A Coordenação de Pesquisa e Extensão (CPEX) da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) está divulgando os editais de financiamento de pesquisas lançados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) para o ano de 2013. São doze editais nos quais os professores interessados poderão submeter seus projetos de pesquisa e concorrer a financiamento. As informações dos editais completos estão disponíveis no link: http://www.fapemig.br/apoio/pesquisa/editais/

A Coordenadora de Pesquisa e Extensão da FESP, professora Marisa Lemos, se colocou à disposição para esclarecimentos e apoio na submissão dos editais e enfatiza a importância de se ter um projeto aprovado pela FAPEMIG com fomento de valores expressivos para desenvolvimento de pesquisa.

Confira um resumo dos 11 editais dos quais a FESP pode participar:

O edital número 16/2012 intitulado “Programa Hiperdia Minas” possui data de encerramento no dia 26/03/2013. Seu objetivo é financiar projetos de pesquisa focados em processos de atenção à saúde, à inovação e à qualidade da gestão, visando à redução da morbidade e da mortalidade por Hipertensão Arterial (HAS), Doenças Cardiovasculares (DCV), Diabetes Mellitus (DM) e Doença Renal Crônica (DRC).

O edital número 18/2012 intitulado “Incubadoras de Empresas de Base Tecnológicas” possui data de encerramento no dia 11/03/2013. Seu objetivo é apoiar o desenvolvimento das Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica – IEBTs do Estado de Minas Gerais como estratégia paraageração de novos produtos, processos e empresas de base tecnológica,capazes de posicionar o Estado de Minas Gerais nos rumos da economia doconhecimento.

O edital número 17/2012 intitulado “Mestres e Doutores na Empresa” possui data de encerramento no dia 25/03/2013. Seu objetivo é financiar propostas conjuntas de empresas com Empresas e Entidades de Ciência Tecnologia e Inovação (ECTIs) sediadas no Estado de Minas Gerais, para o desenvolvimento de projetos de inovação, com a contratação de mestres e doutores, e de apoio à pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I).

O edital número 01/2013 intitulado “Demanda Universal” possui data de encerramento no dia 01/04/2013. Seu objetivo é financiar projetos de pesquisa científica e tecnológica e de inovação nas diversas áreas do conhecimento.

O edital número 02/2013intitulado “Manutenção de Equipamentos” possui data de encerramento no dia08/04/2013. Seu objetivo é apoiar financeiramente a cobertura de gastos com reparos e manutenção de equipamentos de laboratórios existentes, fora do período de garantia, cujo custo de aquisição tenha sido superior a R$ 100.000,00 (cem mil reais), destinados ao desenvolvimento da pesquisa científica e tecnológica no Estado de Minas Gerais.

O edital número 03/2013 intitulado “Programa Pesquisador Mineiro - PPM VII” possui data de encerramento no dia 08/03/2013. Seu objetivo é apoiar, através da concessão de cotas financeiras mensais (grants), os planos de trabalho coordenados por pesquisadores ou tecnólogos inerentes a projetos de pesquisa científica, tecnológica ou de inovação em desenvolvimento, financiados por instituições de fomento à pesquisa.

O edital número 05/2013 intitulado “Publicação de Periódicos” possui data de encerramento no dia 06/05/2013. Seu objetivo é financiar a editoração e a publicação de periódicos científicos brasileiros, impressos ou por via eletrônica, em todas as áreas do conhecimento, mantidos e editados por Empresas e Entidades de Ciência Tecnologia e Inovação (ECTIs), sediadas em Minas Gerais e cadastradas na FAPEMIG, visando ampliar a divulgação de resultados das pesquisas científicas e tecnológicas.

O edital número 06/2013 intitulado “Bolsa de Incentivo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Tecnológico, destinada a Servidor Público Estadual” possui data de encerramento no dia 22/04/2013. Seu objetivo é conceder bolsas de incentivo a pesquisadores, servidores públicos estaduais, detentores de títulos de mestre e/ou de doutor, com vínculo funcional/empregatício na administração pública direta e/ou indireta do Estado de Minas Gerais e que estejam desenvolvendo projetos de pesquisa científica e/ou tecnológica financiados por agências oficiais. Fomentar a atividade de pesquisa e o desenvolvimento tecnológico em área do conhecimento de interesse do Estado. Incentivar a qualificação do servidor público estadual, aumentando o potencial de pesquisa do Estado de Minas Gerais.

