O ciclista da FESP Carlos Alberto Ribeiro, mais conhecido como Carlinho, conquistou o 2º lugar na categoria sub 40 do Campeonato Brasileiro de Mountain Bike – XCO, realizado no dia 21 deste mês. 

Participaram também da competição que aconteceu em Juiz de Fora (MG), os atletas Cláudio Augusto Dias - o Guto - ficando na 10ª colocação da categoria sub 45, Wellington Gonçalves – o Giant – que subiu no pódio pelo 5º lugar da categoria sub 35, e Bruno Prado que competiu na categoria sub 30, mas não conseguiu completar a prova por problemas de saúde.

O circuito seguiu o formato de cross country olímpico (XCO) o que exigiu muita técnica dos atletas que precisaram fazer grande esforço nos trechos de subidas e descidas acentuadas. A pista tinha aproximadamente 4,5 km e foi fechada ao final de 5 voltas.

Carlos Alberto Ribeiro contou como foi seu desempenho e a sua emoção ao saber que tinha conquistado o vice-campeonato. “Fiz uma prova de recuperação, pois, tive problemas na largada. Cheguei a ficar na última colocação e fui buscando melhores posições. Quando recebi a bandeirada não sabia em qual colocação eu estava e me surpreendi quando soube do bom resultado”, declarou Carlinhos. O atleta ainda agradeceu o apoio da FESP: se não fosse esta parceria nós não teríamos condições de participar das provas mais importantes do Brasil. 

Guto elogiou a organização do evento e reforçou que a prova foi de altíssimo nível. A equipe agora foca o treinamento para competir a IV Etapa da Copa Internacional de Mountain Bike, que será realizada na cidade de Congonhas (MG), prova da qual os atletas da FESP estão entre os líderes e com possibilidades grandes de conquistarem mais títulos.eendi quando soube do bom resultado”, declarou Carlinhos. O atleta ainda agradeceu o apoio da FESP: se não fosse esta parceria nós não teríamos condições de participar das provas mais importantes do Brasil. 

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



Foi dada a largada para a segunda edição da feira de produtos, serviços e tecnologias na área da construção civil realizada pela Fundação de Ensino Superior de Passos. A ConstruFESP, que pretende divulgar inovações dentro do segmento, acontece em Outubro e integra o FESP INOVA, considerado o maior evento de ciência e tecnologia da região.

De acordo com o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas, a feira já é bem conhecida pelos empresários do setor e este ano vem com mais força pelo maior tempo destinado ao seu planejamento. “Começamos agora e até Outubro vamos conseguir acertar tudo para que a ConstruFESP seja grandiosa. No passado as empresas trouxeram seus produtos e serviços e foram muito bem recebidas, e, claro, queremos que isto se repita e o sucesso seja mantido”, declarou.

Ao primeiro passo, o coordenador da feira, professor Ivan Francklin Junior, junto do presidente Fabio Kallas, recebeu representantes de empresas da região para apresentar a proposta desta segunda edição. “O nosso intuito é agregar empresários de diversos segmentos da construção civil na sua totalidade. Nós realizamos este evento contando com a participação deles, que são os nossos expositores e, por isso, este primeiro encontro é fundamental”, declarou o professor que é também o coordenador do curso de Engenharia Civil.

Fernando Queiroz, representante da Furnas Centrais Elétricas, disse que a iniciativa é uma grande oportunidade. “A gente mostra e desenvolve a nossa marca e ainda consegue levar o conhecimento de novas técnicas aos estudantes e isso é muito bom. Não temos certeza do que vamos trazer este ano, mas posso afirmar que virá alguma boa surpresa”, contou.

Em nome da Associação Comercial e Industrial de Passos (ACIP), Renatinho Ourives elogiou e justificou a importância da participação na feira. “Este é mais um dos brilhantes projetos da FESP. A Associação, que estou aqui representando, é sempre parceira em todos os eventos que somos convidados pela Fundação, e esta feira é de grande relevância. A ConstruFESP se firma no cenário da construção civil que está em constante ascendência no país todo e por isso precisamos expor e mostrar o que nós, o que as empresas do nosso município têm de melhor”, defendeu.

Segundo dito pelo professor Ivan Francklin, o principal alvo da ConstruFESP é a exposição de inovação tecnológica e a interação com do público com os profissionais e empresários da área. O presidente Fabio Kallas lembrou que, além disso, as vantagens chegam aos alunos de Engenharia. “Eles começam a ter contato com as práticas empresariais e também desfrutam do espaço das palestras. Então podemos dizer que é um elo da academia com a prática de mercado, contribuindo sobremaneira para a formação deles”, finalizou.

A ConstruFESP vai oferecer demonstrações de produtos tecnológicos e serviços, palestras sobre as tendências na Construção Civil e minicursos. Para mais informações e adesão acesse o site oficial da feira ou entre em contato pelo número (35) 3526-4344. 

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG


A professora de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da FESP, Heliza Faria, e os funcionários Aline Gonsalvez e Lucas Toledo participaram do evento anual Serigrafia SIGN Future TEXTIL 2013, realizado no Expo Center Norte, localizado na capital paulista, durante o último final de semana.

A 23ª Feira Internacional de Máquinas, Equipamentos, Produtos e Serviços para Serigrafia, Comunicação Visual, Sinalização, Impressão Digital, Impressão Têxtil, Material Promocional, Brindes e Personalização é o maior palco de negócios da América Latina e recebeu cerca de 40 mil compradores nesta edição.

Para a professora Heliza Faria a viagem foi uma oportunidade incrível de atualização em relação ao mercado gráfico. “A feira é uma chance única de ver o que há de mais novo na nossa área de atuação. São 650 marcas expositoras em 40 mil metros quadrados de espaço e sem dúvida é uma vitrine internacional de produtos, serviços e profissionais. Obviamente que nós da FESP não poderíamos deixar de conferir as tendências e levar o que há de melhor para o nosso trabalho”, declarou.

