O curso de Serviço Social da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) promove na noite desta segunda-feira (16) uma mesa-redonda em comemoração ao Dia do Assistente Social que acontece anualmente no dia 15 de maio. O evento vai debater o tema “A prática profissional do Assistente Social: trocando experiências” e contará com professores do curso e profissionais ligados ao setor. O início está previsto para as 19h no Auditório Professor Armando Righetto, no Bloco 8 da FESP.

Todos os anos o curso de Serviço Social comemora o dia 15 de maio que é motivo de debates e reflexões pelo crescimento que vem tendo esta área de trabalho ao longo dos anos. Este ano como a data caiu em um domingo, o evento será realizado um dia após o dia exato da comemoração.

De acordo com a coordenadora do curso de Serviço Social, Carla Alessandra Pimentel Caixeta de Melo, a profissão passou por várias lutas e movimentos pra se firmar e conquistar seu espaço profissional. A comemoração deste ano vai fazer uma homenagem às Encíclicas Papais Rerum Novarum e Quadragesimo anno, que mostravam as normas de condutas sociais impostas pela Igreja Católica.  “O Serviço Social tem suas raízes ligadas ao movimento da ação católica frente às questões sociais vigentes através dos tempos”, lembra Carla.

A Rerum Novarum  que em português significa “Das coisas novas”, foi publicada pelo Papa Leão XIII em 15 de maio de 1891. A carta, aberta a todos os bispos, debatia as condições das classes trabalhadoras. A Quadragesimo anno, por sua vez, foi publicada em 15 de maio de 1931 pelo Papa Pio XI, versando sobre a restauração e aperfeiçoamento da ordem social em conformidade com a Lei Evangélica no 40º aniversário da encíclica Rerum Novarum. A comemoração do Dia do Assistente Social em Passos, também destaca as conquistas e os avanços alcançados com o Movimento de Reconceituação do Serviço Social. O movimento aconteceu em alguns paises latinoamericanos – Chile, Argentina, Peru e Uruguai –, nas décadas de 70 e 80 e consistiu em um movimento de crítica ao positivismo e ao funcionalismo e à fundamentação da visão marxista na história e estrutura do Serviço Social.

Para Carla, o evento do Dia do Assistente Social é muito importante pois “vem fortalecer os acadêmicos do curso, docentes e profissionais da área através da discussão de temáticas enriquecedoras para a profissão e consequentemente para o benefício de seus usuários”.

Fonte: Agência Escola



Divulgação/SEE MG
Reunião aconteceu na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves

O Governo de Minas trabalha para aliar educação e tecnologia. A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) e as três instituições de ensino superior vinculadas a ela serão parceiras da Secretaria de Estado da Educação (SEE) na criação da Escola de Formação, que será destinada à capacitação de professores com o uso de novas tecnologias. Essa decisão conjunta foi tomada pelos secretários Narcio Rodrigues (Ciência, Tecnologia e Ensino Superior) e Ana Lúcia Gazzola (Educação) em reunião no inicio do mês, na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves.

Na presença de integrantes das duas secretarias de Estado, e de representantes das universidades do Estado de Minas Gerais (Uemg) e da Estadual de Montes Claros (Unimontes), ficou acertada a criação de um grupo de trabalho que vai mapear todos os instrumentos utilizados pela Sectes que podem ser úteis para a formação continuada dos profissionais da educação. Uma das possibilidades estudadas na parceria é a utilização dos Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) para o ensino a distância. “O trabalho integrado com a Sectes é essencial, pois estamos em campos interrelacionados e complementares. A Sectes vai nos auxiliar com seus espaços e apoio tecnológicos na implantação da Escola de Formação”, explica Ana Lúcia Gazzola.

O secretário Narcio Rodrigues fez uma exposição da rede integrada por 84 Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) prontos para serem utilizados pela Escola de Formação para o ensino presencial e a distância. Ao invés de uma sala de videoconferência, os CVTs teriam duas salas. Ele disse haver interesse do Governo de Minas em elevar o número de CVTs para 182, contemplando todos os municípios que têm mais de 20 mil habitantes. A Sectes mantém 487 telecentros, unidades menores que os CVTs, mas que também poderão ser adaptadas para utilização da Escola de Formação. Nárcio ressaltou ainda a importância da parceria entre as duas secretarias. “Nós temos tecnologias que têm importância à medida que ganham conteúdo. Atuando em parceria com a Educação nós vamos garantir que os nossos instrumentos sejam ferramentas de exercício da cidadania”.

A secretária Ana Lúcia Gazzola ainda fez um diagnóstico da situação do ensino público estadual e enumerou prioridades da sua gestão. Destacou avanços no ensino médio e reconheceu que a qualificação dos profissionais é fundamental para melhorar a qualidade. Ela argumentou que é preciso tecnologia para poder capacitar, por isso o projeto da Escola de Formação já tem como parceiros naturais a Sectes e as instituições estaduais de ensino superior.