O edital número 07/2013 intitulado “Extensão em Interface com a Pesquisa” possui data de encerramento no dia 29/04/2013. Seu objetivo é financiar projetos de extensão, em interface com a pesquisa científica e/ou com o desenvolvimento tecnológico, a serem executados em Minas Gerais, com a finalidade de fortalecer a ação transformadora da pesquisa sobre os problemas sociais e estabelecer uma relação de diálogo entre pesquisadores e sociedade.

O edital número 08/2013 intitulado “Programa Santos Dumont” possui data de encerramento no dia 08/05/2013. Seu objetivo é financiar projetos de iniciação tecnológica que permita ao professor orientar o discente a testar as teorias acadêmicas por meio da execução de projetos de cunho prático e possibilitar a participação das equipes discentes em competições tecnológicas de caráter educacional.

O edital número 09/2013 intitulado “Apoio à Criação e/ou Manutenção de Núcleo de Inovação Tecnológica” possui data de encerramento no dia 09/05/2013. Seu objetivo é apoiar financeiramente a criação, estruturação e manutenção, assim como a capacitação das equipes dos Núcleos de Inovação Tecnológica – NITs responsáveis por orientar, assessorar, apoiar e gerir atividades direcionadas à proteção intelectual e à transferência de tecnologia com foco em inovação.

FONTE: Coordenação de Pesquisa e Extensão FESP/UEMG – CPEX



O ator e diretor Selton Mello esteve em Passos no último sábado (26) e apresentou o making off do filme “O Palhaço”, em um encontro para convidados, no auditório do Bloco 08 da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG). Selton Mello conversou sobre curiosidades da produção do filme que já ganhou mais de 50 prêmios, tendo concorrido a uma vaga na disputa pelo Oscar. O ator falou também sobre a parceria com a FESP para o projeto Festival Selton Mello de Vídeo, que neste ano terá sua 5ª edição. 

O encontro com o ator foi realizado no Auditório Profº Armando Riguetto, onde são realizadas as sessões do cineclube “Pipoca e Bala Pipper”, desenvolvido pela FESP, sob coordenação de Itamar Bonfim. “É uma honra para nós recebê-lo na FESP e em um dos nossos projetos culturais e sociais, que envolve tantos estudantes, como é o Festival Selton Mello de Vídeo”, afirmou o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas. 

“O Palhaço” foi lançado em 2011 e rende uma histórica homenagem à cidade de Passos que, no filme, é o local dos “sonhos” do protagonista Benjamim, durante uma crise profissional. “O Selton eternizou a cidade de Passos”, define o cinegrafista Itamar Bonfim.

A ideia de colocar Passos como um personagem do filme surgiu em 2009, quando Selton Mello esteve na cidade para promover uma mostra de cinema e participou de entrevistas coletivas, eventos e homenagens ao seu trabalho. O filme “O Palhaço” ainda não estava concluído, o que permitiu que ele levasse para o elenco atores locais e fizesse esta homenagem que será sempre um capítulo grandioso na história da cidade.

Entre os atores convidados está Renato Macedo, que interpreta o “Borrachinha”, um dos integrantes da trupe do Circo Esperança. “Eu já tinha assistido a um curta do Babe Grilo em que ele atuou e quando o vi, pensei que ele era um personagem que já estava pronto”, relata Selton.

 “Foi um sonho fazer este filme, foram 40 dias em que a gente se tornou uma família mesmo, uma trupe, eu fiquei encantado. E ter tido a oportunidade de conhecer profissionais como o Paulo José que é um mestre e ver o Selton dirigindo e atuando foi maravilhoso”, conta o ator Renato Macedo.

O elo com a cidade resultou também na participação de outros atores e figurantes passenses, como Pritty Borges, Yákara Piotto, Heliza Faria, Babe Grilo e de familiares de Selton como a mãe, Selva, o pai Dalton e o irmão, Danton.

Durante a apresentação do making off do filme “O Palhaço”, no fim de semana, Selton chamou a atenção para a importância da produção em sua carreira. “Hoje se eu tiver de escolher um filme como o mais significativo da minha trajetória, entre todos que já participei, sem dúvida será “O Palhaço” e existem filmes importantes como “Lavoura Arcaica”, “Auto da Compadecida”, mas nestes, eu era um ator dentro de uma obra, já “O Palhaço” é uma criação minha, eu dirigi, atuei, imaginei cada detalhe, cada peça de roupa”, afirma.

Parceria

Selton Mello dá nome à mostra competitiva de vídeos promovida pela FESP e que envolve todas as escolas de Ensino Médio de Passos. O Festival Selton Mello de Vídeo é coordenado pelos professores Paulo Henrique Baldan Valim, Diovany Rodrigues e Diego Vasconcelos, dos cursos de Comunicação Social da FESP e já resultou na produção de mais de 40 curtas, envolvendo estudantes em oficinas de audiovisual e produção de cinema. “O Festival de Vídeo que leva meu nome eu acompanho, é feito por profissionais que eu respeito e eu me sinto muito orgulhoso em estar envolvido em algo que forma pessoas. Essa parceria com a FESP não pode parar, isso é fundamental. Eu recebo o material, acompanho tudo. Alguns vão despertar para a arte, outros, mesmo que decidam trabalhar em outras áreas, vão ter vivido esta experiência riquíssima do contato com a arte”, avalia.

O presidente do Conselho Curador da FESP, Fabio Pimenta Esper Kallas, sugeriu ao ator passense uma parceria com a FESP para a criação em Passos de um museu temático para o filme “O Palhaço”, a exemplo do que acontece na Nova Zelândia, com o filme “Hobbit”. “Seria uma oportunidade para visitação de turistas que poderiam conhecer as curiosidades do filme, como figurino, fotos, este making off apresentado aqui e até outros documentários sobre o tema”, sugeriu Fabio. O ator Selton Mello disse que vai pensar a respeito.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG

Veja mais fotos na Galeria de Imagem FESP. Clique AQUI



Um grupo de professores do Instituto Educacional Padre Ubirajara Cabral (IEPUC) do município de Alpinópolis (MG), participou de um curso para uso da Experimentoteca no Centro de Ciências da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) na última quinta-feira, 24 de janeiro.

A Experimentoteca é um material desenvolvido pela USP de São Carlos que consiste em um conjunto de kits de aulas práticas que os professores das escolas públicas e particulares da região podem levar para a sala de aula, desde que a escola seja cadastrada no Centro de Ciências para uso da Experimentoteca. De acordo com a coordenadora do Centro, professora doutora Sônia Lúcia Modesto Zampieron, o objetivo é sanar a falta de laboratórios nas escolas.

Sônia explica que para usar a Experimentoteca o professor faz o curso no melhor dia e horário agendado com antecedência. O Centro de Ciências procura atender a disponibilidade de cada participante.

O curso para os professores de Alpinópolis foi ministrado pela assistente do Centro, Vera Lúcia Alves Oliveira, que abordou os conteúdos referentes à área da Biologia e pelo professor João Vicente Zampieron, que abordou os conteúdos referentes à Química e Física. “O Centro de Ciências atende às escolas da região e promove a articulação do conhecimento de forma dinâmica e interativa. Para a Experimentoteca, o cadastro é feito tanto para escolas particulares quanto públicas e é cobrada uma anuidade para manutenção dos equipamentos”, disse Vera Lúcia.

Entre as atividades do curso, trabalhos experimentais de física como mecanismos de roldanas para estudar força, peso e tração; experiências de química em tubos de ensaio e diversas atividades sobre corpo humano, espécies biológicas e células. A professora de Biologia, participante do curso, Sonia Luzia de Souza Carvalho conheceu o Centro de Ciências por meio do próprio IEPUC, a escola onde leciona em Alpinópolis. No ano passado, os alunos da escola fizeram uma visita ao Centro e diante da possibilidade dos aprimoramentos Sônia resolveu fazer o curso nas férias. “Gosto de ensinar mostrando a parte prática do conhecimento. Quando o aluno aprende e visualiza por meio de experimentos e suportes ele retém melhor o conhecimento”, disse Sônia.

Enquanto os alunos estão de férias, os professores aproveitam o tempo fora de sala de aula para poder se aprimorarem e para quando as aulas voltarem, estarem afiados para inovar em sua prática docente. A também participante do curso, a professora de Ciências do Ensino Fundamental, Adriane Imaculada Marques de Souza Sarno disse que o curso ministrado pelo Centro de Ciências foi muito válido e que a FESP está inovando e promovendo a disseminação do conhecimento com atividades deste tipo. “Fomos muito bem atendidos e alcançamos o objetivo a que nos propusemos. Hoje em dia, os alunos têm contato com a tecnologia, com a internet e buscam a atualização de forma cada vez mais rápida. Dessa forma, nós também temos que estar atentos e procurar o aprimoramento, pois se não, não conseguimos despertar o interesse dos jovens e adolescentes”, disse Adriane.

