O Núcleo RondonFESP finalizou na última semana o processo de seleção dos alunos que vão participar da Operação Guararapes, do Projeto Rondon que acontece em Julho deste ano.

Os classificados foram os estudantes: Danilo Ferreira Soares, do curso de História; Lais Fernanda Silva Pádua, graduanda de Administração; Lucas Leônidas Goulart Silva, aluno da Engenharia Ambiental; Luciene Aparecida Nunes Neto, da Agronomia, Maíssa Terra Comparini, aluna da Engenharia Civil; Marina Lopes Bonfim, do curso de Publicidade e Propaganda; Marina Rejane de Lima, que cursa Sistemas de Informação; e Poliana Mara Reis Freire, da Engenharia Ambiental.

Ainda foram selecionados cinco suplentes, sendo eles: Giselle Gomes da Silva, aluna da Pedagogia; Hayrane Costa Andrade, estudante de Direito; Renata de Jesus Costa, que cursa História; Ricardo Piantino Bernardes, do curso de Sistemas de Informação; e Terencia Garcia Reis, da Engenharia Ambiental.

Segundo o coordenador do Núcleo RondonFESP, professor Itamar Teodoro de Faria, a seleção buscou contemplar a composição multidisciplinar da equipe, ponderando as informações prestadas pelos alunos na ficha de inscrição e na entrevista. Sobre os alunos suplentes o professor ainda explicou que serão chamados em caso de impossibilidade ou desistência de aluno titular, considerando-se para isso a equivalência de cursos ou áreas. “Os suplentes desta Operação ficam pré-selecionados como titulares para Operação seguinte, considerando a equivalência de áreas de formação dos alunos e áreas de ações da Proposta aprovada”, completa o coordenador.

A Operação Guararapes seguirá na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes. De 18 de julho a 2 de agosto os Estados do Pernambuco, Paraíba e Alagoas receberão as comitivas de estudantes de todo o Brasil, sendo a FESP, designada para o trabalho no município de Maraial (PE), no Conjunto de ações B (Comunicação, Meio Ambiente, Trabalho, Tecnologia e Produção), sob coordenação do professor Rômulo Magri, e da professora adjunta Tânia Teles.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



O Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Passos venceu pela 4ª vez o Festival de Vídeo Selton Mello, realizado anualmente pela FESP. “Fibonacci” recebeu o prêmio no valor de R$600,00 do júri técnico, na noite da última segunda-feira (25), quando aconteceu a Mostra Competitiva. O segundo lugar ficou com os alunos da Escola Estadual São José, pelo vídeo “O pendrive”, e a terceira colocação, além do prêmio especial de júri popular, foram para os estudantes da Escola Estadual Caetano Machado da Silveira, que produziram o curta “Identify Crisis”.

O vencedor foi uma aposta no gênero de suspense. Amanda Botelho, uma das integrantes da equipe produtora, explicou que a escolha foi inspirada em uma série de televisão que o grupo acompanha. “No começo a gente até pensou em outra história, mas a gente queria inovar, queria uma coisa diferente que não tinha acontecido em outros curtas ainda. Então a gente pensou em criar uma história baseada em um seriado que a gente conhece para causar o suspense do que aconteceria no final”, justificou. O colega Marco Aurélio Reis Nascimento comemorou dizendo que depois do esforço ter vencido foi a recompensa. “É gratificante porque nós batalhamos bastante, dedicamos bastante”, completa.

Um dos coordenadores do Festival, professor Paulo Henrique Baldan Vallim, defende que, nesta edição, as produções refletiram o cotidiano dos próprios estudantes envolvidos e reforça a oportunidade que projeto oferece para que estes jovens possam ter contato com a produção audiovisual. “Os vídeos expressam um pouco do sentimento dos alunos, da realidade dentro das escolas, a questão de ser aceito, de estar inserido dentro do ambiente escolar, a busca do jovem para se conhecer, de estar junto com o outro, a preocupação de ajudar. Eu acho que é válida a participação dos alunos dentro do projeto pela possibilidade de desenvolverem uma obra audiovisual independente deles irem ou não para a área da comunicação, do cinema. É uma oportunidade para quem gosta e está disposto a seguir esse caminho até como profissão. É uma sementinha, um início. O festival é uma forma de colocar esses jovens para pensar”, justifica.

