Professora Odila operando o sistema Combi2300

A equipe do Laboratório de Análise Ambiental e Produtos Alimentícios (Laboratório de Análise de Leite) da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) iniciou nesta quinta-feira (19) um treinamento para a utilização dos equipamentos adquiridos pelo laboratório. O Sistema Combi2300, um conjunto de equipamentos utilizados para verificar a qualidade do leite com a quantificação de componentes e contagem de células somáticas, vai ampliar a capacidade de análises de leite. Com o sistema será possível atender a produtores da região, empresas que atuam no setor de laticínios e comunidade de modo geral.

A compra do equipamento foi feita com recurso da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG), no valor de R$ 300 mil.

No ano passado, a FESP foi credenciada como instituição de pesquisa junto ao CNPQ (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), graças ao volume de estudos científicos realizados anualmente. A partir deste credenciamento a instituição pode se utilizar de benefícios como a isenção de impostos para a compra de equipamentos usados em projetos de pesquisa.

Os recursos previstos para a compra de apenas parte dos equipamentos, com o credenciamento, foram suficientes para a aquisição do sistema combinado que aumenta ainda mais a capacidade de análises realizadas pela FESP.

De acordo com a coordenadora do Laboratório Ambiental e Produtos Alimentícios, professora Odila Rigolin de Sá a partir de agora, o laboratório está equipado com tecnologia moderna para realizar análises físicas, químicas e microbiológicas do leite, com o intuito de certificar a qualidade do leite e, principalmente, constatar a contaminação das vacas por mastite. “O Sistema Comb2300 vai ajudar os produtores de leite a adquirir a certificação baseada na Instrução Normativa 51”, ressaltou Odila.

“Nossa bacia leiteira já é uma das mais importantes do estado, a certificação do produto pela FESP vai aumentar ainda mais a credibilidade quanto a este produto”, afirma o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fábio Pimenta Esper Kallas.

Minas Gerais é a maior bacia leiteira do país, de acordo com a Secretaria de Desenvolvimento do Estado, a produção de 7,2 bilhões de litros de leite por ano representa um terço do que é produzido em todo o Brasil.

A capacidade do equipamento da FESP é de 300 amostras por hora, realizadas com métodos reconhecidos pela Federação Internacional de Lacticínios (FIL/IDF).

Segundo a pesquisadora Odila, depois do treinamento que deve acabar no fim do mês a equipe estará preparada para efetuar as análises. “O trabalho com as análises terá início a partir de junho, logo que obtivermos o Alvará da ANVISA. Depois disso será iniciado  o credenciamento do laboratório no MAPA”, explica. O laboratório será utilizado por estudantes integrantes de projetos de pesquisa e extensão. “Os projetos aprovados do leite  atualmente envolvem os alunos de Ciências Biológicas e da Agronomia.  A prioridade é pesquisa, mas iremos atender os produtores também”, ressalta.

O presidente do Conselho Curador da FESP, ressaltou também a importância acadêmica do laboratório. “Além de atender uma das mais importantes demandas econômicas da nossa região, que é ajudar na certificação da nossa bacia leiteira, oferecemos aos nossos alunos a oportunidade de desenvolver sua formação em laboratórios de excelência em tecnologia”, afirma o subsecretário de Ensino Superior de Minas Gerais.

Fonte: Agência Escola



O presidente do Conselho Curador da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) e Subsecretário de Estado de Ensino Superior, professor Fábio Pimenta Esper Kallas, foi convidado para participar da abertura do Simpósio Nacional de Pedagogia que vai acontecer na próxima sexta-feira (20) às 18h no Hotel Nacional em Poços de Caldas (MG), dentro do 50º Encontro Nacional de Atividade Física (ENAF) que está comemorando este ano 25 anos. O congresso acontece de 20 a 22 de maio.

O Simpósio tem o objetivo de promover o aprimoramento e aperfeiçoamento de profissionais e acadêmicos nas áreas de Atividade Física, Fisioterapia, Nutrição e Pedagogia.  Duas alunas do curso de Educação Física da FESP vão apresentar artigos científicos durante o evento. A aluna do 5º período Priscila Fernanda Ferreira Maia Lemos Ajeje vai apresentar o trabalho intitulado: “Desenvolvimento Motor: um estudo comparativo entre a idade motora e idade cronológica em pré-escolares de 5 anos”. Priscila, que também é funcionária da Secretaria dos cursos de Filosofia da FESP e do Comitê de Ética em Pesquisa, desenvolve um trabalho no Colégio Del Rey onde avalia crianças de 5 anos de idade. O estudo identifica o avanço e o atraso motor de cada criança e de acordo com Priscila a partir do projeto, um programa de intervenção para melhorar as habilidades motoras que estão em dificuldades.

A aluna do 7º período, Ivi Gabriela Santos vai apresentar o trabalho, “O nível de atividade física dos pacientes do PSF-Passos”. O estudo de Ivi identifica o nível de atividades físicas praticadas por pacientes com hipertensão e diabetes na rede do PSF (Programa Saúde da Família), em Passos. A coleta de dados foi realizada com a utilização de um questionário de modelo trans-teórico da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais.

O professor Fábio enviou uma mensagem em comemoração aos 25 anos do ENAF que foi postada no site do evento (confira abaixo a mensagem na íntegra). Na mensagem Fábio destaca a importância da promoção da qualidade de vida. A FESP através dos cursos de Educação Física, Nutrição e Pedagogia, oferecidos pela fundação, fornece um campo de atuação nas áreas debatidas pelo ENAF. O presidente do Conselho Curador acredita que o debate dos temas que serão discutidos no evento tem uma extrema importância para os estudantes e profissionais que são público-alvo e a participação das alunas da FESP consolida a troca de conhecimento da FESP com diversos seguimentos da educação e da atividade física. “O simpósio do ENAF é um evento grandioso e a participação da FESP vai promover a prática do intercâmbio dos conhecimentos desenvolvidos em Passos com a produção científica de todo o Brasil“, lembrou Fábio.

O diretor-presidente do ENAF Sebastião Paulino também destacou a importância das trocas de conhecimento. “Os  docentes  e  acadêmicos dos cursos  de  Educação  Física  da FESP tem presença  marcante e  que  fazem  a diferença na  edição  especial  do 50º ENAF – Poços”, comentou Paulino.

A FESP mantém uma parceria com o Instituto ENAF de  Pesquisa  e  Educação para  oferecer  cursos  de  Pós-Graduação Lato Sensu na  área  da  atividade  física e saúde. Atualmente está em andamento um curso de especialização em Musculação e Personal Trainig.

Mensagem do Prof. Fábio Kallas enviada ao ENAF:

“O Tempo, a Idade e a Longevidade – Penso que existe uma diferença entre sentir uma pessoa madura e sentir uma pessoa velha. As experiências em nossa vida profissional, em nossos relacionamentos nos fazem mais maduros, mais serenos, mais sóbrios e mais pacienciosos. As nossas incapacidades, as nossas fraquezas, as nossas irritabilidades nos tornam mais velhos. É necessário aproveitarmos nosso dia-a-dia para construirmos um ser humano cada vez mais ativo de modo que nosso amadurecimento nos torne cada vez mais felizes e interessantes àqueles que convivem conosco. É necessário sentir que os anos nos tornam pessoas melhores, mais úteis. O cuidado com o corpo e com as atividades mentais fazem com que possamos aproveitar cada detalhe da vida tornando-a uma preciosidade incomparável. Sorrir até de nós mesmos, faz com que a vida se torne uma aventura divertida e deliciosa. Qual é a melhor idade para cada um de nós? A resposta deve ser sempre a idade atual, onde aproveitamos nosso potencial adquirido para tornar mais saborosa esta grande aventura que é viver”.

Mensagem disponível no site do ENAF (www.enaf.com.br)



Organizadores do evento e Assistentes Sociais convidadas

O curso de Serviço Social da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) comemorou na noite da segunda-feira (16) o Dia do Assistente Social, que é celebrado no Brasil no dia 15 de maio. A mesa redonda com o tema “A prática profissional do Assistente Social: trocando experiências” contou com a presença de diversos profissionais de empresas e entidades de Passos e região relacionadas ao setor. O evento aconteceu no Auditório Professor Armando Righetto, Bloco 8 da FESP.

As profissionais convidadas representaram o Assistente Social e debateram com os alunos do curso como é o trabalho do profissional e os desafios enfrentados não só nos tempos atuais mas ao longo de toda a história do Serviço Social. Estiveram presentes as Assistentes Sociais, Gleida Dias Souza (UPA), Marina Queiroz Pereira (Santa Casa), Josiane Rodrigues de Oliveira (Funerária São Vicente), Juliana de Moura Assis (Secretaria Municipal de Assistência Social), Maria Márcia Félix e Priscila de Almeida Correia (Fórum da Comarca de Passos) e Valquíria Silva Andrade Pecinato (Furnas Centrais Elétricas S/A).

Todos os anos o curso de Serviço Social comemora o dia 15 de maio que é motivo de debates e reflexões pelo crescimento que vem tendo esta área de trabalho ao longo dos anos. Este ano como a data caiu em um domingo, o evento será realizado um dia após o dia exato da comemoração.

Para Carla Alessandra Pimentel Caixeta de Melo, o evento do Dia do Assistente Social é muito importante pois “vem fortalecer os acadêmicos do curso, docentes e profissionais da área através da discussão de temáticas enriquecedoras para a profissão e consequentemente para o benefício de seus usuários”.

Fonte: Agência Escola



Equipamento usa método reconhecido internacionalmente para realizar 300 amostras/ hora

A Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) ampliou a capacidade de análises de leite com a aquisição do Sistema Combi2300, um conjunto de equipamentos utilizados para verificar a qualidade do leite com a quantificação de componentes e contagem de células somáticas. O sistema vai integrar o Laboratório de Análise Ambiental e Produtos Alimentícios (Laboratório de Análise de Leite), para atender a produtores da região, empresas que atuam no setor de laticínios e comunidade de modo geral.

A compra do equipamento foi feita com recurso da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG), no valor de R$ 300 mil.

No ano passado, a FESP foi credenciada como instituição de pesquisa junto ao CNPQ (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), graças ao volume de estudos científicos realizados anualmente. Com o credenciamento, a instituição pode se utilizar de benefícios como a isenção de impostos para a compra de equipamentos usados em projetos de pesquisa.

Com o credenciamento, os recursos previstos para a compra de apenas parte dos equipamentos foram suficientes para a aquisição do sistema combinado que aumenta ainda mais a capacidade de análises realizadas pela FESP.

De acordo com a coordenadora do Laboratório Ambiental e Produtos Alimentícios, professora Odila Rigolin de Sá a partir de agora o laboratório está equipado com tecnologia moderna para ralizar análises fisicas, quimicas e microbiológicas do leite com o intuito de certificar a qualidade do leite e principalmente constatar a contaminação das vacas por mastite. “O Sistema Comb2300 vai ajudar os produtores de leite a adquirir a certificação baseada na Instrução Normativa 51”, ressaltou Odila.

“Nossa bacia leiteira já é uma das mais importantes do estado, a certificação do produto pela FESP vai aumentar ainda mais a credibilidade quanto a este produto”, afirma o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fábio Pimenta Esper Kallas.Minas Gerais é a maior bacia leiteira do país, de acordo com a Secretaria de Desenvolvimento do Estado, a produção de 7,2 bilhões de litros de leite por ano representa um terço do que é produzido em todo o Brasil.

A capacidade do equipamento da FESP é de 300 amostras por hora, realizadas com métodos reconhecidos pela Federação Internacional de Lacticínios (FIL/IDF).

Segundo a pesquisadora Odila, até o fim do mês será realizado o treinamento para uso do equipamento. “As análises começaremos o mês que vem. Assim que tivermos a Alvará  da ANVISA e depois  iniciaremos  o credenciamento do laboratório no MAPA”, explica. O laboratório será utilizado por estudantes integrantes de projetos de pesquisa e extensão. “Os projetos aprovados do leite  atualmente envolvem os alunos de Ciências Biológicas e da Agronomia.  A prioridade é pesquisa, mas iremos atender os produtores também”, ressalta.

O presidente do Conselho Curador da FESP, ressaltou também a importância acadêmica do laboratório. “Além de atender uma das mais importantes demandas econômicas da nossa região, que é ajudar na certificação da nossa bacia leiteira, oferecemos aos nossos alunos a oportunidade de desenvolver sua formação em laboratórios de excelência em tecnologia”, afirma o subsecretário de Ensino Superior de Minas Gerais.

Fonte: Agência Escola



A Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP/UEMG) irá realizar na semana que vem o VII Festival de Interpretação de Música Popular Brasileira – Canta FESP, na sexta-feira (27), a partir das 19h no estacionamento da Biblioteca, Bloco 4, entrada pela Avenida Doutor Breno Soares Maia.

