Fabiana Dias de Lima – Estudante de Jornalismo

“Empreendedorismo na área de Alimentação e Nutrição”, este foi o tema do debate de encerramento da Jornada de Nutrição de Passos (JONUPA), a responsável pela mediação do debate foi Camila Suelen Fernandes, Gerente do Restaurante Comunitário da UEMG Passos.   

Uma das participantes do debate, Lyvia Mendes, Nutricionista e Publicitária, comentou sobre a importância do marketing para vendas e do empreendedorismo em consultórios de nutrição. "É muito bom empreender, mas a gente tem que ter muita cautela." disse a nutricionista em relação a criar uma marca de produtos alimentícios.

Bruno Moreti, proprietário das Empresas Bendito Casarão e UP Consultoria e Marketing, abordou temas sobre como exercer a atividade de empreendedor, criar conexão com o produto e eco-sustentabilidade em gêneros alimentícios.

Talyane Rodrigues Bueno, proprietária da Empresa Doces São Francisco, comentou sobre gerenciamento e abordou a questão de trabalhar no ramo alimentício, onde existe grande variedades de produtos disponíveis para a venda, sem perder pontos tradicionais da culinária. Já Carolina do Nascimento Alves, Nutricionista Clínica e Esportiva Funcional, contou o papel de destaque que o empreendedorismo tem em sua carreira profissional, proporcionando uma reinvenção em sua atuação.

Os estudantes tiveram a oportunidade de realizar perguntas aos participantes do debate. Ayani Santos Castro, aluna do 1° período de Nutrição, comenta, "São assuntos que não vemos na sala de aula, porque não dá tempo e tem que priorizar a matéria. É um conhecimento a mais e são coisas que vamos levar e ver depois na área profissional”. O evento aconteceu no dia 25 de maio, no Auditório 01 do Bloco 01.

 



 

Julia Moraes – Estagiária da Assessoria de Comunicação UEMG Passos

O Diretor Acadêmico, Itamar Faria, da UEMG Unidade Passos ministrou uma palestra para os estudantes do 3° ano do Ensino Médio do Colégio Militar Tiradentes, explicando detalhes sobre a carreira acadêmica. “É muito importante levar aos estudantes informações sobre a Universidade, detalhes do cotidiano dos acadêmicos, como eles podem fazer a diferença no espaço social a partir de projetos, atividades acadêmicas”, comenta o Diretor sobre a palestra que aconteceu dia 16 de maio.

Itamar aproveitou o encontro para apresentar a Unidade Passos, comentando sobre os 27 cursos de graduação disponíveis na Instituição, além do Mestrado Profissional em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente. Os estudantes do Colégio realizaram perguntas, muitas delas com foco na escolha da profissão. “Temos 27 cursos de graduação, em várias áreas do conhecimento, nossa Instituição é ampla. Neste encontro não aconteceu apenas uma apresentação dos cursos, mas também discutimos a área de atuação de cada um deles e como é o cotidiano universitário”.

Tamires Aparecida do Amaral, professora do Colégio Militar Tiradentes e docente da UEMG Unidade Passos, acompanhou os estudantes na palestra. “Nós ainda temos alunos que não têm essa percepção de que a UEMG é uma Universidade gratuita, de qualidade, Estadual e do leque de cursos de graduação que temos aqui em Passos”.



 

Julia Moraes – Estagiária da Assessoria de Comunicação UEMG Passos

O Centro Acadêmico Márcio Nalini, do Curso de Serviço Social promoveu em parceria com o Núcleo de Assistentes Sociais (NAS) do Município de Passos, a palestra “Regressão de direitos tem classe e cor: Assistentes Sociais no debate ao racismo”. O palestrante responsável pelo conteúdo foi o Assistente Social e Professor Tales Willyan Fornazier Moreira.

“O tema que foi discutido é super pertinente ao momento que estamos vivendo de desmonte sociais, de regressão de direitos principalmente com a população negra. É necessário dialogar com a sociedade sobre o que o Serviço Social pode oferecer como profissao em defesa da população. Reafirmando o compromisso do assistente social no combate ao racismo”, comenta a Assistente Social e Coordenadora do NAS, Priscila Andrade Caetano.

O Núcleo de Assistentes Sociais é constituído de espaços de articulação e organização dos profissionais do Serviço Social, com a finalidade de valorizar e fortalecer a profissão, na defesa do projeto ético-político que deve ser respeitado.

O palestrante Talles Willyan Fornazier Moreira dá ênfase à necessidade de abordar o tema da palestra, “O racismo é elemento que estrutura nossa formação social brasileira. O Brasil vivenciou quase 400 anos de escravidão, foi o país que mais trouxe negros africanos para serem escravizados e o último a abolir, formalmente, a escravidão. Nossa história é uma história de sangue e barbárie. Esse passado recente, infelizmente, contribuiu para a construção de uma ideologia escravista que, até hoje, coloca a população negra em condição de abismo social comparada à população não negra. A população negra lidera o ranking de desigualdade social no país, seja por questões de renda, não acesso à educação e ao mundo do trabalho, ou por receberem os menores salários e estarem na base da pirâmide social. Esta população também é a que mais sofre as multifacetadas formas de violência”, explica.

 “Foi incrível! Acho que foi o melhor evento que já fizemos. Não sei se foi pelo tema, que tínhamos grande necessidade de abordar, ou pelo palestrante, que fez uma fala que prendeu a atenção de todos os estudantes que estavam presentes”, conclui a presidente do C.A., Amabile Maria de Moura Passos. O evento aconteceu no dia 17 de maio, no Auditório do Prédio 02 do Bloco 05.



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  maio 2019  >>
seteququsedo
293012345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
3456789