O aprendizado e a chance de criação e produção artística é uma forma de aproximar os interesses dos alunos junto à proposta de ensino das escolas. É o que acredita o professor de língua portuguesa e inglesa da Escola Caetano Machado da Silveira. Para ele a própria escola está indo em direção aos alunos quando incentivam a participação deles em iniciativas como o Festival realizado pela FESP. “Estamos num ponto em que a arte dentro da escola está muito em voga. A temática de ensino pedagógico está trazendo música, teatro, cinema e isso é de extrema importância para que a escola seja uma presença contínua na vida do jovem. Nós como educadores temos que saber e avaliar a hora de encaminhá-los para a cultura, arte e contextualizar isso dentro do ensino”, declarou Luiz Carlos de Souza.

A mesma pontuação foi feita pelos alunos da Estadual São José. Um dos participantes, Deivid Aparecido Ferreira contou que apesar das dificuldades em relação à produção, atenção dada pelos organizadores do Festival foi determinante para que conseguissem concluir o vídeo. “Foi uma experiência muito boa, foi difícil, mas a gente aprendeu muito. Os coordenadores tiveram muita boa vontade para ensinarem a gente e foi maravilhoso! Valeu muito a pena”.

Em Abril deste ano, as oficinas - ministradas pelos professores responsáveis pela Mostra Competitiva - envolveram discussões sobre produção, direção de fotografia, roteiro, direção de áudio, direção geral, edição e finalização, dando início à 5ª edição do Festival Selton Mello de 2013. Segundo Diovany Rodrigues, também responsável pelo projeto, os alunos enviaram as ideias iniciais dos roteiros e durante as oficinas trabalharam para adaptar à realidade de produção de cada equipe. “Oferecemos todo o embasamento teórico para que eles pudessem produzir e tivemos também algumas aulas práticas. Foi possível ver alguns dos exemplos que passamos em aula. Não houve limitação criativa e o resultado foi muito bom”, ponderou o professor.

O também organizador do Festival, professor Diego Vasconcelos, fez a mesma avaliação dizendo que a Mostra é muito importante, contribuindo para a sensibilidade artística dos alunos participantes. “Tem grande abrangência e uma ótima repercussão. As expectativas para o próximo ano são sempre as melhores”, finalizou.

Confira abaixo os nomes dos integrantes das produções:

Colégio Tiradentes da Polícia Militar 

CURTA: Fibonacci 

ALUNOS: Amanda Botelho / Danielle Alves / Luiz Marques / Marco Reis / Stéfano Teixeira / Stéphanie Alves

E.E. São José 

CURTA: O pendrive 

ALUNOS: Cassia Lima / Daphine Aparecida / Deivid Ferreira / Driele Silva 

E.E. Caetano Machado 

CURTA: Identify Crisis 

ALUNOS: Rafaela Marinho / Igor Barbosa / Anelise Souza / Natália Reis / Gustavo Barbosa / Samara Ingryd

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG

Veja todas as fotos AQUI.



O atleta João Ferreira de Lima, o “João da Bota”, da equipe do Cruzeiro, foi o campeão da categoria Geral Masculino 10km, com o tempo de 28 minutos e 29 segundos.

O evento é promovido pelo curso de Educação Física da FESP (Fundação de Ensino Superior de Passos) e coordenado pelo professor Hélvio Maia, com a participação dos estudantes universitários em todas as etapas de organização do evento.

A minimaratona FESP já virou tradição no sul do estado e reúne atletas de várias regiões do país. “A cada ano há um aumento no número de participantes”, afirma o coordenador. Foram premiados os três primeiros colocados nas categorias Geral Masculino e Feminino (1º Lugar – R$ 1.200,00; 2º Lugar – R$ 800,00 e 3º Lugar – R$500,00) e Local Masculino e Feminino (1º Lugar – R$ 500,00; 2º Lugar – R$ 300,00 e 3º Lugar – R$200,00) nas demais categorias foram distribuídos troféus para os três primeiros colocados e medalha de participação para todos os competidores.

O troféu especial para a maior equipe foi para a Prefeitura Municipal de Passos, com 240 inscritos. “O envolvimento da comunidade está cada vez maior, com várias instituições, grupos e empresas enviando seus funcionários para participar das competições, isto é muito gratificante para a FESP”, afirma o presidente do Conselho Curador, professor Fábio Pimenta Esper Kallas.

Confira a classificação

 



Confira as fotos do evento AQUI

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  abril 2020  >>
seteququsedo
303112345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930123
45678910