Nesta sexta-feira (08), a FESP, em parceria com o Clube Passense de Natação (CPN), promove mais uma edição do Canta FESP. O Festival da canção vai trazer aos palcos do Salão Social do Clube 17 composições inéditas que concorrem a 12 mil reais em prêmios. O evento tem entrada gratuita e começa às 20h.

Com mais de 100 inscritos neste ano, a previsão é de que o Canta FESP-CPN tenha record de público para uma noite de grandes talentos e forte concorrência. “Realizamos este festival de inéditas com o objetivo de divulgar a música popular brasileira, estimular a criação de composições musicais e revelar novos artistas. Teremos uma festa de música com diversão entre pessoas criativas, inovadoras e envolventes. Sem dúvida a plateia vai se surpreender”, contou a professora Leila Maria Suhadolnik de Pádua Andrade, organizadora do evento junto da também professora Sílvia Maria Soares Maia, que completou dizendo que “a cada ano a qualidade das músicas aumenta ainda mais, sendo um prestígio receber artistas tão competentes na nossa região, além daqueles da cidade que ganham maior visibilidade dentro do Festival”.

Dentre os concorrentes selecionados, três são do estado de São Paulo, dois de Goiás, um da Bahia, um do Pará e nove de Minas Gerais, sendo quatro destes passenses.

Serão premiados em dinheiro os cinco melhores colocados de acordo com o corpo de jurados, que também premia o melhor intérprete e melhor colocado de Passos. Todos os participantes receberão troféu de participação. Para encerrar a noite, depois da premiação acontece um show cover do Raul Seixas.

A FESP e o CPN convidam toda a comunidade para prestigiar os artistas.


Confira as músicas selecionadas para 7º Canta FESP-CPN

Em prosa e verso – Zé Alexandre (Poços de Caldas-MG)

Interiornauta / Caipira Virtual – Ismar Ferraz (Anápolis-GO)

Saudade Matadeira – Diorgem Junior (Governador Valadares-MG)

Definitiva – Lígia Cabral (Contagem-MG)

Setembro – Walter Dias (Belo Horizonte-MG)

Agreste – Luiz Dillah (S. J. Rio Preto-SP)

Ciberativismo – Adriano Amêndola Banda Baratazul (Mirassol-SP)

Cantador – Anderson, Rogerio e Fran (Belo Horizonte-MG)

Olhos Amarelos – Saudades da Zona (Passos-MG)

Urubu Mestre do Voo – Eudes Fraga e Joãozinho Gomes (Belém-PA)

Abrir Fronteiras – Zé Renato (Paraguaçu-MG)

Espaçonave Terra – João Eudes Ferreira Piassi (Passos-MG)

Vá Buscar seu Sonho – Ruthe Glória (São Paulo-SP)

Suspiro e Saudade – Jamily Mattos (Salvador-BA)

Em Nome do Pai – Denilson Cesar (Passos-MG)

Colheita – Regi Rezende (Anápolis-GO)

Questões – Felipe Grilo (Passos-MG)

 

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



A FESP recebe inscrições até amanhã, dia 7, para a oitava edição da Mini Maratona que acontece neste domingo (10). A prova será dividida entre as categorias: corrida principal, com 10 km de percurso; mirim e infantil, com 2 km; a corrida, com 5 km; e a caminhada. A competição principal, de 10 km, vai distribuir mais de 6 mil reais em prêmios para os três melhores colocados do Geral e Local, nas modalidades masculino e feminino.

A largada da corrida infantil está marcada para as 8h00, saindo da porta do Prédio Principal da FESP, localizado na Avenida Juca Stockler, 1130. No mesmo local, às 9h00 saem os corredores das demais categorias.

A previsão de conclusão da prova é de 2 horas no total e o percurso começa no marco de largada, passa pela Av. Com. Francisco Avelino Maia, vai até a rua Dr. Saturnino e retorna ao prédio principal da FESP, percorrendo um total de 5 km, sendo duas voltas para os competidores da corrida principal.

