Bárbara Carvalho – Estudante de Jornalismo

Assessoria de Comunicação UEMG Passos

No dia 27 de agosto, no auditório02 do Bloco 01 da UEMG Passos, a Ética na Área da Saúde foi tema da palestra ministrada pela psicóloga, Mestre em Ciências pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Renata Farche Alves. O debate encerrou o 1º dia do circuito de minicursos e palestras da Jornada da Saúde.

“A discussão sobre ética na área da saúde é fundamental para o reconhecimento dos valores humanitários e para o comprometimento profissional aplicado aos procedimentos técnicos”, comenta Renata. Para Bárbara Batista, aluna do curso de Enfermagem da UEMG, a importância da abordagem da ética para a formação do especialista da saúde é de extrema importância no que diz respeito aos limites humano e técnico, “a enfermagem é uma profissão de muito contato com o paciente, o médico tem que tomar decisões difíceis, mas quem está sempre ao lado do cliente é o enfermeiro”, afirma.

A palestrante também realizou uma dinâmica onde foram distribuídas perguntas entre os participantes com o objetivo de simular cenários práticos, despertando a reflexão e o senso crítico dos estudantes. “A interação desta forma trás resultados na construção do conhecimento dos alunos”, conclui Renata.



 

Julia Moraes – Estagiária Assessoria de Comunicação UEMG Passos

O CRRT, Centro de Reuso e Reciclagem de Tecnologia, é um Projeto de Extensão da UEMG Passos, que realiza o recolhimento de Resíduos Eletrônicos descartáveis ou não utilizados. Os equipamentos que têm condições de serem reutilizados são deslocados para setores dentro da Unidade ou cedidos por meio de termo de empréstimo para Organizações não Governamentais e outras instituições que desenvolvem atividades de assistência à comunidade.

Segundo dados divulgados pelo relatório de trabalho do Centro, foram doados 60 computadores completos para instituições da cidade e foram descartadas corretamente 04 toneladas de equipamento, até o momento.

O processo de processamento do lixo eletrônico exige um tratamento diferenciado, por causa da diversidade de materiais presentes nos equipamentos eletrônicos. “Alguns componentes, como monitores de vídeo com tubos de raios catódicos, possuem elevada concentração de materiais contaminantes e necessitam de um processo de descontaminação que deve ser realizado por empresas especializadas”, comenta a Coordenadora e Professora do curso de Sistemas de Informação, Vânia de Oliveira Borges.

A primeira etapa é a coleta e triagem. Durante a recepção das peças e equipamentos acontece a avaliação do material para a constatação se as peças coletadas têm ou não possibilidade de serem reutilizadas. Após concluir se os materiais podem ser reutilizados, eles são encaminhados para espaços de uso, os equipamentos que não têm possibilidade para utilização são direcionados para a segunda etapa.

Neste momento todos os equipamentos passam por uma avaliação e são categorizados por tipos de materiais, peso e outras especificidades. Após o término desta etapa, os produtos coletados são armazenados e são direcionados às empresas de reciclagem especializadas.

“Este projeto é de extrema importância para a comunidade, porque realiza um notório trabalho, não apenas em relação ao meio ambiente, mas também no âmbito social, porque ajuda várias instituições com o empréstimo de equipamentos”, conclui o Diretor da UEMG Passos, Itamar Teodoro de Faria.

 



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  setembro 2019  >>
seteququsedo
2627282930311
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30123456