Profº Fábio Pimenta Esper Kallas.

O presidente do Conselho Curador da FESP, Profº Fábio Pimenta Esper Kallas, aceitou o convite do Secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino superior de Minas Gerais, Narcio Rodrigues, para ocupar a Subsecretaria de Ensino Superior do Estado.

Kallas afirmou que continua a frente da FESP desenvolvendo projetos. "Estamos modernizando e ampliando todo o setor administrativo e pedagógico da faculdade, que vai resultar num tremendo salto de qualidade. Ainda temos o projeto de construir um auditório para 1,3 mil pessoas e iremos construir também três novos prédios que irão abrigar 57 novas salas de aula. Além disso, já estamos caminhando para oferecermos em Passos dois cursos de mestrado, sendo um na área de meio ambiente e outro na área de educação, e temos muito mais pela frente".

Ele ressaltou que o grande desafio na subsecretaria será a construção do Campus da UEMG – Universidade do Estado de Minas Gerais, e o encampamento das instituições ligadas ao sistema UEMG (Campanha, Carangola, Diamantina, Ituiutaba, Divinópolis e Passos).

Fábio afirma que acompanhará de perto o processo de estadualização das unidades associadas a UEMG, hoje composto por seis instituições.

Fonte: Agência Escola



O resultado das eleições de 2010 em Minas Gerais criou um cenário promissor para o desenvolvimento de Passos e região na Educação. À frente da Secretaria de Estado Ciência e Tecnologia, está o deputado Narcio Rodrigues, que viabilizou obras importantes em Passos, como o Pronto Socorro Municipal, o Restaurante Comunitário da FESP e Centros Vocacionais Tecnológicos. Ao seu lado, na Subsecretaria de Ensino Superior, Fábio Pimenta Esper Kallas, educador há 20 anos e presidente do Conselho Curador da Fundação de Ensino Superior de Passos (FESP), cuja gestão transformou a instituição em referência estadual em ensino superior e cuja passagem pela administração pública municipal de 2001/2004 resultou em grandes projetos como a Vara de Justiça Federal e a obtenção de recursos para a construção da Estação de Tratamento de Esgoto de Passos.

Tais nomeações não poderiam ser melhores para a região uma vez que a secretaria de Estado Ciência Tecnologia e Ensino Superior é uma das pastas mais estratégicas do Governo de Minas, responsável por toda área do desenvolvimento científico e tecnológico e de Ensino Superior e embute, na sua competência para os próximos quatro anos, a tarefa de promover a tão sonhada e prometida “estadualização” das entidades associadas a Universidade Estadual de Minas Gerais, entre elas, a FESP. “O ensino superior é alavanca da cidadania na medida em que aperfeiçoa profissionalmente e qualifica a pessoa para o exercício de servir. Nenhum país do mundo conseguiu dar salto na qualidade de vida de seu povo sem resolver a educação e sem investir pesado na oferta de ensino superior público, gratuito e de qualidade. A educação melhora as pessoas para que elas possam ter uma convivência melhor consigo mesmas, com a família e contribuir para o desenvolvimento da sociedade”, avalia Narcio Rodrigues.

A indicação do presidente da FESP, Fábio Kallas, abre novas portas para Passos e todo o Sudoeste Mineiro criando mais uma condição para o crescimento da região. Para ele, a nomeação é fruto do empenho pela transformação e fortalecimento da FESP nos últimos anos. “A FESP teve de se adequar aos novos tempos, teve que vencer o sucateamento de sua estrutura, dar um basta nas divisões de grupos, procurar fazer com que os alunos tivessem orgulho em estudar aqui e resolver suas dificuldades financeiras. Respeitando a proporção, a FESP fez em sua estrutura o que o Estado de Minas Gerais fez nestes últimos anos: foi saneada, criou estrutura física e tecnológica para crescer, acabou com os grupos de interesses diferentes e se uniu em torno de uma missão única: crescer. A inovação deve ser a palavra chave de uma administração universitária. O Governador Anastasia e o Secretário Narcio Rodrigues sabem de nosso compromisso com a educação e com o crescimento de Passos, da região e do estado”, avalia.

Fonte: Agência Escola



O sonho de ter uma faculdade gratuita em Passos caminha a passos largos para se tornar uma realidade. A luta pela estadualização da FESP ganhou força nos últimos anos encabeçada pelo Presidente do Conselho Curador da FESP, Professor Fábio Kallas.

O espírito de liderança e poder de mobilização de Fábio Kallas por um ensino superior de qualidade e gratuito foi tão grande, que o governador Antônio Anastasia o convidou para ser Subsecretário de Ensino Superior de Minas Gerais, que dentre suas atribuições tem a missão de tornar possível a estadualização da FESP e de outras cinco unidades associadas ao Sistema UEMG, além de fortalecer o ensino superior no Estado como forma de aprimorar a mão-de-obra e qualificar o povo mineiro.

Em meados de 2010 o Governador Antônio Anastasia veio à Passos para um encontro com os estudantes e comunidade FESP. O assunto: Estadualização. O governador veio a pedido da própria fundação e recebeu um documento com estudo de viabilidade e importância do encampamento de todas as instituições associadas ao sistema UEMG. O documento foi elaborado pela FESP, Diretório Central dos Estudantes da instituição (DCE) e pelo Deputado federal Narcio Rodrigues, hoje Secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

A empreitada deu frutos e em outra visita a Passos e a FESP o governador Antonio Anastasia afirmou que o estado de Minas Gerais está preparado para novas reformas na educação e que a estadualização acontecerá em seu mandato. "Vamos iniciar um processo gradativo de estadualização das unidades da UEMG pelo interior. Vamos fazer isso ao longo dos quatro anos. É um compromisso que estamos assumindo no plano de governo, é um processo importante para transformar cada vez mais a UEMG em uma realidade no interior do Estado".

O secretário Nárcio Rodrigues também afirma que a estadualização é uma realidade e fala sobre a importância deste compromisso. "Chegou o momento, depois de tantas conquistas e de tantos benefícios, de transformar a Universidade Estadual de Minas Gerais – a nossa UEMG – em uma ferramenta para a democratização do acesso ao ensino superior e para novos avanços no desenvolvimento regional, na consciência ambiental, na consolidação de vocações econômicas e principalmente nos avanços da Ciência e Tecnologia", afirmou.

Fonte: Agência Escola



Notícias por ANO e MÊS

Calendário de Noticias e Eventos

<<  janeiro 2019  >>
seteququsedo
31123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
45678910