A FESP recepcionou, na última terça-feira (05), o Circuito Mineiro de Administração (CMA), realizado pelo Conselho Regional de Administração de Minas Gerais. O evento aconteceu simultaneamente em Passos, Alfenas e Três Corações, tendo como objetivo promover o compartilhamento do conhecimento da Administração com os profissionais, estudantes e empresários da região.

Sob a coordenação do professor Olney Bruno da Silveira Junior, especialista em Administração de Recursos Humanos e Mestre em Administração das Organizações, o CMA integrou estudantes, professores e profissionais da área. 

“O evento é importante na valorização profissional, na aproximação dos administradores e alunos com o CRA/MG e para a possibilidade da troca de experiências e conhecimentos. A expectativa, que se materializou com o evento, foi um grande congraçamento entre os participantes. Estiveram presentes administradores egressos da Faculdade de Administração de Passos, professores, alunos dos cursos de Administração e Tecnologia em Gestão Comercial. A data do evento coincidiu com o início do semestre letivo e isto traz uma energia gratificante que se traduzirá em engajamento por parte de todos e, com certeza, a conscientização para a necessidade de dedicação e comprometimento para aquisição de conhecimentos, habilidades e atitudes para os profissionais”, avaliou o professor da FESP.

Os participantes assistiram à palestra "Escassez de profissionais no mercado? O que fazer para suprir a demanda?", com administrador Jehu Pinto de Aguilar Filho, conselheiro do CRA-MG, doutorando em Administração, pós-graduado em OSM e Metodologia do Ensino Superior, consultor de empresas no segmento profissional e educacional e Vice-Presidente de Relações Internacionais e Marketing do CRA-MG.

Segundo o coordenador do CMA o administrador Jehu trouxe informações publicadas acerca da pesquisa da Fundação Dom Cabral sobre a escassez de profissionais das áreas de administração e tecnologia de gestão comercial, apontando os principais motivos das dificuldades encontradas pelas próprias empresas do setor no momento da contratação. 

“O palestrante apresentou a necessidade das empresas em contratar profissionais para as áreas de: compras; administração; gestão de projetos; recursos humanos e finanças. Ele também destacou que o motivo principal é a falta de capacidade de realização advinda da baixa qualificação. Assim, como foi apontado, as empresas – aproximadamente 53% - reduziram as exigências para a contratação nos quesitos: experiência profissional e língua estrangeira. Porém, destas, apenas 13% abriram espaço para aqueles que não possuem pós-graduação e o restante não reduziu as exigências. A partir de então se faz necessário uma nova postura na formação, tanto para Instituições de Ensino, professores e alunos”, disse Olney.

O administrador Jehu destacou ainda em sua fala para os participantes do Circuito a necessidade do conhecimento, habilidade e atitudes voltadas para as ciências humanas, do relacionamento interpessoal e do empreendedorismo, como parte fundamental para o perfil do administrador ou tecnólogo desejado pelo mercado.

O evento contou com o "CRA-MG Itinerante", um escritório móvel que atendeu os alunos e profissionais para oferta de informações, brindes e registro profissional. A cerimônia de abertura teve a inserção do momento cívico, com a execução do Hino Nacional pelo Administrador egresso da Faculdade de Administração de Passos, Rodrigo Mazzilli, em solo de guitarra, e ainda a apresentação do coral de vozes e flauta das crianças - alunos da escola Nazle Jabur - regidos pelo Maestro Ronieli Souza, sob a monitoria da senhora Alini Nascimento, do Projeto da Associação São Francisco, que foram articulados por Felipe Terra, aluno do 7º período do Curso de Administração.

Depois do sucesso do CMA o professor coordenador finalizou ressaltando a importância e as vantagens do relacionamento próximo da FESP e CRA/MG. A palavra que traduz este encontro é parceria. Como representante do Conselho Regional de Minas Gerais em Passos, posso afirmar que as portas da IES sempre estiveram abertas para os eventos do CRA/MG e, principalmente, afirmo que todos os recursos necessários sempre foram alocados por parte da diretoria da Fundação para que o CRA/MG pudesse ter dentro da FESP o seu espaço. Este estreitamento traz benefícios para os alunos e egressos, uma vez que recebem informações continuadas sobre a profissão.

Todos os participantes receberão certificados, que poderão ser computados como horas de atividades complementares de graduação. O documento será emitido pelo próprio Conselho Regional de Administração e enriquecerá o currículo dos participantes como formação extracurricular.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG