Educadores do Projeto com Profº Fabio Kallas e Profº Manoel Ferreira

O Projeto Caráter Conta reconhece a importância da Banca da Honestidade da FESP, idealizada pelo Presidente do Conselho do Curador da FESP, Professor Fabio Pimenta Esper Kallas e usará a metodologia para aplicação de seus pilares em escolas de Passos. Funcionando há mais de 2 anos nas dependências da FESP e nas escolas de modo itinerante, a banca tem como   objetivo estimular a responsabilidade e a honestidade dos usuários.

O propósito do projeto americano faz coro aos princípios da Banca da Honestidade que também propõe a valorização moral do ser humano nas atitudes simples do dia-a-dia.
De acordo com o presidente do Conselho Curador da FESP, Professor Fabio Pimenta Esper Kallas ações simples como a banca da honestidade são extremamente importantes para reforçar valores que muitas vezes se perdem por influência negativa dos meios de comunicação e a sensação de impunidade que nos rodeia. “O que queremos fazer com a banca é levar os usuários a reflexão de que agir corretamente não deve ser uma imposição, mas sim, uma obrigação de todos nós para que vivamos em um mundo mais harmonioso e respeitador. Não podemos compactuar com o chamado jeitinho brasileiro, esta cultura está deturpada e atrapalha o desenvolvimento do nosso país. Se queremos viver em uma cidade ou nação progressista com princípios éticos e morais precisamos refletir sobre nossas ações por menores que sejam”, explicou Fabio Kallas.

A atuação da FESP no projeto vai incluir ainda uma série de atividades educativas coordenadas pelo curso de Serviço Social com a participação de vários outros cursos.
A Banca da Honestidade é uma banca de frutas vendidas a preço de custo e sem qualquer fiscalização. Quem “compra” as frutas deposita as moedas em uma caixinha.

A atuação da FESP com a Banca fica sob coordenação do professor Itamar Faria, do curso de Serviço Social.  Segundo ele, as ações propostas prevêem o envolvimento de professores e alunos dos diversos cursos da FESP, estreitando ainda mais a relação entre formação técnica e formação humana. “Serão desenvolvidas atividades de sensibilizações, palestras, dinâmicas, concursos de slogans, redações e poesias, bem como produção de material informativo e de divulgação e ainda, grande divulgação da Banca da Honestidade com seus pilares”, explica Itamar Faria.

Nos próximos dias 27 e 28, educadores do projeto “O Caráter Conta” que fazem parte do Virginia Polytechnic Institute and State University – Virginia Tech, de Blacksburg, Estado da Virginia (EUA) vão realizar um curso de capacitação para cerca de 200 pessoas na FESP.

A ONG Deus Proverá também é parceira no projeto e na promoção do curso de capacitação. Segundo a coordenadora pedagógica da ONG, Letícia Leandra Oliveira, os professores capacitados serão responsáveis pela implantação do programa em seus locais de trabalho.

Segundo ela, “a idéia é criar nas escolas, empresas ou quaisquer instituições onde é implantado o projeto, uma cultura que auxilie a reduzir os índices de violência e do consumo de álcool e drogas. É ajudar na formação do caráter dos jovens e adolescentes”, enfatiza.

Recepção na FESP

Os educadores Glenda Snyder, Brian Hairston, John Blakenship, Jocelyn Dailey e Jeremy Johnson chegaram em Passos na quarta-feira (22), e foram recebidos com um jantar na residência do presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas, juntamente com professores e diretores da FESP.  “O jantar foi uma oportunidade muito importante de socialização com os professores que se mostraram extremamente amáveis e abertos a um intercâmbio de experiências”, ressalta o coordenador do programa na FESP, Itamar Faria.

A presidente do Centro de Aprendizagem Pró Menor de Passos Marisa Lauria e o vice-presidente Antônio Mazzili participaram da recepção aos educadores, juntamente com professores e diretores de núcleo da FESP.

Na última sexta-feira, os educadores e coordenadores do “Carater Conta” visitaram as instalações da FESP e conheceram projetos desenvolvidos na Instituição.
Os professores treinados vão auxiliar na implantação e coordenação do programa em escolas e empresas de Passos. A programação inclui também uma palestra com a educadora Glenda Snyder, na terça-feira, as 20h00, na Câmara Municipal de Passos.

O Projeto

O “Carater Conta” começou em Passos em 2008, através do Juiz da Infância e da Juventude Luís Carlos Negrão, professor do curso de Direito da FESP e da atual coordenadora do programa na cidade, Lucimar Cristina Silva. Segundo ela, o programa foi implantado em creches e instituições como o CAPP (Centro de Aprendizagem Pró-Menor de Passos) e propõe uma mudança de comportamento.

O projeto “O Caráter Conta” é uma proposta educacional que tem como base seis valores morais, considerados fundamentais ao desenvolvimento do ser humano: sinceridade, respeito, responsabilidade, zelo, senso de justiça e cidadania.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



A Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) firmou parceria com a Secretaria Municipal de Obras de Passos para o uso de maquinário do município na terraplanagem do novo campus que será erguido em área do Centro de Recreação e Esportes (CIRE). Inicialmente serão erguidos três prédios com um total de 72 novas salas de aula para 2013.

De acordo com o secretario Osório Gonçalves de Aguiar, o trabalho só não está mais rápido em virtude das outras demandas da cidade. “Estamos trabalhando há 15 dias e até poderíamos acelerar ainda mais a terraplanagem, mas, como temos de atender outras necessidades da cidade, estamos disponibilizando as máquinas na medida do possível, dentro no nosso cronograma”, explica.

O secretário destacou a importância da obra para a cidade de Passos e região. “A FESP está à frente desta obra, mas é uma construção que quem ganha é a comunidade, pois teremos mais cursos, mais educação, mais oportunidade para nossos jovens o que não deixa de ser uma resposta a essa onda de violência que a cidade enfrenta. Com a educação trabalhamos a prevenção, por isso a Prefeitura de Passos acredita que não somos só parceiros da FESP, mas estamos desenvolvendo uma obra que é de todos da cidade”, avalia.

O presidente do Conselho Curador da FESP ressaltou a redução de custos que a parceria permitiu. “Procuramos o prefeito José Hernani da Silveira, apresentamos nossa demanda e ele prontamente nos atendeu ajudando a diminuir o custo da obra”, afirma.

Estágio

De acordo com o engenheiro Leandro Mendes, um dos responsáveis pela execução do projeto, juntamente com o diretor do Núcleo Acadêmico de Tecnologia e Engenharia da FESP, Manoel Reginaldo Ferreira, o trabalho está na fase de montagem do canteiro de obras e já conta com a participação dos estudantes de Engenharia Civil.
“Toda a construção do campus terá o acompanhamento de estudantes. Será uma média de cinco a sete alunos. Alguns serão estagiários remunerados, outros vão participar para cumprir o estágio supervisionado que faz parte da grade curricular”, explica o engenheiro que integra o corpo docente do curso. Segundo ele, além dos estagiários fixos, os alunos de qualquer outro período do curso poderão acompanhar a obra através de visitas técnicas.

“É uma experiência única, porque estamos participando da história da FESP e da cidade e a oportunidade de estar em contato com os professores, colocando em prática a teoria o que é muito bacana”, avalia o estudante Rogério Teixeira de Carvalho, aluno do 5º período de Engenharia Civil da FESP.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



A Universidade Aberta da Maturidade (UNABEM), projeto da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) iniciou as atividades de 2012 com grandes motivos de comemoração. O projeto teve o total de 194 alunos matriculados para esse ano divididos em 4 turmas, que é um número recorde nos 6 anos do projeto que está em funcionamento desde 2006.

As aulas tiveram início no dia 9 de fevereiro. Para o primeiro semestre, diversas atividades estão programadas. No ano passado o projeto teve grande êxito com diversas conquistas, incluindo um prêmio de R$ 15 mil da marca de cosméticos Natura, cuja primeira parcela já foi usada na compra de diversos equipamentos e a segunda será utilizada ainda esse ano.

Para marcar o início das atividades, o Carnaval da UNABEM realizado na última quinta-feira (16) movimentou o quiosque do Centro Integrado de Recreação e Esportes (CIRE). Com trajes diversificados, os alunos participaram do concurso de fantasias e dançaram músicas tradicionais de Carnaval.

A UNABEM desenvolve diversas atividades dinâmicas com encontros duas vezes por semana às terças e quintas, das 14h às 16h50. A turma de calouros, os iniciantes de cada ano, passa por um curso básico incluindo o conteúdo de Resgate da memória pessoal, Dinâmica de Grupo: tecendo a cidadania e o auto-desenvolvimento, Expressão Corporal e Aspectos bio-psico-sociais do envelhecimento. Ao final do ano a turma iniciante participa da formatura que é um momento de muita emoção envolvendo os professores e também os familiares de cada aluno. As demais turmas têm disciplinas diversificadas e participam de oficinas escolhidas por cada participante como Coral, Pintura em tela, Informática básica entre outras.

Desde o início do projeto a aceitação dos participantes foi tão grande que os formandos de 2006 se recusaram a deixar o projeto e pediram ao presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fabio Pimenta Esper Kallas para autorizar a permanência do grupo no projeto, o qual se prontificou a atender o pedido. Desde 2007 o projeto é oferecido gratuitamente.

De acordo com as coordenadoras da UNABEM, professoras Leila Andrade e Sílvia Maia, o projeto utiliza o potencial da FESP com seus professores, alunos e profissionais, levando o conhecimento desenvolvido ao alcance do pessoal da terceira idade.  “Com toda a estrutura da FESP é possível desenvolver o projeto que já é reconhecido na cidade. Este ano recebemos três pessoas que vieram para a UNABEM por meio de indicação de médicos que reconhecem o trabalho desenvolvido, que pode ajudar na prevenção e no tratamento de doenças entre elas a depressão. Os participantes da UNABEM gostam das atividades que são desenvolvidas. Promovemos uma orientação dos idosos mostrando que possível viver uma ‘melhor idade’”, explica Leila. “Os alunos da UNABEM mostram uma equipe da maturidade que participa, vive, aprende e é feliz!”, completa Sílvia.

A aluna Maria de Lourdes Pádua Machado Brandão que participou do Carnaval da UNABEM com uma fantasia original e está na UNABEM desde o primeiro ano de execução, disse que a convivência com os colegas é muito benéfica e que ela tem superado a timidez participando do grupo. “Eu era muito tímida e por isso gosto de participar de atividades como o Carnaval, por exemplo, para ver se eu acabo com essa timidez. Participo de tudo. É um momento muito bom”, disse.

Para a colega Cida Cardoso, participar da UNABEM é uma possibilidade de trocar experiência e a energia de vida que ela carrega consigo com os demais integrantes. “É uma alegria para nós poder participar. Como sempre fui muito participativa, muito ativa na sociedade resolvi fazer parte da UNABEM e já estou aqui há 6 anos, indo para a sétima vez que eu participo. Aqui eu me sinto muito bem”.

Geriatra afirma: “participação em grupos de convivência na terceira idade pode prevenir doenças”

A UNABEM pode ser considerada um grupo de convivência que, além de promover o lazer e a socialização na terceira idade, promove a prática do conhecimento, mostrando que nunca é tarde para aprender.

De acordo com o geriatra Luciano de Sousa Pimenta, os grupos de convivência para a terceira idade são muito importantes para a promoção da socialização, da auto-estima e do bem estar físico e mental. “Em uma idade na qual, a maioria dos idosos já sofreu perdas, sejam elas sociais, econômicas e/ou pessoais, a inclusão do idoso em um grupo de convivência representa um ganho importante em qualidade de vida”, enfatiza o médico lembrando ainda que também é importante o convívio entre as diferentes gerações. “Esta experiência tende a fortalecer os laços afetivos familiares, promove troca de conhecimento, fortalece virtudes como: respeito, educação, honestidade, perseverança, humildade, paciência, entre tantas outras esquecidas pelas gerações mais jovens”.

Na UNABEM os participantes trocam as experiências vividas em família e acabam levando o conhecimento adquirido para os parentes e amigos. Alguns casais têm participado conjuntamente do projeto. Os homens ainda têm uma resistência em participar, o que vem sendo quebrado ao longo dos anos. Este ano 18 homens estão matriculados. O número já aumentou em vista das primeiras turmas.

Os benefícios da participação em grupos de convivência são inúmeros tanto que, segundo Luciano, através da promoção do conhecimento, das atividades físicas, das atividades lúdicas, da socialização e inclusão social, os idosos passam a ter uma melhora em sua auto-estima, o que pode prevenir doenças. “Com os conhecimentos adquiridos, passam a cuidar melhor da saúde, preocupam-se mais com a prevenção dos agravos a saúde. Além disso, a promoção do  bem-estar ajuda no combate a doenças como depressão, hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, distúrbios alimentares, diabetes e outras”. 