Gazzola recebeu do secretário Narcio o projeto Centro de Qualificação dos Professores (Qualicentro), resultado de parceria da Sectes com o Instituto Federal de Educação do Triângulo Mineiro (IFTM). O Qualicentro terá uma grande estrutura em Uberaba e poderá também ser transformado em um polo regional que atenda também a Secretaria de Estado da Educação.  “Queremos também o Hidroex e o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) – Recursos Minerais, Água e Biodiversidade na nossa proposta de educação ambiental”, disse Gazzola.

Além do grupo de trabalho já criado, será formado também um segundo grupo, que vai ficar responsável por estabelecer como os conteúdos pedagógicos vão dialogar com as novas tecnologias. Com representantes da SEE, Sectes e das universidades Uemg e Unimontes, o grupo pensar os conteúdos que serão utilizados nas capacitações da Escola. “Pensar em formação é pensar de maneira multi-direcionada. Temos o desafio do tamanho, da diversidade de temas e conteúdos e de encontrar as melhores metodologias para fazer o repasse do conhecimento. A Escola é, portanto, o centro de um grande desafio, e vamos avançar somente com a convergência de esforços”, destacou a coordenadora da Escola de Formação, Ângela Dalben.

Também esteve presente na reunião, o secretário-adjunto da Sectes, Evaldo Vilela; a secretária-adjunta da Educação,Maria Céres Pimenta Spínola Castro; os subsecretários da Sectes Vicente Gamarano (Ciência, Tecnologia e Inovação) e Fábio Kallas (Ensino Superior); o reitor da Uemg, Dijon Moraes; os superintendentes Lélia Inês Teixeira e Antonio Carlos Vassalo; a vice-reitora da Uemg, Santuza Abras;  pró-reitora da Uemg, Renata Vasconcelos; e os assessores da Sectes, Gilberto Caixeta, Itiro Iida e Eduardo Santa Cecília, da Uemg.

Fonte: Divulgação SECTES



O CVT de Passos, cuja gestora é a Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG), recebeu na semana passada, funcionários da unidade da Receita Estadual de Passos que participaram da Videoconferência promovida pela Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais no horário de 13 às 17h. Em todo o estado de Minas foram mais de 170 pessoas participantes dessa reunião de assuntos internos da Receita.

Passos teve o total de 18 inscritos e ficou em segundo lugar em número de participantes no estado. Outras cidades da região como Formiga, Divinópolis, Lavras, Ouro Fino, Pouso Alegre e Três Pontas também participaram. A transmissão aconteceu do 8º andar da Cidade Administrativa de Minas Gerais (CAMG), em Belo Horizonte.

O coordenador do CVT de Passos, professor José de Paula Silva lembrou que já estão agendadas diversas videoconferências que serão realizadas durante todo o ano. A programação está disponível em um link do site da Rede de Formação Orientada pelo Mercado (RFPOM), projeto do Governo Estadual que mantém os Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs). O link é
http://www.inclusaodigital.mg.gov.br/portal/index.php?sec=17&sub=3 .

Fotos do evento



Estão abertas até o dia 20 de maio as inscrições para o curso de pós-graduação lato sensu, Especialização em Saúde Mental e Psiquiatria, oferecido pela Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG), por meio da Faculdade de Enfermagem de Passos (FAENPA) O curso tem a duração de 19 meses.

O objetivo desta especialização é promover a qualificação de profissionais em planejamento e desenvolvimento da atenção à saúde mental da população, capacitando-os a influenciar nos processos de transformação da realidade de suas regiões de atuação, por meio da inserção dessa área no campo de saúde.

As aulas acontecem quinzenalmente, aos sábados, das 7h às 11h e das 12h às 16h no Bloco 13 da FESP. O curso é dividido em seis módulos e o corpo docente é formado por professores altamente capacitados na área de Saúde Mental e Psiquiatria.

A coordenação está a cargo da enfermeira e professora-doutora Nilzemar Ribeiro de Souza que justificou a oferta desse curso pelo fato de Passos possuir hoje o serviço de saúde mental em fase de estruturação. O trabalho na área vem sendo realizado pelo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS-AD e CAPS II), Ambulatório de Saúde Mental e um hospital psiquiátrico.

Segundo Nilzemar, o trabalho com pessoas portadoras de transtornos mentais vem sendo reestruturado no Brasil há um bom tempo. A prática da internação destes pacientes surge na metade do século XIX. “Desde então, a atenção a essas pessoas foi quase sinônimo de internação em hospitais psiquiátricos. A partir dos anos 70 têm início experiências de transformação no campo da saúde mental, surgindo propostas e ações para a reorientação da assistência. Em 1987 surge o primeiro Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) no Brasil, na cidade de São Paulo e, em 1989 inicia-se um processo de intervenção da Secretaria Municipal de Saúde de Santos (SP) em um hospital psiquiátrico, a Casa de Saúde Anchieta, local de maus-tratos e mortes de pacientes. É esta intervenção que demonstrou a possibilidade de construção de uma rede de cuidados efetivamente substitutiva ao hospital psiquiátrico”, descreve Nilzemar.

A consolidação das transformações dos tratamentos aconteceu no ano de 2001, com aprovação de lei que determinou a substituição progressiva dos hospitais psiquiátricos por outras modalidades de assistência. “O processo da reforma da assistência psiquiátrica defende uma nova forma de pensar o processo saúde/doença mental/ cuidado e fortalece a substituição da concepção de doença pela de ‘existência-sofrimento’, na valorização do cuidar e na adoção do território como espaço social na busca constante do pleno exercício de cidadania”, ressalta Nilzemar.

De acordo com a coordenadora o curso de pós-graduação busca fortalecer e aperfeiçoar o serviço de atendimento em saúde mental em seus diversos contextos. “O curso prepara os profissionais para uma política de saúde mental atual que aponta para uma assistência comunitária, descentralizada, participativa, integral, contínua e preventiva. Define ações dentro de padrões inovadores no tratamento da pessoa com transtorno mental”, lembrou.

Conforme constata a professora, a área do atendimento em saúde mental vem crescendo em todas as cidades e as instituições de saúde necessitam de profissionais com melhor preparo para atender a essa demanda. “Dessa forma, o processo de formação deve capacitar o profissional a exercer o cuidado em todas as suas dimensões, âmbitos e níveis de organização dos serviços de saúde”, disse Nilzemar.

As inscrições estão sendo feitas Bloco 13 da FESP, na secretaria de Pós-Graduação (Avenida dos Expedicionários, 333 - Centro).

Fonte: Agência Escola




O karateca patrocinado pela FESP Márcio Monteiro Magalhães, ao centro, com o presidente da FMK João Carlos de Godói e o presidente da Delegacia Regional SSMK (Sul-Sudoeste Mineiro de Karatê) Rovilson José do Nascimento com o documento que regulamenta o circuito.

O karateca e educador físico patrocinado pela Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG), Márcio Monteiro Magalhães está coordenando a organização da Primeira Etapa do Circuito Regional de Karatê que acontece neste domingo (15) no Ginásio de Esportes do Clube Passense de Natação (CPN).

O circuito é promovido pela Federação Mineira de Karatê (FMK) e contará com um grande número de participantes de toda a região. O incentivo ao esporte promovido pela FESP procura atender à comunidade regional com a promoção da qualidade de vida e saúde.

Márcio Monteiro Magalhães, organizador do evento e esportista da FESP, é técnico da seleção mineira de karatê. A competição está marcada para iniciar as 9h30 mas a partir das 8h30 haverá a concentração de atletas e a conferência das chaves. A abertura oficial acontece às 9h.

Todos os clubes e atletas que vão participar são filiados à FMK e as classificações somam pontos no ranking geral. Cada clube ou escola vai participar da abertura com um banner ou bandeira da entidade que representa.

São esperados cerca de 300 atletas e como afirma Márcio as regiões do sul e sudoeste mineiro estão envolvidas e amigos karatecas sanseis (descendentes de japoneses) já confirmaram presença. “A organização foi bem executada e iremos recepcionar os participantes com grande motivação. O apoio da FESP é muito importante e a parceria com o CPN devido à boa estrutura que o clube oferece como ginásio, tatame de excelente qualidade e o painel eletrônico, que é um sistema inédito na cidade de Passos, vai contribuir para a boa realização da competição. Os atletas ficarão alojados no clube”, informou Márcio.

O torneio será realizado nas categorias kata e kumite. Nas categorias até faixa verde serão disputados katas básicos do estilo e um livre nas disputas por medalhas. Nas categorias faixa roxa a preta serão seguidas as regras da WKF (World Karate Federation), CBK (Confederação Brasileira de Karatê) e FMK (Federação Mineira de Karatê). Nas categorias de kumite também serão seguidas as regras dessas entidades.

Um dia antes do torneio, no sábado (14), acontecerá um curso de arbitragem ministrado pelo presidente da FMK João Carlos de Godói e pelo diretor técnico da FMK José Benedito Bressani. Márcio destacou que como é um curso importante todos que trabalham com o esporte estão convidados. “É muito importante para os mestres e professores participarem do curso para um conhecimento maior das regras e para os atletas também ficarem por dentro e executar melhor seus combates”, destacou Márcio.

Fonte: Agência Escola



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  setembro 2019  >>
seteququsedo
2627282930311
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30123456