Texto: Julia Moraes – Estagiária Assessoria de Comunicação UEMG Passos

No dia 12 de junho, o Ambulatório Escola (AMBES), promoveu o evento Pit Stop do Amor em comemoração ao dia dos Namorados. A atividade foi realizada na Entrada B do Bloco 04, na Avenida da Moda. Quem passou pelo local teve a oportunidade de aferir a pressão arterial, realizar testes rápidos de Hepatite B, Hepatite C e Sífilis, além de receber gratuitamente preservativos masculinos.

Alguns estudantes do curso de Enfermagem e Biomedicina estavam presentes no local realizando a aferição, com a supervisão do Enfermeiro e Professor, Policardo Gonçalves da Silva, e da Docente dos cursos de Enfermagem e Ciências Biológicas Bacharelado, Josely Pinto de Moura.

"É importante divulgar a prevenção e orientar as pessoas para realizarem os testes rápidos, que são medidas preventivas. Aproveitamos o momento para distribuir os preservativos e incentivar o uso deles, principalmente nesta data do Dia dos Namorados", conta a professora Josely Pinto de Moura.

A Coordenadora do Ambulatório, Luana Matos Silva Araújo, fala sobre a realização deste tipo de ação, “o objetivo principal é ampliar as ações que já realizamos no AMBES, principalmente porque esta ação está acontecendo em períodos em que normalmente o Ambulatório está fechado, no horário do almoço".

No dia 12 o Ambulatório Escola realizou na Campanha Pit Stop do Amor, 39 testes rápidos, cerca de 100 aferições de pressão arterial e a distribuição de aproximadamente 1.800 preservativos.

"Estar em contato com a população é muito valioso para nós alunos, porque ficamos muito tempo na teoria e quando estamos aqui, ficamos na prática. Temos a oportunidade de ver vários casos, de reforçar a técnica, que também temos na faculdade, mas é muito diferente fazer lá, treinar nos colegas ou em bonecos, e fazer aqui, porque toda pessoa é diferente e a experiência com cada um também é, logo, é muito valioso para os discentes participantes", explica a discente do 5º período do curso de Enfermagem da UEMG Passos e estagiária voluntária do AMBES, Glaucia Ferreira.

 



 

Julia Moraes – Estagiária da Assessoria de Comunicação UEMG Passos

Durante os dias 04, 05 e 06 de junho, o Centro Acadêmico de Direito XIII de Fevereiro e o Centro Acadêmico de Serviço Social Márcio Nalini promoveram o XV Fórum Jurídico Social. O evento também foi promovido com o objetivo de comemorar os 25 anos do curso de Direito da UEMG, Unidade Passos.

 “O que sempre proporcionamos aos alunos é a oportunidade de submissão de artigos, além de eventos diversos que caminhem de mãos dadas com os cursos de Direito e Serviço Social. O critério era que fossem temas relevantes a ambos os cursos, atuais e que se encaixassem em Sociedade, Políticas Públicas e Direitos”, conta o presidente do C.A de Direito XIII de Fevereiro e aluno do 3º período, Guilherme Henrique Dias Martins.

A presidente do C.A de Serviço Social Márcio Nalini e estudante do 5º período, Amabile Maria de Moura Passos, afirma que “o Fórum foi importante para marcar um espaço de diálogo que devemos fortalecer, porém, dentro disso, temos muito a caminhar no sentido de afinar os temas, posicionar os cursos frente às demandas e necessidades da comunidade, estabelecer linhas de pesquisa específicas para trabalharmos entre os cursos e fazer com que sejam efetivas na Universidade. Temos muito em comum, precisamos nos organizar”.

 “Os alunos participaram em grande escala das palestras temáticas, da abertura artística e o que muito nos alegrou, foi ver que os alunos tiveram grande interesse na submissão dos artigos, muitos deles submeteram e apresentaram seus artigos aprovados. O Fórum se apresenta como um precioso momento universitário para acadêmicos e docentes, que trocam experiências, estreitam relacionamentos e através dos fóruns, debates e comunicações interagem e conhecem um pouco mais das características e peculiaridades de cada profissão - jurídica e social”, pontua o presidente do C.A de Direito.

O discente do 9º período do curso de Direito, Guilherme de Almeida, foi um participante assíduo na programação do Fórum, comparecendo na abertura, apresentação cultural, palestras e apresentação de artigos.

“Foi uma excelente programação, com atividades importantes para a formação jurídica e social dos estudantes, foram temas atuais e muito relevantes no cenário nacional”, conta o estudante.

A coordenadora do curso de Serviço Social, Claudia Fernandes Silva Souza, relata a tradição presente no Fórum Jurídico Social: “Acontece na Universidade desde 2002, com o objetivo de fomentar a iniciação científica, estudos, discussões e debates acerca das questões jurídico sociais. Os cursos de Serviço Social e Direito se uniram através do Fórum e desde então realizam anualmente este espaço de discussão. Eles atuam na busca de efetivação de direitos junto à sociedade. Um complementa o outro. As ferramentas jurídicas e sociais se entrelaçam na mediação e resolução de conflitos existentes na sociedade”.

Uma das docentes da Universidade do Estado de Minas Gerais, Renata Farche Alves, participou da Mesa Redonda sobre guarda compartilhada e alienação parental, além de orientar artigos sobre bullying e aspectos psicossociais, sistema carcerário, feminismo, entre outros.

            “A iniciativa dos Centros Acadêmicos foi muito consciente do seu papel, uma vez que os alunos necessitam vivenciar oportunidade de crítica e reflexão, para além da sala de aula, buscando referências de teorias e profissionais também de outras áreas para problematizar os contextos de atuação do mercado de trabalho”, afirma a docente.



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  junho 2019  >>
seteququsedo
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
1234567