O geriatra lembra que é preciso desmistificar que a maturidade é uma época marcada por doenças. Segundo ele, as principais doenças que afetam as pessoas na terceira idade são aquelas que já poderiam ter sido evitadas ou controladas desde  cedo. “A maioria das doenças da terceira idade são, na verdade, complicações de doenças já estabelecidas em idades mais jovens.

A falta de acompanhamento médico prévio com diagnóstico e tratamento adequados pode desencadear complicações cardiovasculares, cerebrovasculares, metabólicas e hormonais, osteoarticulares, sensoriais (ex: visuais e auditivas), psíquicas e cognitivas. Estes agravos trazem consigo perda de autonomia e qualidade de vida. Vale lembrar também das doenças próprias do envelhecimento celular como as neoplasias (câncer), as quais estão intimamente relacionadas aos hábitos de vida, além de fatores ambientais e genéticos. Estas devem ser rastreadas, cada qual nas ocasiões e idades adequadas, para que se tenha um diagnóstico precoce e com maiores chances de cura. Dessa forma, a prevenção deverá ser feita com acompanhamento médico e multiprofissional, além de bons hábitos de vida”.

É por isso que Luciano destaca que mesmo a geriatria sendo uma especialidade médica dedicada ao cuidado das pessoas com sessenta anos ou mais, a convocação do geriatra não deve ser restrita a estas pessoas. “Este profissional deve ser solicitado sempre que o objetivo venha ser a promoção de um envelhecimento saudável, no qual a independência, a autonomia e a dignidade sejam preservadas ao máximo e onde o caráter preventivo possa ser a prioridade”.

E nada melhor para se ter uma boa saúde do que manter corpo e mente ativos durante toda a vida. Segundo Luciano isso têm papel fundamental para a preservação da autonomia cognitiva, intelectual e física, além de promoverem bem-estar e qualidade de vida. “Atividades lúdicas que envolvam leitura, cálculo, memória, linguagem, estratégia, raciocínio, percepção sensorial (tátil, auditiva e visoespacial), trabalham com várias funções cerebrais e ajudam a manter conexões neuronais ativas”, disse o médico.

A UNABEM trabalha com a promoção dessas atividades. Quem participa do projeto garante que as melhorias são evidentes. Em 2012, alguns matriculados chegaram até o projeto por indicação médica. As idealizadoras se sentem satisfeitas pelos resultados que o projeto vem alcançando. “É muito bom ver que os resultados estão sendo alcançados, ver todo mundo alegre, feliz e participando. Esse é o objetivo da UNABEM: fazer com que as pessoas tenham uma melhor qualidade de vida”, destaca Leila Andrade uma das coordenadoras da UNABEM.

Confira as fotos do evento na galeria de imangens do Portal FESP AQUI

Fonte: Departamento de Comunicação Marketing



O Governador Antônio Anastasia, através da Subsecretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, pasta comandada pelo Secretário Narcio Rodrigues, nomeou os representantes do Conselho Curador da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP), acatando as eleições internas que deram vitória à chapa liderada pelo professor Fabio Pimenta Esper Kallas que obteve cerca de 90% dos votos válidos. A nomeação foi publicada nesta quarta-feira (15) no Diário Oficial de Minas Gerais.

Os nomes dos membros efetivos para o mandato de quatro anos foram mantidos pelo Secretário ficando nomeados o professor e subsecretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Fabio Pimenta Esper Kallas, o empresário e bacharel em Direito Frank Lemos Freire e o engenheiro Manoel Reginaldo Ferreira.

A novidade ficou por conta da nomeação do professor público e ex-vice-prefeito de Passos por dois mandatos Darlan Esper Kallas como suplente. Além de Darlan, outros dois professores da FESP foram nomeados suplentes. São eles: Anderson Jacob Rocha e Tânia Maria Delfraro.

A eleição interna para a indicação dos membros foi realizada em novembro passado, e a chapa “Qualidade em Educação”, liderada por Fábio Kallas, recebeu 348 dos 396 votos válidos.

Este é o terceiro mandato de Fábio Kallas junto ao Conselho Curador da FESP. Sua gestão arrojada e visão empreendedora transformaram a instituição em referência estadual em Ensino Superior.

O dinamismo de Fabio Kallas chamou a atenção do Governo de Minas que o nomeou no ano passado para assumir a estratégica Subsecretaria de Ensino Superior de Minas Gerais, braço da importante Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino superior de Minas Gerais.

