oficinas trabalharam para adaptar à realidade de produção de cada equipe. “Oferecemos todo o embasamento teórico para que eles pudessem produzir e tivemos também algumas aulas práticas. Foi possível ver alguns dos exemplos que passamos em aula. Não houve limitação criativa e o resultado foi muito bom”, ponderou o professor.

O também organizador do Festival, professor Diego Vasconcelos, fez a mesma avaliação dizendo que a Mostra é muito importante, contribuindo para a sensibilidade artística dos alunos participantes. “Tem grande abrangência e uma ótima repercussão. As expectativas para o próximo ano são sempre as melhores”, finalizou.

Confira abaixo os nomes dos integrantes das produções:

Colégio Tiradentes da Polícia Militar 

CURTA: Fibonacci 

ALUNOS: Amanda Botelho / Danielle Alves / Luiz Marques / Marco Reis / Stéfano Teixeira / Stéphanie Alves

E.E. São José 

CURTA: O pendrive 

ALUNOS: Cassia Lima / Daphine Aparecida / Deivid Ferreira / Driele Silva 

E.E. Caetano Machado 

CURTA: Identify Crisis 

ALUNOS: Rafaela Marinho / Igor Barbosa / Anelise Souza / Natália Reis / Gustavo Barbosa / Samara Ingryd

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG

Veja todas as fotos AQUI.



A FESP promove nesta segunda-feira (25) mais uma Mostra Competitiva do Festival de Vídeo Selton Mello FESP. A partir das 20h, o Auditório Professor Armando Righetto (Bloco 08 da Fundação) estará preparado para receber a torcida dos curtas que disputam o prêmio de R$600,00 nesta 5ª edição.

Patrono do Festival, o cineasta passense Selton Mello disse em depoimento na última visita a FESP que a Mostra é um meio de se incentivar e inserir a produção de audiovisual no ambiente escolar. “Essa parceria com a FESP não pode parar, isso é fundamental. Alguns vão despertar para a arte e outros, mesmo que decidam trabalhar em outras áreas, vão ter vivido esta experiência riquíssima do contato com a arte”, afirma Selton.

Os vídeos foram produzidos pelos alunos das escolas estaduais Caetano Machado, São José, e do Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Passos. Segundo um dos responsáveis pelo Festival, professor Paulo Henrique Vallim, os curtas trataram de temas relacionados à convivência e aceitação dos jovens no meio escolar e na sociedade.

Após a apresentação, o júri técnico, composto por professores e alunos do curso de Comunicação Social (Jornalismo e Publicidade e Propaganda) da FESP, vai avaliar os vídeos pelos critérios: fotografia, roteiro, produção e áudio, deliberando os vencedores que receberão troféus em primeiro, segundo e terceiro lugar, além do prêmio especial decidido por voto popular apurado com a plateia presente na apresentação dos curtas. Todos os participantes receberão medalha e certificado.

As oficinas, que prepararam os alunos para o desenvolvimento dos curtas, aconteceram no primeiro semestre de 2013 e envolveram discussões sobre produção, direção de fotografia, roteiro, direção de áudio, direção geral, edição e finalização. As aulas foram ministradas pelos coordenadores do festival, professores Diego Vasconcelos, Diovany Rodrigues e Paulo Henrique Vallim. O processo de gravação e edição dos filmes foi de total responsabilidade dos estudantes.

A entrada no evento é gratuita.

Confira os participantes:

E.E. Caetano Machado 

CURTA: Identify Crisis 

ALUNOS: Rafaela Marinho / Igor Barbosa / Anelise Souza / Natália Reis / Gustavo Barbosa / Samara Ingryd

 

E.E. São José 

CURTA: O pendrive 

ALUNOS: Cassia Lima / Daphine Aparecida / Deivid Ferreira / Driele Silva 

 

Colégio Tiradentes da Polícia Militar 

CURTA: Fibonacci 

ALUNOS: Amanda Botelho / Danielle Alves / Luiz Marques / Marco Reis / Stéfano Teixeira / Stéphanie Alves

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Estudantes de 7 escolas de Passos deram início no mês de junho às gravações dos vídeos do 4º Festival Selton Mello de Vídeo, promovido pela Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG). Participam dessa edição as escolas: E.E. Profª. Julia Kubitschek , Colégio Imaculada Conceição (CIC), Colégio São Francisco (COC), E.E. São José, Colégio Status, E.E. Tancredo de Almeida Neves e o Colégio Tiradentes da Polícia Militar.

As oficinas teóricas e práticas, promovidas pela equipe do festival, que é formada por professores e alunos dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da FESP, foram realizadas durante o primeiro semestre de 2012 durante quatro encontros aos sábados. Alunos das escolas de ensino médio de Passos tiveram contato com técnicas e equipamentos de produção audiovisual e desenvolveram suas histórias e roteiros para a produção de curtas-metragens durante as oficinas práticas. Nesta quarta edição as oficinas tiveram uma quantidade maior de dias e carga horária.

Desde o início do mês os estudantes já estão em campo gravando os vídeos com equipamentos próprios, um diferencial da edição desse ano. De acordo com o professor Diego Vasconcelos, um dos organizadores do Festival, propiciar a produção dos curtas através dos equipamentos dos próprios alunos confere a eles mais liberdade na hora da gravação e propicia uma prática pedagógica mais proveitosa e vantajosa.

A Mostra Competitiva do Festival Selton Mello será realizada no segundo semestre e diferente dos outros anos acontecerá durante uma semana. A equipe está organizando também uma mostra competitiva nacional, com vídeos de curta duração recebidos de todo o país. “Teremos ainda um seminário regional para discutir ferramentas de fomento à produção e também várias apresentações em lugares estratégicos como Santa Casa, Presídio, APAE, UNABEM, Cine Roxy e outros”, comentou o professor Diego.

Os organizadores destacam que o intuito maior do projeto é tentar produzir um festival de cinema em Passos fomentando ainda mais o gosto por essa arte que tem na cidade talentos expressivos já presentes nas telas do cinema como o próprio ator – Selton Mello – que dá nome ao festival. “Estamos caminhando a cada edição para cumprir com nossa meta, sempre com o apoio irrestrito da FESP, representada pelo seu presidente, o Professor Fabio Kallas. Queremos buscar ainda mais apoio disseminando a cultura do cinema dentro da própria fundação e outros ambientes da cidade e buscar apoio também do setor público e privado na cidade, procurando valorizar as questões culturais que muitas vezes são deixadas de lado”, destaca o professor Diovany Rodrigues outro organizador do Festival.

Equipe está produzindo curta em homenagem a Gustavo José Lemos

Outra novidade deste ano é que a equipe de professores e alunos do festival está gravando um curta-metragem em homenagem ao ator e diretor Gustavo José Lemos, falecido no ano passado. O vídeo será exibido durante a semana do Festival. Depois de ser apresentado em Passos o curta será enviado para os principais festivais de cinema do Brasil e do exterior.

A equipe de gravação conta com 15 profissionais de diversas áreas e funções. “Contamos com a participação de 25 atores da nova geração e da época do Gugu (apelido carinhoso de Gustavo). Vamos gravar em 20 locais diferentes e com o melhor equipamento de vídeo disponível na cidade para que a qualidade do material fique no padrão desejado pela produção. Na última semana gravamos 13 sequências das 34 previstas no roteiro e teremos mais duas semanas de gravações em diversos pontos da cidade de Passos. A primeira exibição do curta será na semana do festival e depois iremos exibi-lo em muitos outros lugares da cidade”, descreve Diego.

“O Festival é um sucesso que vai sempre além de nossas expectativas. Com o que produzimos nessas quatro edições do Festival temos material e experiência suficiente para fazer um grande festival de cinema em Passos já no ano que vem, mostrando que esse projeto será um dos maiores eventos da cidade”, completa o professor Paulo Henrique Baldan Valim, que faz parte da equipe de organização do Festival.

Fonte: Departamento de COmunicação e Marketing



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  janeiro 2021  >>
seteququsedo
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
1234567