A Mini Maratona é organizada pelo professor do curso de Educação Física da FESP, Marcelo Campos Machado, e deve receber mais de 100 atletas. Detalhes sobre inscrições e categorias podem ser obtidos no site da FESP ou pelo telefone (35) 3529-6092.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG


A noite da última segunda-feira (04) foi de festa e muitas emoções durante o 1º Festival Gospel Canta FESP que leva o nome do cantor e compositor passense Thalles Roberto, considerado um dos maiores fenômenos da música Gospel da atualidade. O Parque de Exposições Abílio Soares, em São João Batista do Glória (MG), recebeu um público numeroso e entusiasmado que permaneceu no recinto até a divulgação final dos ganhadores. Entre mais de 60 composições inscritas dos quatro cantos do país e também do país vizinho Uruguai, 16 finalistas foram selecionados para se apresentarem no palco e serem avaliados pela plateia e o corpo de jurados que contou com a presença do patrono do Festival, Thalles Roberto. 

O 1º Festival Gospel Canta FESP Thalles é uma realização da FESP em parceria com o cantor e com a Prefeitura de São João Batista do Glória e vem para abrir mais espaço para a arte e cultura no cenário da região de Passos. Segundo o presidente do Conselho Curador da FESP, Fabio Pimenta Esper Kallas, o Festival já nasceu em terreno fértil e renderá bons frutos a cada edição. “Eu achei que foi uma grande e grata surpresa. Foi extraordinário! Este evento já nasceu forte e tocou o coração de muitas pessoas, inclusive o do Thalles que veio participar do corpo de jurados e deu um verdadeiro show. Esperamos que este evento se torne uma referência e continue dando oportunidade para estes artistas demonstrarem seu talento e começarem uma carreira de sucesso”, declarou o professor.

Aparecida Nilva dos Santos, prefeita de São João Batista do Glória mostrou satisfação em receber o evento na cidade. "Ficamos muito satisfeitos nesta parceria entre a FESP e o Thalles Roberto aqui em São João Batista do Glória. Acho que é disso que nossos jovens precisam: de uma mensagem de otimismo, esperança e fé. Nestes dias onde a família anda tão desvalorizada e esquecida eventos como este servem para reatar estes lanços e trazer mais harmonia e paz para a nossa cidade", relatou Nilvinha.

Após quase duas horas de boa música, os jurados premiaram a cantora Carolina Dantas, de Santos (SP), como a melhor intérprete e pela melhor canção, recebendo troféu Canta FESP Gospel Thalles Roberto e um cheque no valor de R$ 5 mil reais. O que ninguém esperava era o anúncio de outro prêmio extra para a grande vencedora. Ao elogiar a cantora pela conquista, Thalles anunciou que irá produzir o primeiro CD de Carolina Dantas. 

A sequência de surpresas começou cedo com um show de carisma e simpatia do cantor Thalles, que contou um pouco sobre as dificuldades que enfrentou no início da sua carreira, disputando festivais de música como este que leva seu nome. Empolgado com a vibração do público, Thalles não resistiu e com sua guitarra cantou por cerca de 30 minutos seus principais sucessos, acompanhado por um coro de crianças, jovens, adultos e idosos.

“Isso aqui é uma felicidade! Eu queria agradecer à FESP e à Prefeitura de São João Batista do Glória, realizadoras deste Festival, pela oportunidade. Ser reconhecido pelo seu povo não é fácil e ser querido na sua cidade, na sua região, é uma grande honra. Receber gente de fora também é um prazer. Superamos a expectativa de público e é muito bom ver esse povo aqui adorando a Deus, cantando para Deus, isso é lindo! Eu estou muito feliz”, comentou Thalles Roberto, que elogiou muito os participantes, reconhecendo o talento e valorizando os artistas.

Carolina Dantas agradeceu o cantor pelo prêmio surpresa, pelas considerações e pela oração que o cantor fez. Interpretando a música “Meu Socorro”, de Bruno Cardoso, a cantora conseguiu emocionar o público, os jurados e ainda arrancou lágrimas de Thalles Roberto que propôs a produção de seu CD. “Não tenho palavras pra explicar como é cantar uma música que vai direto ao coração de Deus. Quando eu canto e louvo eu agradeço a Deus pelas maravilhas que Ele tem feito na minha vida. Estou muito feliz! Nem tenho palavras para agradecer. Vim de tão longe, fiz uma rifa na Igreja para poder vir e não foi em vão. É uma bênção! O Festival é nota 10 e o Thalles é uma bênção! Ele realizou até o sonho do Nícolas, meu filho, que cantou no palco com ele”, contou a cantora emocionada.