Dezesseis escolas estão inscritas e as  músicas e intérpretes já foram escolhidos (confira a lista). O Canta FESP vai encerrar a Semana Universitária dos cursos da Faculdade de Filosofia de Passos. O evento, que já é tradição em toda a região, tem como objetivo difundir a MPB entre estudantes de escolas de ensino fundamental e médio, da rede pública e privada. “O projeto tem cumprido seus objetivos e estamos felizes por estarmos na sétima edição. O Canta FESP tem contribuído para o enriquecimento do repertório dos estudantes de Passos e região, além de revelar talentos e promover o intercâmbio entre a FESP e a comunidade, que é uma marca característica da fundação que procura colocar todo o conhecimento desenvolvido por meio dos professores e estudantes a serviço da comunidade”, frisou o presidente do Conselho Curador da FESP, professor Fábio Pimenta Esper Kallas.

Podem participar do festival alunos matriculados e com freqüência comprovada no ensino fundamental e médio, incluindo cursos pré-vestibulares e escolas técnicas e profissionalizantes, e o programa Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Um júri composto por 10 jurados vai avaliar os quesitos qualidade de voz, afinação, interpretação e presença de palco. Os cinco primeiros intérpretes receberão prêmios que vão de R$ 500,00 (1º lugar) a R$ 100,00 (5º lugar). As escolas participantes receberão troféus. Será premiada ainda a melhor banda formada por alunos e/ou professores da escola com um prêmio no valor de R$ 500,00. A melhor torcida também será premiada e os quesitos para o julgamento são torcida educada, uniformizada, alegre, numerosa, criativa e proibida de usar instrumentos sonoros. O prêmio é um kit de informática para a escola e um banner de Melhor Torcida do VII Festival de Interpretação 2011.

Uma outra novidade para a edição deste ano é a participação do ator, diretor de teatro e integrante do Grupo Coliseum, Pedro Silva que está assessorando artisticamente as escolas para que desenvolvam melhor os números musicais.

Entre os compositores que serão apresentados estão Frejat, Rita Lee, Djavan, a banda Roupa Nova e outros. As organizadoras do festival as professoras Leila Maria Oliveira de Pádua Andrade e Sílvia Maria Oliveira Soares Maia aguardam com entusiasmo a noite de apresentação do Canta FESP. “A colaboração às escolas por meio do ator Pedro Silva vai contribuir muito para a apresentação desse ano. Era um sonho nosso dar esse apoio para as escolas e nesta edição conseguimos”, disse Leila.

A entrada no Festival de Interpretação é gratuita e no segundo semestre a FESP realiza também Festival de Composição, para canções inéditas. O sucesso dos festivais é tão grande que antes mesmo de ser divulgado o edital do Festival de Composição a assessoria de comunicação da FESP já está recebendo e-mails de interessados procurando por informações. O Projeto Canta FESP é um incentivo à cultura, ao lazer e ao conhecimento da história musical brasileira.

Confiras as escolas participantes e as respectivas músicas que serão apresentadas

E.E. Lourenço de Andrade – Segredos (Frejat)
E.E. Nazle Jabur – Foi Deus quem fez você (Luiz Ramalho)
Colégio Del Rey – Redescobrir (Gonzaguinha)
E.M. Engº. Jorge Oliva (Itaú de Minas) – Jorge da Capadócia (Jorge Bem Jor)
E.E. Nossa Senhora da Penha – Ovelha Negra (Rita Lee)
Colégio Status – Dancing Days (Nelson Motta)
Cesec Dona Emília Leal – No meu coração você vai sempre estar (Ed Mota)
Colégio São Francisco – Sapato Velho (Roupa Nova)
E. E. Júlia Kubistchek – Sina (Djavan)
E. E. Tancredo de Almeida Neves – Que país é esse? (Renato Russo)
E. E. Dom João VI (Alpinópolis) – Tocando em frente (Almir Sater)
Colégio Imaculada Conceição – Tão bem (Lulu Santos)
E. E. Deus Universo e Virtude – Um dia de domingo (Michel Sulivan e Paulo Massadas)
E. E. Modesto Antônio de Oliveira (Capitólio) – Wave (Tom Jobim)
Colégio Tiradentes – Jeito de Mato (Mauricio Santini e Paula Fernandes)
ETEP (Escola Técnica de Passos) – All Star (Nando Reis)

Fonte: Agência Escola



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  setembro 2019  >>
seteququsedo
2627282930311
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30123456