O reconhecimento do governo mineiro está relacionado não só aos brilhantes números do crescimento e projetos da instituição, mas ao desempenho do professor frente às negociações da Estadualização da FESP, cuja campanha iniciada por ele em 2008, fomentou a discussão sobre o assunto e culminou no início do processo de consolidação do ensino superior gratuito em Minas Gerais, o que se dará com a estadualização das Uemgs. 

Na Sectes, o professor Fábio Kallas é responsável pelo processo da estadualização da FESP e outras cinco associadas localizadas em Diamantina, Divinópolis, Ituiutaba, Carangola e Campanha, sendo que as duas últimas já estão em processo de estadualização com previsão de conclusão até o final de 2012.

Nos próximos dias, os membros efetivos nomeados pelo governador vão realizar a eleição da presidência do Conselho.

Para o Subsecretário e atual presidente do Conselho Curador da FESP, Fabio Kallas, o resultado da eleição interna da instituição confirmou que o grupo é unido e trabalha com o mesmo objetivo, tornar a FESP referência em ensino superior de qualidade para todo Estado. “Agradeço a todos os companheiros que acreditam em nossa administração e, neste momento, principalmente ao governador Anastasia e ao Secretário Narcio Rodrigues que viram em nossa maneira de administrar, atributos que podem ajudar no desenvolvimento do ensino superior de Minas Gerais”, declarou Fábio.

Choque de gestão

Fabio apostou na educação como uma mola para impulsionar o desenvolvimento regional e o resultado disso foi uma histórica transformação da FESP, cujo patrimônio triplicou desde o início de seu mandato, em 2004. Tal salto é um reflexo do incansável trabalho de busca por recursos para projetos de pesquisa e extensão, investimentos em infraestrutura e parcerias estratégicas.

Entre as conquistas mais recentes da FESP na gestão de Fabio Kallas, estão o projeto do Novo Campus Universitário que vai abrigar todas as unidades da FESP, hoje espalhadas por 14 blocos diferentes pela cidade. O investimento inicial será da ordem de R$ 9 milhões para a construção de 3 prédios, com 24 salas de aula cada um, totalizando 72 novas salas de aula para 2013 e a implantação do curso de Medicina, cujo projeto está sendo avaliado pelo MEC e será a realização de um sonho para todo o sul de Minas.

Confira abaixo a repodrução do Diário Executivo de Minas Gerais com a nomeação dos membros do Conselho.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Estudantes da Escola Estadual Dr. Emílio Silveira, da cidade de Alfenas (MG), conheceram o Centro de Ciências da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) em uma visita divertida no último sábado (11). Os visitantes puderam conhecer de perto todos os equipamentos científicos, entre eles o “Planetário” e a mais recente novidade do centro, “A casa maluca”.

Os alunos da escola alfenense ganharam a visita como prêmio pelos melhores trabalhos apresentados na Feira de Ciência da instituição pública. “Já é a segunda vez que a escola visita o Centro de Ciências. Nós o descobrimos através da internet. Há mais ou menos três anos, realizamos na nossa escola uma feira de ciência. Estamos no “4º Alfenas faz a Feira” e como premiação os melhores grupos foram convidados a visitar o Centro de Ciências da FESP onde é possível conhecer tantas coisas interessantes dentro do tema que eles trabalham lá na feira de ciência”, conta Elisabet Rodrigues, diretora da escola visitante.   

O grupo de 26 alunos e 3 professores foi dividido para facilitar a visitação. Os monitores do Centro de Ciências, que são alunos da FESP, ficaram responsáveis pela apresentação de cada surpresa guardada no Bloco 13 da FESP. Para a universitária Gisele Silva Oliveira, do 5º período do curso de Letras, monitorar a visita, além de enriquecer o conhecimento dos jovens visitantes, também gera a oportunidade de colocar em prática o conhecimento adquirido no curso de licenciatura. “É um trabalho importante, não só para eles – os estudantes visitantes –, porque ajuda na construção do conhecimento deles, mas também para nós que estamos em curso de licenciatura, para que possamos trabalhar mais nossa parte de didática, de como desenvolver uma relação com as crianças e adolescentes”, afirma a futura professora.

O Centro de Ciências fica localizado à Rua Dos Expedicionários, nº 333. O telefone para contato é (35) 3526-9598.

Fonte: Departamento de Comunicação e Marketing



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  novembro 2019  >>
seteququsedo
28293031123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829301
2345678