“Tú és Santo” é o nome da canção composta e interpretada por Miqueias Medeiros, de São Sebastião (SP). Segundo ele, Deus falou em seu coração e logo a música fluiu. “Na hora que eu canto eu volto meu coração e meu pensamento para Deus. Procuro dar o meu melhor sempre porque o eu faço é para abençoar as pessoas e é pra honra e glória de Jesus. Eu sempre penso: eu vou te fazer sorrir, Deus”, falou emocionado o cantor que conquistou o segundo lugar, levando o prêmio de três mil reais.

O grupo Voz e Melodia de Passos (MG), com a música “Vou adorar”, Tiago Barros, de Vagem Bonita (MG), cantando “És meu tudo”, e Mizael Siqueira e banda, de Juiz de Fora (MG), com “Adoração”, ficaram em terceiro, quarto e quinto lugar, respectivamente. O prêmio de melhor torcida foi para o grupo da Aline Marques e Sandro Taborda, da Igreja Batista de São João Batista do Glória.

Sucesso

Sílvia Maria Oliveira Soares Maia e Leila Maria Suhadolnik de Andrade, organizadoras do Festival disseram que a noite foi de emoção e muita energia positiva. “Tivemos artistas da mais alta qualidade e valeu muito a pena investir neste estilo de música que traz uma mensagem muito boa para as pessoas”, defendeu Leila.

Um dos integrantes do corpo de jurados, Hesdras Alexandrino Rosa, que faz parte de um ministério de música em um grupo de oração da Renovação Carismática Católica, confirmou a qualidade técnica dos participantes e comentou sobre a iniciativa da realização do evento. “É muito importante para nós cristãos estarmos todos reunidos em nome de Jesus. A FESP está de parabéns! Eu me surpreendi com o talento apresentado. O Thalles é uma pessoa fantástica, a alegria dele contagia. “O evento foi excelente. É impressionante porque já é tarde, está chovendo, é segunda-feira e tem esse monte de famílias aqui”.

Uma dessas famílias é a do Ademir Raimundo da Silva, que esteve presente até o fim da noite com a esposa e filho. “É uma grande festa. Só de estar aqui e louvar a Deus é gratificante! Quero parabenizar os organizadores porque estou achando o máximo e espero que o Festival se repita. Valeu a pena!”

José Alexandre, participante assíduo do Canta FESP-CPN estreou na categoria Gospel e comentou a emoção da experiência. “Já participei de outros Festivais da FESP, mas este é especial porque eu estou percebendo uma movimentação que eu nunca vi nos outros. É um público diferenciado e eu estou realmente impressionado! Saí de casa já na expectativa porque eu nunca tinha participado de um festival gospel e foi uma energia enorme! Ganha o músico e também ganha a platéia”, alegou.

Thalles Roberto fechou a noite com a promessa de retornar no ano que vem com a sua banda para um show completo e espera que a quantidade de público aumente a cada ano.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG
Confira todas as fotos AQUI.


Depois de 63 dias foi encerrado o Festival Sabor de Passos com cerca de 6 mil pratos vendidos, estimando o consumo de mais de 7 toneladas de alimentos, entre carnes, queijos, legumes e outros. A competição gastronômica movimentou a cidade no circuito dos 18 bares, restaurantes e lanchonetes participantes.

“Foi o maior festival de todos os tempos com recorde de venda de pratos. A impressão dos participantes é de que o evento realmente aquece as vendas e de que ano a ano fica mais conhecido espontaneamente pela população porque os clientes já chegam ao estabelecimento pedindo pelo prato do Festival, mesmo se não oferecido. Os comerciantes também citam que nesta época eles ganham muitos clientes novos e que o bom serviço e a boa qualidade da comida ajudam a fidelizar a clientela”, conta a professora Heliza Faria, organizadora do evento.

Aproximadamente 50 pessoas de diversos segmentos fizeram parte do corpo de jurados. A apuração será feita pela equipe do IPFESP (Instituto de Pesquisas da FESP), sob o coordenação de Bianca Righetto, utilizando o sistema desenvolvido pelo professor de Sistemas de Informação da Fundação, Gualberto Rabay. Estima-se que mais de 25 mil pessoas experimentaram os pratos, e a quantidade de votos válidos deve superar o número de 14 mil. 