O Centro de Ciência da FESP é uma forma diferente de colocar o saber ao alcance de todos. A unidade fica na Avenida dos Expedicionários, 333, no Bloco 13. O telefone para contato é o 3526 9598.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG



A manhã da última quarta-feira foi dia de festa para o passense Aluísio Machado Brandão que foi o grande vencedor da rifa em prol da Comunidade Terapêutica Sagrada Família. Ele ganhou uma moto novinha modelo Yamaha, YBR- factor 125, que foi doada por meio de uma ação dos funcionários da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG). A entrega aconteceu em frente ao Bloco 1, às 10 horas, com a presença do presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas e do presidente da Associação Sagrada Família (ASSAF), José Carlos  de Faria.

A chave da moto foi entregue pelos presidentes das duas instituições juntamente com funcionários da FESP. A funcionária Rita Formágio de Lima que é uma das coordenadoras do projeto de ação social que tem colaborado com a ASSAF também participou da entrega.

Aluísio ficou satisfeito com o prêmio. “Ganhar um prêmio desses e ainda colaborar com uma causa tão nobre é muito bom. Todos os organizadores da iniciativa estão de parabéns”, disse.

A FESP, por meio de seus funcionários, vem apoiando a ASSAF para a manutenção dos trabalhos com a Fazenda Sagrada Família, que desenvolve um trabalho sério de recuperação de dependentes químicos. “É uma alegria muito grande para uma escola de ensino superior participar de momentos como esse. O prêmio torna-se simbólico diante da grandiosidade da causa. Queremos envolver cada vez mais a FESP, os funcionários, tanto docentes como administrativos para beneficiar o trabalho social da Sagrada Família”, disse o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Kallas.

FONTE: Departamento de Comunicação e Marketing FESP/UEMG




A Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) comemora mais uma conquista para os alunos da instituição. Essa semana a IES (Instituição de Ensino Superior) conseguiu um aumento de 50% na cota de bolsas de iniciação científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG), ou seja, a FESP passará de 20 para 30 bolsas no PIBIC FAPEMIG/FESP e de 10 para 15 no BICJr. O aumento foi concedido pelo Professor Mário Neto Borges, presidente da FAPEMIG, que esteve na FESP no ano passado na palestra de abertura do FESP INOVA e ficou impressionado com a organização do evento e com a boa estrutura da instituição.

Atualmente a FESP concede bolsas de pesquisa e extensão para os alunos em 4 programas: PIBIC FAPEMIG/FESP; PAPq/UEMG; PAEx/UEMG e Programa Interno da FESP. Além desses, há uma cota de bolsas do BIC Jr, que é concedida para os alunos de escola pública do ensino médio. Com o aumento anunciado nesta semana mais alunos serão favorecidos.

O diretor do Núcleo Acadêmico de Pesquisa e Extensão, professor doutor Eduardo Goulart Collares e a coordenadora de Pesquisa e Extensão da FESP, professora doutora Marisa da Silva Lemos tiveram a iniciativa de solicitar o aumento da cota ao presidente da FAPEMIG, no início deste mês de janeiro, devido à necessidade e à procura por parte dos alunos em projetos de iniciação científica. “Os alunos estão tomando consciência da importância de um projeto de pesquisa ou extensão nos seus currículos e a demanda tem crescido muito. Espera-se que neste ano a FESP possa atender a maioria dos projetos apresentados”, destaca a coordenadora Marisa.

Para participar do programa de bolsas o processo de seleção é via edital, que já está disponível no site da FESP e no portal do CPEX (http://www.fespmg.edu.br/cpex/). A seleção envolve a análise de quatro itens: projeto de pesquisa do orientador, que deve ser um professor da FESP; o plano de trabalho do aluno; currículo do orientador e histórico do aluno. O início do período de bolsas é de março deste ano até fevereiro de 2014. Qualquer dúvida o aluno deverá procurar a Coordenação de Pesquisa e Extensão da FESP – CPEX. Caso algum aluno matriculado no ensino médio, de alguma escola pública, tenha interesse em participar do BICJr é só procurar a CPEX e se informar sobre o processo de seleção. O telefone é 3529 8095.

Além de ser um componente importante de aprendizagem e para o currículo de qualquer aluno, a pesquisa e a extensão constituem dois dos três pilares que mantêm uma universidade e a faz crescer. “Com bons projetos de pesquisa é possível manter e implementar os laboratórios e participar ativamente do desenvolvimento regional e do próprio país. Com os projetos de extensão a universidade tem a oportunidade de retornar para a comunidade toda a sua experiência para melhorar a vida das pessoas, principalmente daquelas que mais necessitam”, afirma o diretor Eduardo Collares.

FONTE: Coordenação de Pesquisa Extensão FESP/UEMG – CPEX



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  janeiro 2019  >>
seteququsedo
31123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
45678910