A publicitária Aline Gonsalvez frisou que a visita serviu de fonte de contato e experiência. “Lá nós conversamos com empresários, vimos negócios sendo fechados, produtos sendo lançados e fizemos nosso networking. É importante ficar sempre de olho na atualização do mercado para podermos estar à frente da concorrência”, defendeu a funcionária do Departamento de Comunicação da FESP.

A Feira deste ano promoveu um Simpósio com objetivo de abrir discussões sobre as temáticas que envolvem a comunicação visual com o tema “Impressão em Grandes Formatos”, além de falar por meio dos workshops sobre os caminhos para o mercado latino americano de sign e serigrafia. 

“O que ficou foi um grande aprendizado que vamos absorver e colocar em prática aqui no nosso cotidiano profissional”, finalizou Heliza Faria.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG


O curso de Educação Física da FESP terá, a partir do processo seletivo de Dezembro deste ano, a modalidade de Bacharelado, além da Licenciatura que completou 10 anos em 2013. A portaria de autorização foi publicada pelo Ministério de Educação (MEC) no Diário Oficial da União na última semana.

A iniciativa de elaborar o projeto pedagógico para que fosse instalado o Bacharelado veio da percepção do corpo docente da FESP que procurou atender à necessidade do mercado local e regional, indo além da formação de licenciados. 

De acordo com a coordenadora de Assessoria Educacional da FESP, Maria Ambrosina Cardoso Maia, o bacharel em Educação Física terá um grande leque de possibilidades profissionais. “Fazendo o bacharelado o aluno poderá atuar acadêmico-profissionalmente nos diferentes meios em que as manifestações e expressões do movimento humano sejam possíveis de forma a trabalhar ativamente e participar do desenvolvimento do espírito colaborativo e crítico-reflexivo, sendo aberto para uma atitude investigativa e para o estudo. Poderá se dedicar também no que se trata dos aspectos de cidadania, onde as competências e habilidades do profissional sejam requeridas, como em clubes, academias, centro de treinamentos, pousadas, hotéis, hospitais, asilos, creches e programas da saúde da família, exercendo determinadas funções com caráter empreendedor”, explicou.

Ainda segundo a coordenadora, a aprovação da proposta foi recebida com muita satisfação pela FESP e que o sucesso veio principalmente da dedicação das pessoas que se envolveram na empreitada junto com a coordenadora do curso de Educação Física, professora Cláudia Arouca. “A elaboração do Projeto Pedagógico do Bacharelado está em conformidade com as Diretrizes Gerais e Curriculares do MEC e teve o apoio do Conselho Regional de Educação Física (CREF6) de Minas Gerais. Além disso, devemos ressaltar a qualidade da infra-estrutura da FESP na área de Educação Física, e com certeza a experiência do curso de Licenciatura que é bem estruturado. Tudo isso somou ao esforço dos envolvidos no processo e a conquista é de todos nós. O curso vem atender uma demanda e isso é muito importante”, finalizou Maria Ambrosina Cardoso Maia.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



João Paulo, Hugo Humberto, Alisson Ribeiro, Stanley Diones, Diego Vanderlei, funcionários da FESP, participaram da última edição da The Developer’s Conference (TDC), realizada em São Paulo pela empresa Globalcode, especializada em soluções educacionais na área de Tecnologia de Informação (TI).

A conferência, que promove diversos eventos durante o ano, consiste em uma série de palestras e cursos práticos que visam apresentar as mais variadas tendências tecnológicas do mercado de trabalho nos vários segmentos de TI, bem como orientar os participantes quanto às boas práticas de estudo e aperfeiçoamento no desenvolvimento de soluções de software e hardware. 

Da comitiva da FESP, Stanley e Diego fizeram parte do que foi chamado Raspberry PI Hackathon, que é uma oportunidade de especialização em um novo dispositivo chamado Raspberry PI - um computador de baixo custo e muito compacto que está sendo utilizado para a criação de sistemas de automação e projetos de pesquisa em diversas áreas. 

De acordo com o chefe de TI da FESP, Anderson Ferreira Souza, é um ganho considerável o contato com as novas tecnologias da área. “Esta participação traz uma inovação importante. São novas tecnologias sendo inseridas na FESP e que demonstram a tendência do setor de TI da faculdade em estar sempre à frente, buscando o que há de mais novo dentro das nossas competências. Sem dúvida é um grande investimento em educação que com certeza volta com vários benefícios para a instituição. Para empresas que querem se manter sempre a frente é fundamental a criação ou o aperfeiçoamento de suas ferramentas e recursos técnicos bem como a capacitação de seus funcionários e é isto que estamos fazendo”, declarou.

Ainda segundo Souza, a necessidade que o profissional de TI tem em estar sempre atualizado é um dos motivos pelo qual eventos como a TDC são interessantes. Em suas palavras: além de apresentarem uma série de novidades e tendências, também viabiliza o networking, ou seja, os participantes podem estabelecer contatos com outros profissionais e assim enriquecer a experiência de todos. Dessa forma, esta relação proporcionada pelo evento permite a proximidade com as tecnologias de ponta e com profissionais da mesma área, seja do mesmo segmento ou outros similares, sendo algo imprescindível e incomparável para a experiência e o currículo de qualquer profissional ou aluno. 

Os participantes voltaram com bagagem maior em conhecimento e fizeram balanço positivo. A próxima TDC está agendada para Outubro na capital do Rio Grande do Sul. 

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG


Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  outubro 2019  >>
seteququsedo
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
45678910