Serão distribuídos prêmios para os melhores nas categorias: tira-gosto, atendimento, banheiro, bar ou restaurante, prato mineiro, acessibilidade, práticas nutricionais, além do prato mais criativo, prêmio do júri, e dos especiais para atendente do ano e melhor cozinheiro ou cozinheira, automático para o estabelecimento que for premiado com o melhor tira-gosto, sorteado para um dos cozinheiros da casa. “Será uma edição muito disputada, pois vários estabelecimentos elaboraram bastante em suas criações. Os pratos foram inspirados na culinária de vários países, mas também muitos elementos da tradicional cozinha mineira foram utilizados. Essa mistura ficou muito interessante e valorizou os petiscos. Vários participantes já resolveram incorporar os pratos ao cardápio da casa e sem dúvida esta foi uma deliciosa edição que conquistou o público”, defende a professora.

O Festival Gastronômico movimenta o turismo e a economia. Segundo a organizadora, é cada vez maior a participação de pessoas das cidades vizinhas, de outras regiões, estados e até países. “Como é um evento de grande duração, dá oportunidade para que mais pessoas visitem Passos no período, atraídos pelos petiscos diferenciados e pelo próprio movimento, que agita a cidade. Já está no calendário cultural e a tendência é atrair cada vez mais visitantes à procura de boa comida e diversão”, afirma.

A premiação acontece no dia 18 de Novembro, à partir de 20h CIRE FESP. Haverá show com uma banda ou artista passense que frequentemente se apresenta em bares da cidade durante todo o ano.

 

Confira a lista de participantes oficiais desta edição:

Puro Sabor

Roça do Chiquinho

Estação Cerveja

Esfiha e Cia

Urbanu´s

Passatempo Happy Hour

Casa de Caldos Bem Feitinho

Pilão

Parmegiana e Cia

Spaghetti & Grill

Prosa Mineira

Globo Choperia

Petisco da Moda

D´Luigi Pizza Bar

Avalanches

Capella do Chopp

Império Costelaria

Sushi Lounge

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG


A nutricionista Ana Carolina Brasil e Bernardes foi recebida na FESP durante a semana acadêmica do curso de Nutrição. A delegada titular do Conselho Regional da 9ª região, situado em Pouso Alegre veio expor o posicionamento do CRN9 em relação aos alimentos transgênicos e agrotóxicos.

Para a nutricionista o convite para participar do FESP Inova foi aceito com entusiasmo. “Achei interessantíssima o tema que me ofereceram. Somos convidados para falar dos mesmos assuntos sempre e aqui foi diferente porque transgênico e agrotóxico são coisas muito novas e que as pessoas não discutem muito, então eu achei a iniciativa fantástica. Tem muita coisa pra falar e colocar isso na cabeça desse pessoal que está se formando agora é ótimo. Quero que eles saiam daqui sabendo que ser nutricionista vai além de ensinar a comer”, declarou.

Segundo a nutricionista, alimentos transgênicos são todos aqueles que foram geneticamente modificados e, recentemente, estão sendo produzidos em larga escala. “O transgênico surgiu em 1970 com a insulina humana, porém, a alimentação com transgênicos no Brasil chegou em meados de 98, então tudo é muito novo. O que a gente tem muito aqui é a soja e o milho. Grandes marcas de mercado se utilizam destes transgênicos em bolos, cereais açucarados e sucos, por exemplo”, explica.

A delegada do Conselho expôs conceitos, discutiu estudos recentes que envolvem o assunto e tirou diversas dúvidas dos alunos e professores que estiveram presentes na palestra. “Atenção para o rótulo! Produtos importados costumam ter grande quantidade de alimentos transgênicos. Todo alimento que é transgênico tem que ter sinalização. No seu rótulo, por obrigatoriedade, tem que ter um T informando que ele é transgênico. Podemos evitar o consumo. O problema é está muito discriminado o uso dos transgênicos e às vezes a gente não sabe que aquele alimento é um deles”, alertou Ana Carolina.

A exposição também envolveu o debate sobre agrotóxicos e as questões que envolvem o consumo de alimentos produzidos com seu uso. A delegada defendeu que a alternativa é o consumo dos alimentos orgânicos que são muito mais saudáveis. “O número de vitaminas que você vai encontrar no orgânico é maior do que no alimento com agrotóxico e ainda tem a vantagem de você comer um alimento com agrotóxico e correr o risco de isso virar contra você como uma doença no futuro”.

A semana acadêmica do curso de Nutrição também teve palestras acerca de quebra de paradigmas, higiene profissional em restaurantes, controle de qualidade na indústria de alimentos, entre outros.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  janeiro 2021  >>
seteququsedo
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
1234567